USOS DOS RESULTADOS DAS AVALIAÇÕES EXTERNAS PELAS SECRETARIAS DE EDUCAÇÃO, GESTORES ESCOLARES E PROFESSORES:

Autores

  • Regilson Maciel Borges Universidade Federal de Lavras/Professor do Departamento de Educação
  • Karolayne Rezende de Carvalho Universidade Federal de Lavras (UFLA)
  • Thaís Mariana de Freitas Universidade Federal de Lavras (UFLA)
  • Eder Adriano Mendonça Universidade Federal de Lavras (UFLA)

Palavras-chave:

Usos das avaliações externas, Secretarias de educação, Gestores escolares, Professores

Resumo

A pesquisa teve como objetivo analisar a produção científica publicada em artigos científicos, teses, dissertações e anais de eventos sobre os usos dos resultados das avaliações externas pelas secretarias de educação, gestores escolares e professores, buscando compreender como os/as autores/as das produções analisadas apontam que essas instâncias das redes de ensino se apropriam dos resultados dessas avaliações. Metodologicamente trata-se de um estudo bibliográfico, que foi realizado nas bases de dados Scientific Eletronic Library Online (SciELO) e no Portal Educ@ publicações online de educação da Fundação Carlos Chagas (artigos), na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD) (teses e dissertações) e nos sites da Associação Nacional de Política e Administração da Educação (ANPAE) e da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação (ANPEd) (anais de eventos), tendo como descritores de busca as palavras “avaliação externa”, “secretaria de educação/gestores/professores” e “usos dos resultados”. Os resultados do levantamento sobre os usos dos resultados da avaliação externa apontaram para 12 estudos se referiam as secretarias de educação, 8 estudos com foco na gestão escolar e 10 que tratavam dos usos pelos professores, totalizando 27 produções, considerando que 3 trabalhos se repetem nos focos analisados. A avaliação externa é centralizada e tem foco predominante o rendimento do aluno. Essas avaliações baseiam-se principalmente nos conteúdos de Língua Portuguesa e Matemática, o que acaba levando ao estreitamento curricular, que acabam também sinalizando o investimento de secretarias de educação, gestão escolar e professores em conteúdos que serão cobrados nos exames realizados pelo poder público.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Regilson Maciel Borges, Universidade Federal de Lavras/Professor do Departamento de Educação
    Doutor em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)
  • Karolayne Rezende de Carvalho, Universidade Federal de Lavras (UFLA)

    Graduanda em Pedagogia na Universidade Federal de Lavras (UFLA)

  • Thaís Mariana de Freitas, Universidade Federal de Lavras (UFLA)

    Graduanda em Pedagogia na Universidade Federal de Lavras (UFLA)

  • Eder Adriano Mendonça, Universidade Federal de Lavras (UFLA)

    Graduando em Pedagogia na Universidade Federal de Lavras (UFLA)

Downloads

Publicado

2022-03-11

Como Citar

USOS DOS RESULTADOS DAS AVALIAÇÕES EXTERNAS PELAS SECRETARIAS DE EDUCAÇÃO, GESTORES ESCOLARES E PROFESSORES: . (2022). Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 19(1), 16-33. https://revistas.unoeste.br/index.php/ch/article/view/4242

Artigos Semelhantes

1-10 de 563

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >>