OS PROJETOS E PLANOS ESCOLARES NA ATIVIDADE PRÁTICA DO DIRETOR ESCOLAR DA ESCOLA PÚBLICA MUNICIPAL BRASILEIRA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5747/ch.2023.v20.h540

Palavras-chave:

Gestão escolar, Diretor escolar, Planos escolares, Projeto Político Pedagógico (PPP), Plano de Desenvolvimento da Escola (PDE)

Resumo

O objetivo foi discutir os mecanismos de planejamento da escola pública municipal. Utilizou-se uma abordagem qualitativa, com uso da entrevista, grupo focal, observação não participante e diário de campo. Para a análise dos dados foi utilizada a análise de conteúdo. Os resultados foram que o Projeto Político Pedagógico (PPP) assume o papel de plano administrativo da escola, além da verificação dos planos pertinentes da gestão escolar. Conclui-se que há uma necessidade de ações de desenvolvimento para se lidar com as atividades administrativas da escola pública municipal brasileira.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Referências

ABRUCIO, F. L. Gestão escolar e qualidade da educação: um estudo sobre dez escolas paulistas. Estudos & Pesquisas Educacionais, São Paulo, v.1, n. 1, p. 241-274, 2010.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. 1 ed. Lisboa: Edições 70, 1977.

BATISTA, N. C.; PEREYRA, M. A. A gestão democrática da escola pública em contextos de reformas educacionais locais: estudo comparado entre Brasil e Espanha. Arquivos Analíticos de Políticas Educativas, Tempe, v. 28, n. 2, p. 1-28, 2020. https://doi.org/10.14507/epaa.28.4285

BELL, L. Strategic planning and school management: full of sound and fury, signifying nothing? Journal of Educational Administration, Tempe, v. 40, n. 5, p. 407-424, 2002. https://doi.org/10.1108/09578230210440276

BERG, B. L. Qualitative research methods for the social sciences. 4 ed. Boston: Pearson, 1998.

BOCCIA, M. B. Os Papéis assumidos pelos diretores de escola. 1 ed. Jundiaí: Paco e Pulsar, 2011.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 dez. 1996, Seção 1, p. 27833.

BRASIL. Ministério da Educação. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Diretoria de Assistência a Programas Especiais. Fundo de Fortalecimento da Escola. Como elaborar o plano de desenvolvimento da escola. 3.ed. Brasília: FUNDESCOLA, 2006.

BRASIL. Ministério da Educação. Apresentação do plano de desenvolvimento da escola. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/component/content/article/137-programas-e-acoes-1921564125/pde-plano-de-desenvolvimento-da-educacao-102000926/176-apresentacao. Acesso em: 2 jan. 2023a.

BRASIL. Ministério da Educação. Programa Dinheiro Direto na Escola. O que é? Disponível em: https://www.gov.br/fnde/pt-br/acesso-a-informacao/acoes-e-programas/programas/pdde. Acesso em: 2 jan. 2023b.

BRESSER-PEREIRA, L. P. Reforma da nova gestão pública: agora na agenda da América Latina, no entanto... Revista do Serviço Público, Brasília, v. 53, n. 1, p. 1-165, 2002. https://doi.org/10.21874/rsp.v53i1.278

BROOKE, N.; CUNHA, M. A. A. Avaliação externa como instrumento de gestão educacional nos estados. Estudos & Pesquisas Educacionais, São Paulo, v. 1, n.2, p. 17-80, nov. 2010.

COOPER, D. R.; SCHINDLER, P. S. Métodos de pesquisa em administração. 12. ed. Rio de Janeiro: McGraw Hill Brasil, 2016.

CRESWELL, J. W. Qualitative Inquiry and Research Design. 3 ed. London: Sage, 2013.

FERNANDÉZ, S. J.; BRINGNARDELLO, I. D.; HERNAN, A. E.; CORREA, B. I, ANDRETICH, G. Políticas públicas, processos de planejamento e constituição dos sistemas educacionais em Brasil e Argentina: um estudo comparativo. RBPAE, Porto Alegre, v. 35, n. 3, p. 877-895, 2019. https://doi.org/10.21573/vol35n32019.95309

FONSECA, M. O Projeto político-pedagógico e o plano de desenvolvimento da escola: duas concepções antagônicas de gestão escolar. Cadernos Cedes, Campinas, v. 23, n. 61, p. 302-318, dez. 2003. https://doi.org/10.1590/S0101-32622003006100004

FONSECA, M. Gestão escolar em tempo de redefinição do papel do Estado: planos de desenvolvimento e PPP em debate. Retratos da Escola, Brasília, v. 3, n. 4, p. 185-198, 2009.

