ADEQUACY OF THE ACCELERATED AGING TEST FOR SOYBEAN SEEDS

Autores

  • Ana dos Santos Suñe Universidade Federal de Pelotas
  • Andréia da Silva Almeida Universidade Federal de Pelotas
  • Josiane Cantuária Figueiredo Universidade Federal de Pelotas
  • Bruna Barreto dos Reis
  • Camila de Avila Nunes
  • Carem Rosane Coutinho Saraiva
  • Lais Kroessin
  • William Lorenski Correa
  • Lilian Vanussa Madruga de Tunes

Palavras-chave:

Glycine max L ; controle de qualidade; lotes; vigor

Resumo

As empresas de sementes utilizam testes de vigor em seus procedimentos internos de controle de qualidade das sementes. Por isso, é necessário escolher métodos eficazes para obter respostas rápidas para a tomada de decisões relacionadas ao manuseio, descarte e comercialização de lotes de sementes. Assim o objetivo deste trabalho foi adaptar uma metodologia para o teste de envelhecimento acelerado em sementes de soja. Foram utilizados sessenta e nove lotes em um delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro repetições. Para a caracterização inicial dos lotes foi realizado a determinação do teor de água, teste de germinação e emergência a campo. Os lotes de sementes de soja selecionados com base na caracterização inicial, foram submetidos a metodologia padrão do envelhecimento acelerado e vinte e uma metodologias adaptadas. Após a caracterização fisiológica dos 69 lotes, foram selecionados 24 lotes com germinação semelhante com diferentes níveis de vigor. Para as metodologias adapatadas e que foram utilizadas apenas água destilada no interiro da caixinha de gerbox, ocorreu um aumento no teor de água das sementes de todos lotes analisados, entretanto,  todas as metodologias com o uso de solução salina, apresentaram um teor de água menor. As metodologias adaptadas N (pré-tratamento em estufa de ar forçado a 35-40ºC por duas horas, BOD 42ºC por 24 horas, com o uso de solução salina) e S (pré-tratamento em estufa de ar forçado a 35-40ºC por duas horas, BOD 45ºC por 12 horas, com o uso de água destilada) são as mais indicadas para o uso no teste de envelhecimento acelerado para a cultura da soja, por apresentarem resultados relevantes em um menor período de avaliação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andréia da Silva Almeida, Universidade Federal de Pelotas

Graduada em Ciências Biológicas pela Universidade da Região da Campanha (2003) e em Agronomia pela Universidade Federal de Pelotas (2019), mestrado em Ciências pela Universidade Federal de Pelotas (2008), Doutorado em Ciências e Tecnologia de Sementes pela Universidade Federal de Pelotas (2012). Pós doutorado - PNPD Institucional (2013-2016), supervisão Professor Phd. Luis Antonio Avila, na Universidade Federal de Pelotas. Atualmente Pós doutorado - PNPD/ CAPES

Josiane Cantuária Figueiredo, Universidade Federal de Pelotas

Ciências Agrárias

Referências

AGUERO, J. A. P.; VIEIRA, R. D.; BITTENCOURT, S. R. M. Avaliação da qualidade fisiológica de sementes de cultivares de soja. Revista Brasileira de Sementes, Brasília, v. 19, n. 2, p. 225-60, 1997.

BINOTTI, F.F.S.; HAGA, K.I.; CARDOSO, E.D.; ALVES, C.Z.; SÁ, M.E. E ARF, O. Efeito do período de envelhecimento acelerado no teste de condutividade elétrica e na qualidade fisiológica de sementes de feijão. Acta Scientiarum Agronomy, vol. 30, n. 2, p. 247-254, 2008.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Regras para análise de sementes. Brasília: MAPA/ACS, 2009. 399p.

BRAZ, M. R. S.; ROSSETTO, C. A. V.. Correlação entre testes para avaliação da qualidade de sementes de girassol e emergência das plântulas em campo. Cienc. Rural, Santa Maria , v. 39, n. 7, p. 2004-2009, Oct. 2009 .

COSTA, C. J.; VILLELA, F. A.; BERTONCELLO, M. R.; TILLMANN, M. A. A.;

MENEZES, N. L. Pré-hidratação de sementes de ervilha e sua interferência na avaliação do potencial fisiológico. Revista Brasileira de Sementes, v. 30, n. 1, p.198-207, 2008.

