PERFIL E INTENSIDADE DE SINTOMAS DE MULHERES NO CLIMATÉRIO AVALIADAS EM UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE DE PRESIDENTE PRUDENTE

Autores

  • Lara Nery Peixoto
  • Mariane Fatima da Silva Araujo
  • Carolina Andrade Egydio
  • Fernanda Elisa Ribeiro
  • Cristina Elena Prado Teles Fregonesi
  • Edna Maria do Carmo UNESP - Pres. Prudente

Palavras-chave:

Saúde da mulher, Climatério, Menopausa, incontinência urinária, Sintomas

Resumo

O climatério é um processo de mudanças físicas e emocionais, influenciado por múltiplos fatores, cujo conhecimento é fundamental para uma assistência mais qualificada. O objetivo foi verificar o perfil e intensidade dos sintomas de mulheres no climatério em Unidades Básicas de Saúde de Presidente Prudente. Foram avaliadas 56 mulheres com idade entre 40 e 65 anos, com entrevista investigando características sociodemográficas, ginecológicas e intensidade de sintomas climatéricos pelo Índice Menopausal de Blatt-Kupperman. A média de idade foi de 51,1 ± 5,47 anos, 53,6% eram brancas, 71,4% eram casadas, 62,5% estudaram até o ensino fundamental e 75% não trabalhavam. Também observou-se que 25% realizaram histerectomia, 60,7% apresentava incontinência urinária e 55,4% possuíam vida sexual ativa. Quanto aos sintomas, 21,4% apresentaram intensidade grave, 46,4% moderado e 30,4% leve. Conhecer os fatores envolvidos no climatério é determinante para os profissionais da saúde promover um cuidado mais integral e humanizado para essa população.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-06-18

Como Citar

Nery Peixoto, L., da Silva Araujo, M. F., Andrade Egydio, C., Ribeiro, F. E., Prado Teles Fregonesi, C. E., & Carmo, E. M. do. (2015). PERFIL E INTENSIDADE DE SINTOMAS DE MULHERES NO CLIMATÉRIO AVALIADAS EM UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE DE PRESIDENTE PRUDENTE. Colloquium Vitae. ISSN: 1984-6436, 7(1), 85–93. Recuperado de https://revistas.unoeste.br/index.php/cv/article/view/1267

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)