FRANCO, A. M. P.; MENEZES-FILHO, N. Uma Análise de rankings de escolas brasileiras com dados do SAEB. Estudos Econômicos, São Paulo, v. 42, n. 2, p. 263-283, 2012. https://doi.org/10.1590/S0101-41612012000200002

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GRISSOM, J. A.; LOEB, S. Triangulating principal effectiveness: how perspectives of parents, teachers, and assistant principals identify the central importance of managerial skills. American Educational Research Journal, v. 48, n.5, p. 1091-1123, 2011. https://doi.org/10.3102/0002831211402663

GUNBAYI, I. Principals' Perceptions on School Management: A Case Study with Metaphorical Analysis. International Online Journal of Educational Sciences, v. 3, n. 2, p. 541-561, 2011.

JUNQUILHO, G. S.; ALMEIDA, R. A.; SILVA, A. R. L. As “Artes do fazer” gestão na escola pública: uma proposta de estudo. Cadernos EBAPE.BR, São Paulo, v. 10, n. 2, p. 329-356, 2012. https://doi.org/10.1590/S1679-39512012000200006

KRAWCZYK, N. R. A gestão escolar: um campo minado... Análise das propostas de 11 municípios brasileiros. Educação & Sociedade, Campinas, v. 20, n. 67, p. 112-149, 1999. https://doi.org/10.1590/S0101-73301999000200005

KRAWCZYK, N. R. Políticas de regulação e mercantilização da educação: socialização para uma nova cidadania? Educação & Sociedade, Campinas, v. 26, n. 92, p. 799-819, 2005. https://doi.org/10.1590/S0101-73302005000300005

LIBÂNEO, J. C. Organização e gestão escolar: teoria e prática. 6.ed. São Paulo: Heccus, 2013.

LOURENÇO FILHO, M. B. Organização e administração escolar: curso básico. 8.ed. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2007.

LÜCK, H. A Aplicação do planejamento estratégico na escola. Gestão em Rede, Curitiba, v. 1, n. 19, p. 8-13, 2000.

LÜCK, H. Dimensões de gestão escolar e suas competências. 1 ed. Curitiba: Positivo, 2009.

LUNENBURG, F. The Principal and the school: what do principals do. National Forum of Educational Administration and Supervision Journal, v. 27, n. 4, p. 1-13, 2010.

MAIA, G. Z. A. As Publicações da ANPAE e a trajetória do conhecimento em administração da educação. RBPAE, Porto Alegre, v. 24, n. 1, p. 31-50, 2008.

MELO, L. L.; MIRANDA, N. A. Desafios da gestão na escola pública paulista: a percepção do diretor ingressante. RBPAE, Porto Alegre, v. 36, n. 1, p. 130-152, 2020. https://doi.org/10.21573/vol36n12020.96631

MENEZES-FILHO, N. A. Os determinantes do desempenho escolar do Brasil. 1 ed. São Paulo: Instituto Futuro Brasil; IBMEC, FEA/USP, 2007.

MINTZBERG, H.; LAMPEL, J.; AHLSTRAND, B. Todas as partes do elefante. HSM Management, v. 2, n. 12, p. 100-108, 2000.

MOTTA, F. C. P. Administração e participação: reflexões para a educação. Educação e Pesquisa, Campinas, v. 29, n. 2, p. 369-373, 2003. https://doi.org/10.1590/S1517-97022003000200014

MOZZATO, A. R.; GRYBOVSKI, D. Análise de conteúdo como técnica de análise de dados qualitativos no campo da administração: potencial e desafios. RAC, Curitiba, v. 15, n. 4, p. 731-747, 2011. https://doi.org/10.1590/S1415-65552011000400010

OLIVEIRA, P. H.; PASCHOALOTTO, M. A. C.; DELMONICO, D. V. G.; COELHO, F. S.; SANTOS, F. C. A.; ESCRIVAO FILHO, E. Strategic Management in Public Administration: A Balanced Scorecard Applicability Framework in School Management. Future Studies Research Journal - Future, São Paulo, v. 12, p. 458-482, 2020. https://doi.org/10.24023/FutureJournal/2175-5825/2020.v12i3.517

PARO, V. H. A Educação, a política e a administração: reflexões sobre a prática do diretor escolar. Educação e Pesquisa, Campinas, v. 36, n. 3, p. 763-778, 2010. https://doi.org/10.1590/S1517-97022010000300008

PARO, V. H. A Estrutura didática e administrativa da escola e a qualidade do ensino fundamental. RBPAE, Porto Alegre, v. 24, n. 1, p. 127-133, 2008.

