AVALIAÇÃO DA BALNEABILIDADE E QUALIDADE DA ÁGUA DA REPRESA LARANJA-DOCE NO MUNICÍPIO DE MARTINÓPOLIS-SP

Autores

  • Ana Paula Jambers Scandelai UNOESTE
  • Marina Ramos Furlan Solina UNOESTE
  • Alexandre Teixeira Souza Universidade do Oeste Paulista

Palavras-chave:

Balneabilidade, Índice da Qualidade da Água, Represa Laranja-Doce, Preservação e Conservação, Meio Ambiente.

Resumo

A Represa Laranja-Doce, localizada em Martinópolis/SP, vem sendo intensamente degradada por ações antrópicas. Suas margens apresentam elevado potencial turístico, sendo extremamente importante a avaliação da sua qualidade da água. Neste projeto, foram realizadas análises da balneabilidade e qualidade da água em diferentes pontos de amostragem ao longo da represa, seguindo as recomendações da norma NBR-9897. O parâmetro indicador para a classificação quanto à sua balneabilidade foi a concentração de coliformes totais (CONAMA 357/05). Para a determinação da qualidade da água foi utilizado o Índice de Qualidade da Água, calculado através das análises dos parâmetros: oxigênio dissolvido, coliformes termotolerantes, pH, DBO520, sólidos totais dissolvidos, fósforo total, nitrogênio total, temperatura e turbidez. Dessa forma, este trabalho contribuirá para a formação de um banco de dados importante e inédito sobre as características físicas, químicas e biológicas da Represa, que poderão servir de base para o planejamento da Orla Turística do Município de Martinópolis/SP.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexandre Teixeira Souza, Universidade do Oeste Paulista

Departamento de Engenharia Ambiental Área: Tratamento de Águas Residuárias

Publicado

2013-04-24

Como Citar

Scandelai, A. P. J., Solina, M. R. F., & Souza, A. T. (2013). AVALIAÇÃO DA BALNEABILIDADE E QUALIDADE DA ÁGUA DA REPRESA LARANJA-DOCE NO MUNICÍPIO DE MARTINÓPOLIS-SP. Colloquium Exactarum. ISSN: 2178-8332, 4(2), 31-36. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ce/article/view/800

Edição

Seção

Artigos Originais