ABORDAGEM PARA DISTINGUIR OS EFEITOS DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO NAS CARACTERISTICAS DE BACIAS HIDROGRÁFICAS - UM ESTUDO DE CASO

Autores

  • Roselene Maria Schneider
  • Rosane Freire
  • Wellinton Leandro de Oliveira Boina
  • Adriana Garcia do Amaral
  • Célia Regina Granhen Tavares
  • Paulo Fernando Soares
  • Bruno Tiago Contessoto Rigo

Palavras-chave:

escoamento, processo de erosão, urbano e rural

Resumo

Duas bacias hidrográficas heterogêneas, localizadas na cidade de Maringá-PR, foram avaliadas em relação ao uso e ocupação do solo presente. A bacia do córrego Mandacaru possui área com elevado grau de urbanização (85%); a bacia do córrego Romeira possui uso e ocupação agrícola. Para a avaliação, utilizou o método dos pinos e realizou a medida de vazão dos canais em estudo. Como resultado verificou-se que a presença de urbanização interfere de forma significativa na estrutura do canal, dada pela erosão de suas margens. Durante o período de acompanhamento (21 meses), o canal urbano apresentou erosão na ordem de centímetros, enquanto o canal agrícola, erosão da ordem de milímetros. Os processos erosivos apresentados pelo canal estiveram diretamente relacionados às altas vazões que ocorreram durante as precipitações. A impermeabilização apresentada pela área da vertente foi responsável pela concentração das águas das chuvas e, portanto, pela energia promotora da erosão medida.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Downloads

Publicado

2015-07-22

Edição

Seção

Artigos Originais

Como Citar

ABORDAGEM PARA DISTINGUIR OS EFEITOS DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO NAS CARACTERISTICAS DE BACIAS HIDROGRÁFICAS - UM ESTUDO DE CASO. (2015). Colloquium Exactarum. ISSN: 2178-8332, 6(4), 49-58. https://revistas.unoeste.br/index.php/ce/article/view/1294

Artigos Semelhantes

1-10 de 408

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >>