PERFORMANCE OF FORAGE CACTUS SUBMITTED TO DIFFERENT LEVELS OF IRRIGATION AND ORGANIC FERTILIZATION IN THE SEMI-ARID REGION OF PARAIBA

Autores

  • José Luiz Carneiro da Silva Universidade Federal do Agreste de Pernambuco
  • Mateus Costa Batista Universidade Federal de Campina Grande
  • João Paulo de Oliveira Santos Universidade Federal Rural de Pernambuco https://orcid.org/0000-0003-1826-1746
  • Paulo Henrique de Almeida Cartaxo Universidade Federal da Paraíba
  • José Rayan Eraldo Souza Araújo Universidade Federal da Paraíba
  • João Henrique Barbosa da Silva Universidade Federal da Paraíba
  • Daniel Duarte Pereira Universidade Federal da Paraíba

Palavras-chave:

Opuntia stricta, goat manure, water supplementation.

Resumo

The forage cactus represents one of the main sources of fodder for livestock in the semi-arid region. However, although it is cultivated on a large scale in several regions, there are still few studies addressing issues of improved management, especially about irrigation and fertilization of recently used varieties, such as those resistant to false carmine cochineal. Thus, this research aimed to evaluate the effect of different levels of irrigation and sources of organic fertilizer on the productive performance of forage cactus variety Mexican Elephant’s Ear (Opuntia stricta). The experiment was set up at Fazenda Riachão, municipality of Boa Vista, Paraíba. Two types of manure (bovine and caprine) and the control were used, associated with the absence of irrigation and five different blades, which varied from 1.5 to 5.5 L of water per week per plant. A 3x6 factorial design with five repetitions was used in a randomized block design. The blades of water applied promoted a significant increase in the variables analyzed. The goat manure was the most effective in obtaining better values of the number of cladodes per plant and productivity.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Luiz Carneiro da Silva, Universidade Federal do Agreste de Pernambuco

Mestrando em Produção Agrícola na Universidade Federal do Agreste de Pernambuco

Mateus Costa Batista, Universidade Federal de Campina Grande

Doutorando em Engenharia Agrícola na Universidade Federal de Campina Grande

João Paulo de Oliveira Santos, Universidade Federal Rural de Pernambuco

Mestre em Engenharia Ambiental pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (2019), onde realizou estudos com Avaliação de Impactos Ambientais e Indicadores de Sustentabilidade. Engenheiro Agrônomo formado pela Universidade Federal da Paraíba (2017). Atuou como Diretor de Recursos Humanos da ACJ (Agropecuária Consultoria Junior) do Campus II da UFPB no período de 2012/2013. Durante a graduação participou de Programas de Extensão e Iniciação Científica, tendo recebido em 2016 o Prêmio Jovem Investigador pelo trabalho de Iniciação Científica PIBIC/CNPq desenvolvido na vigência 2014-2015. Finalizado o curso de Agronomia, recebeu a Láurea Acadêmica Destaque da Graduação - 1º Lugar, por seu desempenho acadêmico.

Paulo Henrique de Almeida Cartaxo, Universidade Federal da Paraíba

Doutorando em Agronomia na Universidade Federal da Paraíba

José Rayan Eraldo Souza Araújo, Universidade Federal da Paraíba

Graduando em Agronomia na Universidade Federal da Paraíba

João Henrique Barbosa da Silva, Universidade Federal da Paraíba

Graduando em Agronomia na Universidade Federal da Paraíba

Daniel Duarte Pereira, Universidade Federal da Paraíba

Professor da Universidade Federal da Paraíba

Referências

ALMEIDA, J. A palma forrageira na região semiárida do estado da Bahia: diagnóstico, crescimento e produtividade. 95f, 2011. Tese (Doutorado em Ciências Agrárias). Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Cruz das Almas – BA, 2011.

ALVES, F. S. F.; PINHEIRO, R. R. O esterco caprino e ovino como fonte de renda. AgroValor, v. 2, n. 18, p. 4, 2007.

ARANTES, A. M.; DONATO, S. L. R.; SILVA, S. O. Relação entre características morfológicas e componentes de produção em plátanos. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 45, n. 2, p. 224-227. 2010. https://doi.org/10.1590/S0100-204X2010000200015

BATISTA, M. C.; SANTOS, J. P. O.; SILVA FILHO, J. A.; SOUSA, J. I.; FELIX, R. J. S.; SILVA, J. L. C. Influence of rainfall variability on bean production (Phaseolus vulgaris L.) in a municipality of Brazilian semiarid. Journal of Environmental Analysis and Progress, v. 3, n. 1, p. 001-007, 2018. https://doi.org/10.24221/jeap.3.1.2018.1590.001-007

BEZERRA, B. G.; ARAÚJO, J. S.; PEREIRA, D. D., LAURENTINO, G. Q.; SILVA, L. L. Zoneamento agroclimático da cactusa forrageira (Opuntia sp.) para o estado da Paraíba. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 18, n. 7, p. 755-761, 2014. https://doi.org/10.1590/S1415-43662014000700013

BRASIL- Ministério da Integração Nacional. Nova Delimitação do Semi-Árido Brasileiro. Brasília, 2005. 35 p.

DI PAOLO, E.; RINALDI, M. Yield response of corn to irrigation and nitrogen fertilization in a Mediterranean environment. Field Crops Research, v.105, p.202-210, 2008. https://doi.org/10.1016/j.fcr.2007.10.004

DUTRA, K. O. G.; CAVALCANTE, S. N.; VIEIRA, I. G. S.; COSTA, J. C. F.; ANDRADE, R. A adubação orgânica no cultivo da melancieira cv. crimson sweet. Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável, v. 6, n. 1, p. 34-45, 2016. http://dx.doi.org/10.21206/rbas.v6i1.323

EMPARN- Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte. Cactusa Forrageira: irrigada e adensada. Natal: EMPARN, 2015. 62 p.

FERREIRA, D. F. Sisvar: a computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, v. 35, n.6, p. 1039-1042, 2011. https://doi.org/10.1590/S1413-70542011000600001

HENRIQUES, R. C. Análise da fixação de nitrogênio por bactérias do gênero Rhizobium em diferentes concentrações de fósforo e matéria orgânica na cultura do feijão (Phaseolus vulgaris) em Rego Pólo. 1997. 29f. Monografia (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal da Paraíba, Areia, 1997.

LIMA, L. C. M.; SANTOS, T. E. M.; SOUZA, E. R.; OLIVEIRA, E. L. Práticas de manejo e conservação do solo: Percepção de agricultores da Região Semiárida Pernambucana. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v. 11, n.4, p.148-153, 2016.

LINDOSO, D.; EIRÓ, F.; ROCHA, G. D. Desenvolvimento Sustentável, Adaptação e Vulnerabilidade à Mudança Climática no Semiárido Nordestino: Um Estudo de Caso no Sertão do São Francisco. Revista Econômica do Nordeste, v. 44, n. especial, p. 301-332, 2013.

NASCIMENTO, J. P., SOUTO, J. S., SANTOS, E. S., DAMASCENO, M. M., RAMOS, J. P. F., SALES, A. T.; LEITE, M. L. M. V. Caracterização morfométrica de Opuntia fícus indica sob diferentes arranjos populacionais e fertilização fosfatada. Tecnologia & Ciência Agropecuária, v. 5, n. 3, p. 21-26, 2011.

NEDER, D.G.; COSTA, F.R.; EDVAN, R.L.; SOUTO FILHO, L.T. Correlations and path analysis of morphological and yield traits of cactus pear accessions. Crop Breeding and Applied Biotechnology, v. 13, p. 203-207, 2013. https://doi.org/10.1590/S1984-70332013000300009

NOBEL, P.S. Biologia ambiental. In: BARBERA, G; INGLESE, P.; PIMIENTA BARROS, E. Agroecologia, cultivo e usos da cactusa forrageira. João Pessoa: FAO, SEBRAE/PB, 2001. p.36-48.

NOVAIS, R. F.; SMYTH, T. J.; NUNES, F. N. Fósforo. In: NOVAIS, R. F.; ALVAREZ V., V. H.; BARROS, N. F.; FONTES, R. L. F.; CANTARUTTI, R. B.; NEVES, J. C. L. (Eds.). Fertilidade do solo. Viçosa - MG: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2007. p.472-550.

OLIVEIRA JUNIOR, S.; BARREIRO NETO, M.; RAMOS, J.P. F.; LEITE, M.L. de M.V.; BRITO, E.A.; NASCIMENTO, J.P. Crescimento vegetativo da cactusa forrageira (Opuntia fícus indica) em função do espaçamento no Semiárido paraibano. Tecnologia e Ciência Agropecuária, v.3, p.7 12, 2009.

PEREIRA NETO, J. Balanço hídrico e excreção renal de metabólitos em ovinos alimentados com cactusa forrageira (Nopalea cochenillifera Salm Dyck). Pesquisa Veterinária Brasileira, v. 36, n. 4, p. 322-328, 2016. https://doi.org/10.1590/S0100-736X2016000400012

PEREIRA, P. C.; SILVA, T. G. F.; ZOLNIER, S.; MORAIS, J. E. F.; SANTOS, D. C. Morfogênese da cactusa forrageira irrigada por gotejamento. Revista Caatinga, v. 28, n. 3, p. 184-195, 2015. https://doi.org/10.1590/1983-21252015v28n321rc

QUEIROZ, M. G.; SILVA, T. G. F.; ZOLNIER, S.; SILVA, S. M. S.; LIMA, L. R.; ALVES, J. O. Características morfofisiológicas e produtividade da cactusa forrageira em diferentes lâminas de irrigação. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 19, n. 10, p. 931–938, 2015. https://doi.org/10.1590/1807-1929/agriambi.v19n10p931-938

RAMOS, J. P. F.; SANTOS, E. M.; FREITAS, F. F.; CANDIDO, E. P.; LIMA JUNIOR, A. C.; LEITE, M. L. V.; OLIVEIRA JUNIOR, S. Caracterização técnica dos sistemas de produção de cactusa forrageira em Soledade, PB. Agropecuária Técnica, v. 35, n. 1, p. 23-30, 2014.