PASSADOR, C. S. Análise do desempenho das escolas públicas em Minas Gerais: políticas públicas de educação do campo equivocadas. In: ENCONTRO da ANPAD, 30., 2013, Rio de Janeiro. Anais [...]. Rio de Janeiro: ANPAD, 2013. p. 1-16.

PISA. Programe for International Student Assesment. Confira o relatório final do PISA 2018. 2020. Disponível em: https://www.gov.br/mec/pt-br/assuntos/noticias_1/confira-o-relatorio-final-do-pisa-2018#:~:text=Os%20resultados%20mostram%20que%20estudantes,no%20caso%20dos%20resultados%20de. Acesso em: 20 ago. 2020.

POUBEL, L.; JUNQUILHO, G. S. Para além do management : o processo de managing em uma Escola Pública de Ensino Fundamental no Brasil. Caderno EBAPE.BR, São Paulo, v. 17, n. 3, p. 539-551, 2019. https://doi.org/10.1590/1679-395173528

RIBEIRO, J. Q. Planificação educacional (planejamento escolar)*. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 86, n. 212, p. 85-93, 2005. https://doi.org/10.24109/2176-6681.rbep.86i212.850

SALGADO JUNIOR, A. P.; NOVI, J. C. Proposta metodológica: avaliação externa e desempenho dos alunos. RBPAE, Porto Alegre, v. 30, n.3, p. 583-618, 2014.

SARMENTO, D. F.; CASAGRANDE, C. A. A Construção do Projeto Político Pedagógico: Contribuições da Pesquisa-Ação Colaborativa. Arquivos Analíticos de Políticas Educacionais, Tempe, v. 23, n. 1, p. 1-18, 2015. https://doi.org/10.14507/epaa.v23.1725

SAVIANI, D. O Plano de desenvolvimento da educação: análise do projeto do MEC. Educação & Sociedade, Campinas, v. 28, n. 100, p. 1231-1255, 2007. https://doi.org/10.1590/S0101-73302007000300027

SCAFF, E. A. S.; SOUZA, K. R.; PAXE, I. Implicações da Nova Gestão Pública para a educação: análise comparativa entre Brasil e Angola. Arquivos Analíticos de Políticas Educacionais, Tempe, v. 26, n. 131, p. 1-31, 2018. https://doi.org/10.14507/epaa.26.3602

SILVA, E. L.; MENEZES, E. M. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. 4 ed. Florianópolis: UFSC, 2005.

SINGH, A. S.; FREITAS, V. A. F.; VALADÃO JÚNIOR, V. M. Teoria dos Stakeholders e Práticas de Gestão na Escola Pública Básica: Um Estudo de Multicasos. Arquivos Analíticos de Políticas Educacionais, Tempe, v. 27, n.83, p.1-38, 2019. https://doi.org/10.14507/epaa.27.4171

SLATER, C. L. Understanding principal leadership: an international perspective and a narrative approach. Educational Management Administration & Leadership, Nottigham, v. 39, n. 2, p. 2109-227, 2011. https://doi.org/10.1177/1741143210390061

SOUZA, A. R. As Relações entre os resultados da avaliação e os modelos de gestão escolar. Intermeio, Campo Grande, v. 13, n. 25, p. 64-81, 2007.

SOUZA, A. R. et al. Coleção gestão e avaliação da escola pública. 1 ed. Curitiba: Ed. UFPR, 2005. Caderno 2.

VERGER, A.; CURRAN, M. New public management as a global education policy: its adoption and re-contextualization in a Southern European setting. Critical studies in education, v. 55, n. 3, p. 253-271, 2014. https://doi.org/10.1080/17508487.2014.913531

YIN, R. K. Estudo de Caso: Planejamento e métodos. 5 ed. Bookman: Porto Alegre, 2015.

ZACCARELLI, L. M.; GODOY, A. S. Perspectivas do uso de diários nas pesquisas em organizações. Cadernos EBAPE.BR, Porto Alegre, v. 8, n. 3, p. 550-563, 2010. https://doi.org/10.1590/S1679-39512010000300011

Downloads

Publicado

2023-02-17

Como Citar

OS PROJETOS E PLANOS ESCOLARES NA ATIVIDADE PRÁTICA DO DIRETOR ESCOLAR DA ESCOLA PÚBLICA MUNICIPAL BRASILEIRA. (2023). Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 20(1), 50-70. https://doi.org/10.5747/ch.2023.v20.h540

Artigos Semelhantes

1-10 de 570

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >>