INCREASE IN THE IRRIGATED AREA OF SUGARCANE AND ITS POTENTIAL IN THE BIOENERGETIC GENERATION OF BRAZIL

Autores

  • Job Teixeira de Oliveira UFMA
  • Rubens Alves de Oliveira UFV
  • Oswaldo Arce Brito HidroEng
  • Fernando França da Cunha UFV
  • Ricardo Gava UFMS

Palavras-chave:

bagaço de cana-de-açúcar, biomassa, cogeração, energia renovável, resgate carbono.

Resumo

A cana-de-açúcar tem grande capacidade de produção de energia elétrica com tecnologia totalmente limpa, de fonte renovável, contribuindo com a preservação ambiental. O objetivo da presente pesquisa foi avaliar o incremento de biomassa advinda da implantação de irrigação nos canaviais brasileiros, estimar o potencial de cogeração, e calcular o quanto será possível aumentar a energia brasileira cogerada com bagaço de cana-de-açúcar e o impacto na matriz energética brasileira. O incremento de irrigação nas áreas de sequeiros dos canaviais brasileiros tem um potencial substancial no incremento de biomassa para a cogeração de energia. Considerando um aumento de 15% na produção dos canaviais das áreas de sequeiro, conquistados a partir do incremento de irrigação, ocasiona em um potencial de aumento de 96,39 milhões de toneladas de cana-de-açúcar e 26,80 milhões de toneladas de biomassa produzida. Na matriz energética, o impacto potencial é de 1,42 GWh de energia cogerada que corresponde a 12,47% de aumento de cogeração no setor sucroenergético e 0,85% de aumento na matriz energética do Brasil. A expansão da área irrigada de cana-de-açúcar contribui com o aumento da produção de bagaço e geração bioenergética do Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANA – Agencia Nacional de Aguas. Levantamento da cana-de-açúcar irrigada na região centro-sul do brasil. 2017. Disponível em:< http://arquivos.ana.gov.br/institucional/spr/_LevantamentoCanaIrrigada_posCE_CEDOC_SemISBN2.pdf > acesso em 20/04/2020.

ANEEL – Agencia Nacional de Energia Elétrica (Brasil) 2018. Diaponível em:< http://www.aneel.gov.br/ > acesso em 02/07/2018.

CONAB - Companhia Nacional de Abastecimento. Perspectivas para a agropecuária, safra 2019/2020; jan/2020. Brasília: Conab, 2020. Disponível em: V. 6 - N.3 - terceiro levantamento.

EPE - Empresa de Pesquisa Energética, 2017. Disponível em: < http://epe.gov.br/pt > acesso em 20/04/2020.

MME - Ministério de Minas e Energia. Balanço energético nacional 2017. Brasília: MME. Recuperado de < http://www.mme.gov.br >. acesso em 20/04/2020.

OLIVEIRA, J. T.; CUNHA, F. F.; OLIVEIRA, R. A.; JUNIOR, A. G. S.; BUFON, V. B. Economic analysis of two sprinkler irrigation systems for sugarcane and soybean crops in Brazil. International Sugar Journal. 2020.

TAVARES, S. D. L.; DO AMARAL, F. C. S. Determinação do teor de fibra de cana-de-açúcar em diferentes biomas visando o processamento de resíduos para a produção de biocombustíveis sólidos e biomassa energética. In Embrapa Solos-Artigo em anais de congresso (ALICE). In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE BIOENERGIA, 9. São Paulo. Anais. Paraná: Porths Eventos. 2014.

TORQUATO, S. A.; DE JESUS, K. R. E.; RAMOS, R. C. 2016. Potencial da bioeletricidade no Brasil: uso da biomassa da cana-de-açúcar como energia alternativa e complementar. In Embrapa Meio Ambiente Artigo em anais de congresso (ALICE). In: IBERIAN CONFERENCE ON RURAL STUDIES, 11. Vila Real. Smart and inclusive development in rural areas: book of proceedings. Vila Real: SPER, p. 78-83. 2016.

UNFCC - Convenção do Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima. 2018. < https://unfccc.int/ > acessado em 20/04/2020.

UNICA - União da Indústria da cana-de-açúcar. Linha do tempo da cana-de-açúcar. 2018. Disponível em:< http://www.unica.com.br/ > acesso em 20/04/2020.

Downloads

Publicado

2021-05-25

Como Citar

Oliveira, J. T. de, Oliveira, R. A. de ., Brito, O. A. ., Cunha, F. F. da ., & Gava, R. (2021). INCREASE IN THE IRRIGATED AREA OF SUGARCANE AND ITS POTENTIAL IN THE BIOENERGETIC GENERATION OF BRAZIL. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 17(3), 33–38. Recuperado de https://revistas.unoeste.br/index.php/ca/article/view/3761