EDUCAÇÃO EMANCIPATÓRIA: UM DIÁLOGO POSSÍVEL ENTRE THEODOR ADORNO E PAULO FREIRE

Autores

  • Glaciane Cristina Xavier Mashiba Universidade Estadual de Maringá
  • João Luiz Gasparin Universidade Estadual de Maringá-UEM

DOI:

https://doi.org/10.5747/ch.2023.v20.h559

Palavras-chave:

Educação, Emancipação humana, Theodor Adorno, Paulo Freire

Resumo

O presente artigo objetiva estabelecer o diálogo possível entre os escritos de Theodor Adorno e de Paulo Freire, com vistas à educação emancipatória. Para tanto, partimos do seguinte questionamento: Qual o diálogo possível entre a educação emancipatória em Adorno e Freire? A metodologia utilizada foi a   pesquisa bibliográfica, a partir do cotejamento de algumas obras de Adorno e de Freire, bem como do material produzido sobre os autores.  Conclui-se que tanto Adorno quanto Freire combatiam a sociedade capitalista de seu tempo e que ambos se posicionavam contra a alienação do homem; logo, a emancipação humana foi uma preocupação comum entre esses clássicos. A análise efetuada assinala que a educação emancipatória, em Adorno e Freire, apresenta alguns eixos fundamentais, os quais serão apresentados no decorrer do texto. A educação emancipatória tanto em Adorno como em Freire, impele o  indivíduo a movimentar-se à contrapelo da heteronomia e do pensamento tutelado impostos pela sociedade, com vistas ao processo de libertação, autonomia e conscientização. A emancipação humana, portanto, é um processo.

 

 

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Referências

ADORNO, Theodor W.; HORKHEIMER, Max. Dialética do esclarecimento: fragmentos filosóficos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1985.

ADORNO, Theodor W. Capitalismo tardio ou sociedade industrial. In: COHN, Gabriel (org.). Theodor W. Adorno: grandes cientistas sociais. São Paulo: Ática, 1994. p. 62-75.

ADORNO, Theodor W. Educação e emancipação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995.

ADORNO, Theodor W. Mínima moralia: reflexões a partir da vida lesada. Rio de Janeiro: Beco do Azougue, 2008.

ADORNO. Theodor W. Teoria de La Seudocultura. In: ADORNO, Theodor W. Filosofía y supersticíon. Madrid: Alianza Editorial, 1972. p. 171-174.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade Líquida. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

CALVINO, Ítalo. Por que ler os clássicos. São Paulo: Companhia das letras, 1993.

CORTELLA, Mario Sergio. Homenagem a Paulo Freire: utopia e esperança. In: MORTATTI, Maria do Rosário Longo; FRADE, Isabel Cristina Alves da Silva (org.). Alfabetização e seus sentidos: o que sabemos, fazemos e queremos? Marília; São Paulo: Oficina Universitária; Editora da UNESP, 2014, p. 19-26.

FREIRE, Paulo. Educação e Atualidade brasileira. São Paulo: Cortez, 2012.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2019a.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 84. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2019b.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. 53. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2019c.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da esperança. 15. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2020.

FREIRE, Paulo; SHOR, Ira. Medo e ousadia: cotidiano do professor. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FROMM, Erich. El corazón del hombre: su potencia para el bien y para el mal. México: Fondo de cultura econômica, 1985. Disponível em: https://pt.scribd.com/doc/19820347/Fromm-Erich-El-corazon-del-hombre. Acesso em: 25 maio 2023.

GADOTTI, Moacir. Por que continuar lendo Freire? Disponível em: http://gadotti.org.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/453/AMG_PUB_03_021.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 18 jun. 2023.

GASPARIN, João Luis. Comênio: a emergência da modernidade na educação. Petrópolis: Vozes, 2011.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2022.

GUR-ZE’EV, Ilan. A formação (Bildung) e a Teoria Crítica diante da Educação Pós-Moderna. In: PUCCI, Bruno; ALMEIDA, Jorge de; LASTÓRIA, Luiz Antônio Calmon Nabuco. (orgs.). Experiência Formativa & Educação. São Paulo: Nankin, 2009.

JAHEN, Lisete. Educação e emancipação em Adorno. Passo Fundo: UPF, 2005.

KANT, Immanuel. Resposta à pergunta: que é “Esclarecimento”? (Aufklärung). In: Textos seletos. Petrópolis, RJ: Editora Vozes, 2012.

SOUZA, Ana Inês. (org.). Paulo Freire: vida e obra. São Paulo: Expressão Popular, 2001.

Downloads

Publicado

2023-06-20

Como Citar

EDUCAÇÃO EMANCIPATÓRIA: UM DIÁLOGO POSSÍVEL ENTRE THEODOR ADORNO E PAULO FREIRE. (2023). Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 20(1), 213-229. https://doi.org/10.5747/ch.2023.v20.h559

Artigos Semelhantes

1-10 de 277

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 > >>