PHYLLOCHRON ESTIMATES ON AGRONOMIC POTENTIAL AND PHYSIOLOGICAL QUALITY OF MILLET

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5747/ca.2023.v19.h517

Palavras-chave:

massa seca, Pennisetum glaucum (L.) R.Br, caracterização morfológica das plantas, soma térmica

Resumo

O milheto é amplamente explorado para uma diversidade de aplicações. O uso de sementes de milheto de alta qualidade é essencial para aumentar a produtividade de grãos. Nesse sentido, o propósito deste estudo foi avaliar a variabilidade da produtividade de plantas de milheto provenientes de sementes de melhor e de menor qualidade na expressão dos parâmetros de produção de matéria seca. O estudo foi realizado na área experimental e didática do IFRS - campus Ibirubá, Rio Grande do Sul, Brasil, com delineamento inteiramente casualizado. Os tratamentos foram plantas provenientes de sementes de qualidade superior (SAS) e inferior (SQI) e duas safras (2015/16 e 2017/18) em oito repetições. A velocidade de emergência foi aplicada para identificar plantas a partir de sementes de diferentes qualidades. O filocrono, número de folhas, altura, diâmetro do caule, número de nós e rendimento de massa seca foram os componentes agronômicos avaliados para este estudo. As informações meteorológicas foram utilizadas para calcular o filocrono, o déficit hídrico e a temperatura média. Os dados coletados foram submetidos à análise de variância e ao teste de Tukey a 5% de probabilidade de erro. O SQS expressou menor filocrono e componentes agronômicos mais significativos. Ainda, a safra 2015/16 apresentou o menor déficit hídrico e obteve os melhores resultados.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Diego de Oliveira Camera, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

    Graduado em Agronomia pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Ibirubá (2020). Mestrando (2020/1) no Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com área de concentração em Recursos Genéticos, Biotecnologia e Melhoramento Vegetal. Possui experiência em pesquisa com sementes de soja, trigo, aveia preta e branca, sorgo forrageiro e milheto, rotação de culturas e fontes de nutrientes, ministrou cursos de curta duração baseados em análise da qualidade de sementes e participou de apresentações orais e dias de campo.

  • Marcos Paulo Ludwig, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

    Graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria (2006), Técnico Agrícola pela Escola Agrotécnica Federal de São Vicente do Sul, Mestre e Doutor em Ciência pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia de Sementes da Universidade Federal de Pelotas. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Ciência e Tecnologia de Sementes, Manejo e Práticas Culturais e Fisiologia de Plantas Cultivadas, atuando principalmente nos seguintes temas: qualidade fisiológica de sementes e o desempenho das culturas, tratamento de sementes, manejo de culturas e pós-colheita de grãos e sementes. Atualmente é Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, IFRS Campus Ibirubá, respondeu pela Coordenação do Curso Técnico em Agropecuária de 2011-2012, Produção de Grãos 2012-2013, Coordenação de Extensão 2013-2015, Coordenador do Curso de Agronomia de fevereiro de 2016 a janeiro de 2021.

  • Juliano Dalcin Martins, Universidade Federal de Santa Maria

    Engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal de Santa Maria - UFSM (2008). Mestre em Engenharia Agrícola - UFSM (2010). Doutor em Engenharia Agrícola - UFSM (2013), com período de doutorado Sanduíche na Universidade Técnica de Lisboa, Portugal. Possui graduação no Programa Especial de Graduação para a formação de professores para a educação profissional pela UFSM. Foi pesquisador da Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (FEPAGRO) na área de Irrigação e Drenagem. Foi Docente do Instituto Federal Rio Grande do Sul, (IFRS campus Ibirubá). Atualmente exerce função de Professor da UFSM, na disciplina de Irrigação e Drenagem. Tem experiência na área de engenharia agrícola e solos, atuando principalmente nos seguintes temas: manejo da água em sistemas agrícolas, necessidades hídricas das culturas e irrigação deficitária

  • Jardel Henrique Kirchner, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

    Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria (2013), graduação em Programa Especial de Graduação de Formação de Professores Para A Educação P pela Universidade Federal de Santa Maria (2017), mestrado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Santa Maria (2016) e doutorado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Santa Maria (2019). Atualmente é docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul e Coordenador do Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio. Possui experiência na área de Engenharia Agrícola e Agronomia

