EDUCAÇÃO NÃO FORMAL: A IMPORTÂNCIA DO EDUCADOR SOCIAL NA CONSTRUÇÃO DE SABERES PARA A VIDA EM COLETIVIDADE

Autores

  • Joselaine de Araujo UNOESTE
  • Caroline Kraus Luvizotto UNOESTE

Palavras-chave:

Educação não formal, Educador social, Aprendizagem, Construção de saberes, Coletividade.

Resumo

A educação não formal pode ser definida como um espaço de formação para a construção de aprendizagens de saberes necessários para a vida em coletividade, sobretudo por meio do trabalho do educador social. O objetivo deste artigo é caracterizar a ação do educador social por meio da investigação do seu perfil profissional junto ao projeto socioeducativo Projovem Adolescente no Município de Presidente Prudente/SP. A metodologia da pesquisa está pautada nas técnicas de análise bibliográfica, análise documental e entrevistas, enquanto elementos da pesquisa qualitativa. No campo prático, junto ao projeto em tela, o educador social cumpre o papel de facilitar a trajetória de cada jovem e do coletivo de jovens na direção do desenvolvimento pessoal e social, contribuindo para o desenvolvimento de um ambiente educativo, participativo e democrático.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Downloads

Publicado

2013-04-01

Como Citar

EDUCAÇÃO NÃO FORMAL: A IMPORTÂNCIA DO EDUCADOR SOCIAL NA CONSTRUÇÃO DE SABERES PARA A VIDA EM COLETIVIDADE. (2013). Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 9(2), 73-78. https://revistas.unoeste.br/index.php/ch/article/view/818

Artigos Semelhantes

1-10 de 554

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.