SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS PARA UMA EDUCAÇÃO INCLUSIVA: PROPOSTAS PARA O ENSINO DE FÍSICA E DE LÍNGUA PORTUGUESA

Autores

  • Sabrina Skrebsky Richter Insituto Federal de Minas Gerais - Pós-Graduação em docência
  • Cibele Aparecida de Araújo
  • Cláudio Alves Pereira

Palavras-chave:

Educação Inclusiva; Aprendizagem Significativa; Ensino de Física; Ensino de Língua Portuguesa.

Resumo

Este artigo apresenta duas propostas de sequências didáticas (SD) para a Educação Básica, nas disciplinas de Física e de Língua Portuguesa, com foco no trabalho com alunos com espectro autista, porém em um ambiente de sala de aula regular, compartilhado com os demais estudantes, incentivando a organização de aulas que promovam a inclusão no ambiente escolar. O processo de elaboração das SD está baseado na experiência dos pesquisadores no exercício da docência, embora as propostas ainda careçam de aplicação e, naturalmente, adaptadas à realidade das turmas. A SD de Física tem foco no segundo ano do Ensino Médio, com previsão de seis aulas. A SD de Língua Portuguesa foi planejada para ser executada em cinco aulas, com foco nos anos finais do Ensino Fundamental. Espera-se que a proposta contribua para o trabalho cotidiano dos professores e estimule-os a organizar atividades que promovam a inovação e a inclusão (de fato) em suas práticas pedagógicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-08-25

Como Citar

Skrebsky Richter, S., de Araújo, C. A., & Alves Pereira, C. (2022). SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS PARA UMA EDUCAÇÃO INCLUSIVA: PROPOSTAS PARA O ENSINO DE FÍSICA E DE LÍNGUA PORTUGUESA. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 19(1), 120–137. Recuperado de https://revistas.unoeste.br/index.php/ch/article/view/4348