  • Maicon Sérgio Nascimento dos Santos, Universidade Federal de Santa Maria

    Engenheiro Agrônomo e graduado pelo Programa Especial de Graduação de Formação de Professores para a Educação Profissional (PEG), Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e Mestre em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Atualmente, é bolsista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em nível de Doutorado, pelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola (PPGEA), Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Membro do Laboratório de Engenharia de Processos Agroindustriais (LAPE) e realiza pesquisa em parceria com o Laboratório Biotec Factory. Durante o mestrado, atuou nos seguintes temas: reutilização de biomassas agrícolas e adoção e potencialização de tecnologias limpas para a obtenção de compostos de interesse em bioprodutos agrícolas para a produção de biocombustíveis. Durante o doutorado, está atuando em temáticas relacionadas à prospecção de microrganismos e desenvolvimento de bioinseticida para o controle de lagartas nas culturas da soja e do algodão. É membro de projetos inovadores de ciência e tecnologia da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (FAPERGS) e de projetos universais do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Membro de corpo editorial de periódicos internacionais de alto fator de impacto e revisor de periódicos nacionais e internacionais ligados à agricultura e sustentabilidade

  • Bruna De Villa, Universidade Federal de Santa Maria

    Cursa Doutorado em Engenharia Agrícola-PPGEA-Universidade Federal de Santa Maria-UFSM, na linha de Pesquisa de Engenharia de Água e Solo. É acadêmica do Programa Especial de Graduação de Formação de Professores para a Educação Profissional-PEG, na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Tem Mestrado em Engenharia de Energia na Agricultura-PPGEA - UNIOESTE/Cascavel, na linha de pesquisa de Biomassa e culturas energéticas, específico na área de Física do solo. Possui Graduação em Engenharia Agrícola pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná- UNIOESTE (2018). Com experiência na área de Engenharia Agrícola, onde foi monitora em Resistência dos Materiais e Teoria das Estruturas (2016). Trabalha com solos, atuando principalmente nos seguintes temas: Impacto do uso de espécies de cobertura na estrutura de Latossolo Argiloso com reflexos no rendimento de grão de soja, Impacto do uso de Sistemas de Manejo e de Rotação de culturas na Estrutura de um Latossolo Argiloso Sob Sistema Plantio Direto, Eficácia de Sistemas de Manejo e de espécies de cobertura na redução das perdas de água e solo e na melhoria da qualidade de um Latossolo Argiloso. Fez estágio no Laboratório de Física do Solo-LAFIS na Unioeste/Cascavel. Realizou trabalho voluntário para fins e aprimoramento e conhecimento em solos no Laboratório de Física do Solo-LAFIS na Unioeste/Cascavel, onde desenvolveu atividades juntamente com o Instituto Agronômico do Paraná - IAPAR, com enfase em atividades de coleta de amostras deformadas e indeformadas do solo, determinação de densidade e espaço poroso do solo, análise granulométrica, condutividade hidráulica do solo saturado bem como no auxilio na implantação e condução de projetos de pesquisa (17/02/2014 a 15/08/2014 e 03/08/2015 a 30/12/2016). Participou de duas Iniciações cientificas com enfase em solos (2015 e 2017). Participa do Grupo de Pesquisa "Manejo da Água em Sistemas Agrícolas" (2022) da Universidade Federal de Santa Maria.

Referências

AUSIKU, P. A.; ANNANDALE, J. G.; STEYN, J. M.; SANEWE, A. J. Crop model parameterisation of three important pearl millet varieties for improved water use and yield estimation. Plants, v.11, n.6, p.1–24, 2022. https://doi.org/10.3390/plants11060806

BONFIM-SILVA, E. M.; SILVA, T. J. A.; CABRAL, C. E. A.; KROTH, B. E.; REZENDO, D. Desenvolvimento inicial de gramíneas submetidas ao estresse hídrico. Revista Caatinga, v.24, n.2, p.180­186, 2011.

CALVACHE, I. et al. Thermal time as a parameter to determine optimal defoliation frequency of perennial ryegrass (Lolium perenne L.) and pasture brome (Bromus valdivianus Phil.). Agronomy, v.10, n.5, p.1–13, 2020. https://doi.org/10.3390/agronomy10050620

CROOKSTON, B.; BLASER, B.; DARAPUNENI, M.; RHOADES, M. Pearl millet forage water use efficiency. Agronomy, v.10, n.11, 2020. https://doi.org/10.3390/agronomy10111672

DRIESEN, E.; ENDE, W. D.; PROFT, M.; SAYES, W. Influence of environmental factors light, CO2, temperature, and relative humidity on stomatal opening and development: a review. Agronomy, v.10, n.12, 2020. https://doi.org/10.3390/agronomy10121975