EGLI, D. B.; RUCKER, M. Seed vigor and the uniformity of emergence of corn seedling. Crop Science, v. 52, n. 6, p. 2774-2782, 2012.

HENNING, F.A.; MERTZ, L.M.; JACOB JUNIOR, E.A. et al. Composição

química e mobilização de reservas em sementes de soja de alto e baixo vigor.

Bragantia, v.69, n.3, p.727-734, 2010.

JIANHUA, Z.; McDONALD, M.B. The saturated salt accelerated aging test for small seeded crops. Seed Science and Technology, v.25, p.123-131, 1996.

MARCHI, J. L.; CICERO, S. M. Procedimentos para a condução do teste de condutividade elétrica em sementes. Informativo ABRATES, v. 12, n. 3, p.20- 27, 2002.

MARCOS FILHO, J.; AMORIM, H.V.; SILVAROLA, M.B.; PESCARIN, H.M.C.

Relação entre germinação, vigor e permeabilidade das membranas celulares durante a maturação de sementes de soja. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE PESQUISA DE SOJA, 2., Brasília, 1981. Anais. Londrina, EMBRAPA/CNPSo, 1982. p.676-683.

MARCOS FILHO, J. Testes de vigor: importância e utilização. In: KRZYZANOWSKI, F.C.; VIEIRA, R.D.; FRANÇA NETO, J.de B. (Ed.). Vigor de sementes: conceitos e testes. Londrina: Londrina: Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes, Comitê de vigor de sementes, cap. 1, p. 1-20, 1999.

MARCOS FILHO, J.. Fisiologia de sementes de plantas cultivadas. Londrina: ABRATES, 2015. 659 p.

MATERA, T. C.; PEREIRA, L. C.; BRACCINI, A. L.; KRZYZANOWSKI, F. C.; SCAPIM, C. A.; PIANA, S. C.; MARTELI, D. C. V.; PEREIRA, R. C.; FERRI, G.

C.; SUZUKAWA, A. K. Accelerated aging test and its relationship to physiological potential of soybean seeds. Journal of Seed Science, 41(3), 301-308. Epub September 09, 2019.

SANTOS, A. S.; SOUZA, E. M.; FÉBOLI, A.; NOGUEIRA, D. C. Testes de vigor

em sementes de três cultivares de soja. Rev. Conexão Eletrônica, Três Lagoas, v. 14, n. 1, p.674-685, jan. 2017.

SCHOSSLER T. R.; MACHADO, M. M.; ZUFFO, A. M.; ANDRADE, F. R.; PIAUILINO, A. C. Salinidade: efeitos na fisiologia e na nutrição mineral de plantas. Enciclopédia Biosfera, Centro Científico Conhecer, Goiânia, v.8, n.15; p. 1563. 2012.

TUNES, L. M.; PEDROSO, D. A.; BARBIERI, A. P. P.; CONCEIÇÃO, G. N.; ROETHING, E.; MUNIZ M. F. B.; BARROS, A. C. S. A. Envelhecimento acelerado modificado para sementes de coentro (Coriandrum sativum L.) e sua correlação com outros testes de vigor. Revista Brasileira de Biociência, v. 9, n. 1, p. 12-17, 2011.

TUNES, L. M.; TAVARES, L. C,; BARROS, A. C. S. A.. Envelhecimento acelerado como teste de vigor para sementes de arroz. Rev. de Ciências Agrárias, Lisboa , v. 35, n. 1, p. 120-127, jun. 2012 .

VANZOLINI, S.; CARVALHO, N.M. Efeito do vigor de sementes de soja sobre o seu

desempenho em campo. Revista Brasileira de Sementes, v.24, p.33-41, 2002.

Downloads

Publicado

2021-08-12

Como Citar

dos Santos Suñe, A., da Silva Almeida, A., Figueiredo, J. C., Barreto dos Reis , B. ., de Avila Nunes , C. ., Rosane Coutinho Saraiva , C. ., Kroessin , L. . ., Lorenski Correa, W. . . ., & Vanussa Madruga de Tunes , L. . (2021). ADEQUACY OF THE ACCELERATED AGING TEST FOR SOYBEAN SEEDS. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 17(4), 1–13. Recuperado de https://revistas.unoeste.br/index.php/ca/article/view/3903

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)