PRÁTICAS PEDAGÓGICAS COLABORATIVAS NA ALFABETIZAÇÃO DO ALUNO COM TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA.

Autores

  • Vera Lucia Messias Fialho Capellini UNESP - Universidade Estadual Paulista
  • Priscila Hikaru Shibukawa Shibukawa Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”
  • Simone Catarina de Oliveira Rinaldo Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”

Palavras-chave:

Práticas Pedagógicas, Alfabetização, Transtorno do Espectro Autista

Resumo

A apropriação do sistema da escrita pelos alunos com Transtorno do Espectro Autista (TEA) é uma forma de facilitar a sua comunicação, dificuldade peculiar do transtorno. Assim, este estudo teve como objetivo investigar e descrever o processo de alfabetização de um aluno com TEA inserido em uma classe comum do ensino regular, observando-se as estratégias utilizadas pelo professor no processo de alfabetização e o apoio colaborativo. Participaram do estudo, uma professora e um aluno com Transtorno do Espectro Autista de uma escola pública municipal do interior paulista. Para a coleta de dados utilizou-se a técnica observacional e uma entrevista inicial e final com a professora. Os resultados mostraram a dificuldade em realizar as intervenções de maneira colaborativa. Porém, pôde-se constatar um avanço no desenvolvimento da linguagem escrita pelo aluno autista. Conclui-se que a credibilidade na aprendizagem do aluno com TEA é o primeiro passo para a sua alfabetização e letramento, sendo necessário o trabalho colaborativo entre educação especial e ensino comum.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Vera Lucia Messias Fialho Capellini, UNESP - Universidade Estadual Paulista
    Graduada em Pedagogia pela Universidade Metodista de Piracicaba (1991), Mestrado (2001) e Doutorado (2004) em Educação Especial pela Universidade Federal de São Carlos. Realizou em 2012 Pós-Doutorado na Universidade de Alcalá- Espanha, a partir do qual defendeu sua Livre docência em Educação Inclusiva em 2014. Atualmente é Professora Adjunta do Departamento de Educação, do Programa de Pós-graduação em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem e do Programa em Docência para a Educação Básica, da FC/ UNESP- Bauru. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em formação inicial e continuada de professores (nas modalidades presencial, semipresencial e EAD), prática de ensino, inclusão escolar e avaliação educacional. Líder do Grupo de Pesquisa: A inclusão da pessoa com deficiência, TGD e superdotação e os contextos de aprendizagem e desenvolvimento e membro do Observatório Nacional de Educação Especial, ambos cadastrados no CNPQ. Presidente da comissão organizadora do I,II,III,IV e V Congresso Brasileiro de Educação da UNESP de Bauru. Coordenadora do Curso de Aperfeiçoamento em Práticas Educacionais Inclusivas em parceria com o Ministério da Educação de 2008 a 2013. Coordenadora do Curso de Especialização da Educação Especial do Redefor, em parceria com SEE/SP.
  • Priscila Hikaru Shibukawa Shibukawa, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”
    Pedagoga pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, campus de Bauru.
  • Simone Catarina de Oliveira Rinaldo, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”
    Pedagoga e Mestranda no Programa de Pós Graduação em Psicologia do Educação Escolar pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, campus de Araraquara.

Downloads

Publicado

2016-09-21

Como Citar

PRÁTICAS PEDAGÓGICAS COLABORATIVAS NA ALFABETIZAÇÃO DO ALUNO COM TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA. (2016). Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 13(2), 87-94. https://revistas.unoeste.br/index.php/ch/article/view/1309

Artigos Semelhantes

1-10 de 54

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >>