O TEMPO E O ESPAÇO DO BRINCAR NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Autores

  • Susana Angelin Furlan
  • José Milton de Lima
  • Márcia Regina Canhoto de Lima

Palavras-chave:

Criança, Educação Infantil, Brincadeiras, Espaço, Tempo

Resumo

Esta pesquisa trata-se de um recorte de uma iniciação cientifica que tem como foco o espaço e o tempo das brincadeiras com as crianças na pré-escolar. A pesquisa contou com a parceria de oito salas de Educação Infantil de uma Instituição Municipal, no interior de São Paulo e a participação de oito educadoras e de aproximadamente 200 crianças de 3 a 5 anos. O referencial teórico predominante neste estudo é o da Sociologia da Infância juntamente com os autores que dissertam sobre a temática do tempo e o espaço das brincadeiras dentro da Educação Infantil. A metodologia utilizada foi qualitativa, caracterizada como Pesquisa do tipo etnográfica. Os resultados alcançados revelam que a ludicidade é uma expressão ímpar da criança dentro do espaço escolar, mas que vem sendo suprimida pela lógica capitalista de mercado, que prioriza os conteúdos relacionados aos saberes linguísticos e matemáticos, revelando-nos um adiantamento dos conteúdos escolares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-05-23

Como Citar

Angelin Furlan, S., Milton de Lima, J., & Regina Canhoto de Lima, M. (2017). O TEMPO E O ESPAÇO DO BRINCAR NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 13(3), 76–85. Recuperado de https://revistas.unoeste.br/index.php/ch/article/view/1773

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>