ESTUDO DE TRÁFEGO E INTERVENÇÕES NO ENTORNO DO HOSPITAL DA VIDA COMO POLO GERADOR DE VIAGENS (PGV)

Autores

  • Raphael Soares Erbes Fundação Universidade Federal da Grande Dourados
  • Daniele Araujo Altran Fundação Universidade Federal da Grande Dourados
  • Giovana da Silva Olazar Fundação Universidade Federal da Grande Dourados
  • Andreza Mangueira da Silva Agência Municipal de Transporte e Trânsito - Agetran

Palavras-chave:

PGV Hospitalar, Estudo de Tráfego, Urbanismo Tático

Resumo

Os polos geradores de viagens (PGV) são causadores de elevado número de influência ao local e estão diretamente ligados ao descontrole na mobilidade local, caso não for devidamente planejada sua implantação. O objetivo deste trabalho é estudar o tráfego e condições no entorno do Hospital da Vida (HV), situado no centro da cidade de Dourados-MS, enquanto PGV Hospitalar e propor uma mobilidade ao local. Para o estudo foram levantados dados com as autoridades locais e realizadas contagem de veículos e pedestres, como também visitas e estudo bibliográfico do tema. Conforme os dados obtidos, foi apresentado que o HV possui atendimento de alta complexidade/custo, atendendo 33 municípios da região. Segundo dados das contagens realizadas no cruzamento de acesso ao PGV foi notado alto fluxo de veículos, representado majoritariamente por automóveis, como também alto fluxo de pedestres. O raio de estudo apresentou o maior índice de acidentes no local no ano de 2023, desde 2020. Portanto, foi possível notar que as sinalizações existentes não contemplam a mobilidade segura no local de estudo, sendo propostas soluções com o uso do urbanismo tático e reforço de sinalizações horizontais e verticais, com a finalidade de aumentar a segurança, auxiliar na permanência e convivência dos pedestres.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Referências

ALMEIDA, A. Urbanismo tático: da experiência do fazer a um urbanismo afetivo.2016. Dissertação – Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Pernambuco, Recife, PE, 2016.

ALVES, P. Mobilidade urbana sustentável e polos geradores de viagens: análises da mobilidade não motorizada e do transporte público. 2015. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.

BIOPARQUE BRASIL. Ipê Amarelo. Disponível em: https://www.bioparquebrasil.com.br/arvores/ipe-amarelo/. Acesso em: 15 ago. 2023.

BRASIL. Lei nº 12.587, de 3 de janeiro de 2012. Institui as diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 4 jan. 2012. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12587.htm. Acesso em:22 de março de 2023.

BRASIL. Lei Nº 9.503, de 23 de setembro de 1997. Institui o Código de Trânsito Brasileiro. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 24 set. 1997. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9503.htm. Acesso em: 15 ago. 2023.

BRASIL. Ministério da Infraestrutura. Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito 2021. Brasília, DF: Ministério da Infraestrutura, 2021.

CET - SP- COMPANHIA DE ENGENHARIA DE TRÁFEGO DE SÃO PAULO. Polos Geradores de Tráfego. Boletim Técnico n. 32. Prefeitura de São Paulo, São Paulo - SP, 1983.

CONTRAN. CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO. Manuais Brasileiros de Sinalização de Trânsito. Resolução 973. Brasília, 2022.

DENATRAN. Departamento Nacional de Trânsito. Manual de procedimentos para o tratamento de pólos geradores de tráfego. Brasília –DF, 2001.

DNIT. DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES. Manual de Estudos de Tráfego. IPR. Publ. 723. Rio de Janeiro: DNIT, 2006.

DOURADOS, MS. Lei complementar nº 205, 2012. Dourados, 2012.

DOURADOS, MS. Lei complementar nº 351, de 16 de agosto de 2018. Dourados, 2018.

DOURADOS, MS. Decreto nº 472, de 28 de novembro de 2011. Dispõe sobre Disciplina o tráfego de caminhões e o serviço de carga e descarga e no perímetro urbano do Município de Dourados-MS e dá outras providências. Diário Oficial do Município, Dourados, MS, 28 de novembro de 2011. Disponível em: https://www.dourados.ms.gov.br/wp-content/uploads/2014/09/Decreto-n%C2%BA-472-2011-Disciplina-o-tr%C3%A1fego-de-caminh%C3%B5es-e-o-servi%C3%A7o-de-carga-e-descarga-e-no-per%C3%ADmetro-urbano.pdf. Acesso em: 15 de agosto de 2023.

Google. Google Earth (Versão 9.191.0.0). Disponível em: https://earth.google.com.

GONTIJO, G. Modelo e taxas de atração de viagens para PGV-Hospitais públicos localizados em cidades de médio porte do interior do estado de São Paulo. 2014. Tese (Doutorado em Engenharia Urbana) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, SP, 2014.

OLIVEIRA, A. C.; SIMÕES, R. F. Regionalização dos serviços de média e alta complexidade hospitalar e ambulatorial em Minas Gerais: estrutura corrente versus estrutura planejada. SEMINÁRIO SOBRE ECONOMIA MINEIRA. 13., 2008, Belo Horizote. Anais [...]. Belo Horizonte: Universidade Federal de Minhas Gerais, 2008. p. 1-23.

SCHVARTZ, M. Estudo de impacto de tráfego: o caso do hospital de caridade e beneficência de cachoeira do sul. 2020. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Transportes e Logística) - Universidade Federal de Santa Maria, Cachoeira do Sul, 2020.

Downloads

Publicado

2024-05-08

Como Citar

ESTUDO DE TRÁFEGO E INTERVENÇÕES NO ENTORNO DO HOSPITAL DA VIDA COMO POLO GERADOR DE VIAGENS (PGV). (2024). Colloquium Exactarum. ISSN: 2178-8332, 16(1), 1-16, e244763. https://revistas.unoeste.br/index.php/ce/article/view/4763

Artigos Semelhantes

1-10 de 406

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)