RAMOS, J. P. F.; SANTOS, E. M.; PINHO, R. M. A.; BEZERRA, H. F. C.; PEREIRA, G. A.; BELTRÃO, G. R.; OLIVEIRA, J. S. Crescimento da cactusa forrageira em função da adubação orgânica. REDVET, v. 16, n. 2, p. 1-11, 2015.

REGO, M. M. T.; LIMA, G. F. C.; SILVA, J. G. M.; GUEDES, F. X.; DANTAS, F. D. G.; LOBO, R. N. B. Morfologia e Rendimento de Biomassa da Cactusa Miúda Irrigada sob Doses de Adubação Orgânica e Intensidades de Corte. Revista Científica de Produção Animal, v. 16, n. 2, p. 118-130, 2014. http://dx.doi.org/10.15528/2176-4158/rcpa.v16n2p118-130

ROCHA, R.S.; VOLTOLINI, T.V.; GAVA, C.A.T. Características produtivas e estruturais de genótipos de cactusa forrageira irrigada em diferentes intervalos de corte. Archivos de Zootecnia, v. 66, n. 255, p. 365-373, 2017.

SANTOS, M. V. F.; LIRA, M. A.; FARIAS, I.; BURITY, H. A.; NASCIMENTO, M. M. A.; TAVARES FILHO, J. J. Estudo comparativo das cultivares de cactusa forrageira “Gigante”, “Redonda” (Opuntia fícus-índica, Mill) e “Miúda” (Nopalea cochenillifera, Salmi Dyck) na produção de leite. Revista da Sociedade Brasileira de Zootecnia, v. 19. n. 6, p. 504-511, 1990.

SILVA, L. M. D.; FAGUNDES, J. L.; VIEGAS, P. A. A.; MUNIZ, E. N.; RANGEL, J. H. D. A.; MOREIRA, A. L.; BACKES, A. A. Produtividade da cactusa forrageira cultivada em diferentes densidades de plantio. Ciência Rural, v. 44, n. 11, p. 2064-2071, 2014. https://doi.org/10.1590/0103-8478cr20131305

SILVA, N. G. M.; LIRA, M. A.; SANTOS, M. V. F.; DUBEUX JUNIOR, J. C. B.; MELO, A. C. L.; SILVA, M. C. Relação entre características morfológicas e produtivas de clones de cactusa-forrageira. Revista Brasileira de Zootecnia, v. 39, n. 11, p. 2389-2397, 2010. https://doi.org/10.1590/S1516-35982010001100011

SILVA, T. G. F.; ARAÚJO PRIMO, J. T.; SILVA, S. M. S.; MOURA, M. S. B. D.; SANTOS, D. C. D.; SILVA, M. D. C.; ARAÚJO, J. E. M. Indicadores de eficiência do uso da água e de nutrientes de clones de cactusa forrageira em condições de sequeiro no Semiárido brasileiro. Bragantia, v. 73, n. 2, p. 184-191, 2014. https://doi.org/10.1590/brag.2014.017

SILVA, T. G. F.; ARAÚJO PRIMO, J. T.; MORAIS, J. E. F.; DINIZ, W. J. S.; SOUZA, C. A. A.; SILVA, M. C. Crescimento e produtividade de clones de cactusa forrageira no semiárido e relações com variáveis meteorológicas. Revista Caatinga, v. 28, p. 10-18, 2015.

SOUZA, J.; FARIAS, A.; LUCENA, J.; FERREIRA, T.; OLIVEIRA, S. C. Métodos de Adubação Orgânica e Manejo do Solo, na Cultura da Cactusa Forrageira no Cariri Paraibano. POLÊM!CA, v. 12, n.3, p.511-519, 2013.

SUDENE. Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste. Pacto Nordeste: ações estratégicas para um salto do desenvolvimento regional. Recife: SUDENE, 1996. 77 p.

Downloads

Publicado

2022-04-06

Como Citar

Silva, J. L. C. da, Batista, M. C., de Oliveira Santos, J. P., Cartaxo, P. H. de A., Araújo, J. R. E. S. ., Silva, J. H. B. da, & Pereira, D. D. (2022). PERFORMANCE OF FORAGE CACTUS SUBMITTED TO DIFFERENT LEVELS OF IRRIGATION AND ORGANIC FERTILIZATION IN THE SEMI-ARID REGION OF PARAIBA . Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 18(1), 35–45. Recuperado de https://revistas.unoeste.br/index.php/ca/article/view/4290

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)