GAWŁOWSKA, M.; KNOPKIEWICZ,M.; ŚWIĘCICKI,W.; BOROS, L.; WAWER, A. Quantitative trait loci for stem strength properties and lodging in two pea biparental mapping populations. Crop Science, v.61, n.3, p.1682–1697, 2021. https://doi.org/10.1002/csc2.20395

GUPTA, N.; GUPTA, A. K.; GAUR, V. S.; KUMAR, A. Relationship of nitrogen use efficiency with the activities of enzymes involved in nitrogen uptake and assimilation of finger millet genotypes grown under different nitrogen inputs. The Scientific World Journal, v.2012, 2012. https://doi.org/10.1100/2012/625731

GUPTA, N. K.; GUPTA, S.; SINGH, J.; GARG, N. K.; SAHA, D.; SINGHAL, R. K.; JAVED, T.; AL-HUQAIL, A. A.; ALI, H. M.; KUMAR, R.; SIDDIQUI, M. H. On-farm hydro and nutri-priming increases yield of rainfed pearl millet through physio-biochemical adjustments and anti-oxidative defense mechanism. Plos One, v.17, n.6, p.e0265325, 2022. https://doi.org/10.1371/journal.pone.0265325

IJAZ, M. K.; TARIQ, M.; NADEEM, M. A.; TAHIR, M.; SHAH, S. A. S.; ANWER,A. Forage production and pattern of forage quality índices during reproductive development of millet genotypes. Journal of Environmental & Agricultural Sciences, v.8, p.54–59, 2016.

HUSSAIN, S.; PANG, T.; IQBAL, N.; SHAFIQ, I.; SKALICKY, M. BRESTIC, M.; SAFDAR, M. E.; MUMTAZ, M.; AHMAD, A.; ASGHAR, M. A.; RAZA, A.; ALLAKHVERDIEV, S. I.; WANG, Y.; WANG, X. C.; YANG, F.; YONG, T.; LIU, W.; YANG, W. Acclimation strategy and plasticity of different soybean genotypes in intercropping. Functional Plant Biology, v.47, n.7, p.639–650, 2020. https://doi.org/10.1071/FP19161

KEBA, W.; TOLEMARIAM, T.; MOHAMMED, A. Evaluation of grain/seed yield and yield components of finger millet and three vetch species intercropped at various seeding ratios at Bako, Ethiopia. Advances in Agriculture, v.2022, 2022. https://doi.org/10.1155/2022/1608499

KNAPP, F. M.; CARON, B. O.; SGARBOSSA, J.; SILVA, M. D.; OLIBONE, A. J.; TIBOLLA, L. B.; SOUZA, V. Q. Soma térmica para estabelecimento de novas cultivares de cana-de-açúcar. Agrometeoros, v.27, n.2, 2020. https://doi.org/10.31062/agrom.v27i2.26457

LAURIAULT, L. M.; SCHMITZ, L. H.; COX, S. H.; SCHOLLJEGERDES, E. J. A comparison of pearl millet and sorghum–sudangrass pastures during the frost-prone autumn for growing beef cattle in semiarid region. Agriculture, v.11, n.6, 2021. https://doi.org/10.3390/agriculture11060541

LIMA, E. P.; SILVA, E. L. Base temperature, crop coefficients and degrees-day for arabic coffee plants in the implantation phase. Revista Brasileira de Engenharia Agricola e Ambiental, v.12, n.3, p.266–273, 2008. https://doi.org/10.1590/S1415-43662008000300007

MENDONÇA, H. F. C.; CALVETE, E. O.; NIENOW, A. A.; COSTA, R. C.; ZERBIELLI, L.; BONAFÉ, M. Estimativa do filocrono de morangueiro em sistemas consorciado e solteiro em ambientes protegidos. Revista Brasileira de Fruticultura, v.34, n.1, p.15–23, 2012. https://doi.org/10.1590/S1415-43662008000300007

MORAES, D. H. M.; MESQUITA, M.; BUENO, A. M.; FLORES, R. A.; OLIVEIRA, H. F. E.; LIMA, F. S. R.; PRADO, R. M.; BATTISTI, R. Combined effects of induced water deficit and foliar application of silicon on the gas exchange of tomatoes for processing. Agronomy, v.10, n.11, p.1–12, 2020. https://doi.org/10.3390/agronomy10111715

PANOZZO, L. E.; SCHUCH, L. O. B.; PESKE, S. T.; MIELEZRSKI, F.; PESKE, F. B. Comportamento de plantas de soja originadas de sementes de diferentes níveis de qualidade fisiológica. Revista da FZVA. Uruguaiana, v.16, n.1, p.32–41. 2009.

PAVITHRA, K. S.; SENTHIL, A.; BABU, R. P. V.; RAVIKESAVAN, R.; DJANAGUIRAMAN, M. Variations in photosynthesis associated traits and grain yield of minor millets. Plant Physiology Reports, v.25, n.3, p.418–425, 2020. https://doi.org/10.1007/s40502-020-00525-5

RAKOCEVIC, M.; MATSUNAGA, F. T. Variations in leaf growth parameters within the tree structure of adult Coffea arabica in relation to seasonal growth, water availability and air carbon dioxide concentration. Annals of Botany, v.122, n.1, p.117–131, 2018. https://doi.org/10.1093/aob/mcy042

ROSA, H. T.; WALVER, L. C.; STRECK, N. A.; ALBERTO, C. N. Métodos de soma térmica e datas de semeadura na determinação de filocrono de cultivares de trigo. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.44, n.11, p.1374–1382, 2009. https://doi.org/10.1590/S0100-204X2009001100002

SALEEM, M. Possibility of utilizing agriculture biomass as a renewable and sustainable future energy source. Heliyon, v.8, n.2, p.e08905, 2022. https://doi.org/10.1016/j.heliyon.2022.e08905

SANCHÊS, S. S. C.; RODRIGUES, R. C.; ARAÚJO, R. A.; COSTA, C. S.; SILVA, I. R.; SANTOS, F. N. S.; RODRIGUES, M. M.; SILVA, R. R. Morphogenetic and structural characteristics of gamba grass subjected to nitrogen fertilization and different defoliation intensities. Bioscience Journal, v.36, n.5, p.1676–1686, 2020. https://doi.org/10.14393/BJ-v36n5a2020-47944

SANTOS, H. G.; JACOMINE, P. K. T.; ANJOS, L. H. C.; OLIVEIRA, V. A.; LUMBRELAS, J. F.; COELHO, M. R.; ALMEIDA, J. A.; FILHO, J. C. A.; OLIVEIRA, J. B.; CUNHA, T. J. F. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. Brasília: Embrapa, 2018.

SANTOS, C. L.; ABENDROTH, L. J.; COULTER, J. A.; NAFZIGER, E. D.; SUYKER, A.; YU, J.; SCHNABLE, P. S.; ARCHONTOULIS, S. Maize leaf appearance rates: a synthesis from the United States corn belt. Frontiers in Plant Science, v.13, p.1–9, 2022. https://doi.org/10.3389/fpls.2022.872738

SCHMIDT, D.; CARON, B. O.; VALERA, O.; MEIRA, D.; FONTANA, D. C.; ZANATTA, T. P.; WERNER, C. J.; BREZOLIN, P. Base temperature, thermal time and phyllochron of escarole cultivation. Horticultura Brasileira, v.36, n.4, p.466–472, 2018. https://doi.org/10.1590/s0102-053620180407

SCHUCH, L. O.; KOLCHINSKI, E. M.; FINATO, J. A. Qualidade fisiológica da semente e desempenho de plantas isoladas em soja. Revista Brasileira de Sementes, v.31, n.1, p.144–149, 2009. https://doi.org/10.1590/S0101-31222009000100016

SELEIMAN, M. F.; AL-SUHAIBANI, N.; ALI, N.; AKMAL, M.; ALOTAIBI, M.; REFAY, Y.; DINDAROGLU, T.; ABDUL-WAJID, H. H.; BATTAGLIA, M. L. Drought stress impacts on plants and different approaches to alleviate its adverse effects. Plants, v.10, n.2, p.1–25, 2021. https://doi.org/10.3390/plants10020259

THORNTHWAITE, C. W.; MATHER, J. R. The water balance. Centerton: Drexel Institute of Technology, 1955.

WANG, E.; ENGEL, T. Simulation of phonological development of wheat crops. Agricultural Systems, v.58, p.1–24, 1998. https://doi.org/10.1016/S0308-521X(98)00028-6

Downloads

Publicado

2023-06-26

Como Citar

PHYLLOCHRON ESTIMATES ON AGRONOMIC POTENTIAL AND PHYSIOLOGICAL QUALITY OF MILLET. (2023). Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 19(1), 116-129. https://doi.org/10.5747/ca.2023.v19.h517

Artigos Semelhantes

1-10 de 401

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.