PRODUTIVIDADE DE MASSA DE FORRAGEM E PROTEÍNA BRUTA DO CAPIM MOMBAÇA IRRIGADO EM FUNÇÃO DA ADUBAÇÃO NITROGENADA

Autores

  • Marco Aurélio Factori UNOESTE
  • Paulo Claudeir Gomes Silva UNOESTE
  • Daniel Moretto Gonçalves Autônomo
  • Antenor Scatulin Neto Scatulin Neto Autônomo
  • Carlo Henrique Zanchetta Maratti Autônomo
  • Carlos Sérgio Tiritan UNOESTE

Palavras-chave:

Altura da forragem, irrigação, massa de forragem, nitrogênio, Panicum

Resumo

O capim Mombaça (Panicum maximum Jacq.) é considerado uma das forrageiras tropicais mais produtivas à disposição dos pecuaristas sendo que o uso de adubação nitrogenada associado a irrigação pode aumentar a produtividade das plantas . Para tanto, o objetivo do trabalho foi avaliar o efeito de doses crescentes de nitrogênio em capim Mombaça irrigado em relação à altura de corte, produção de massa verde e seca e porcentagem de proteína bruta nas folhas. O experimento foi conduzido na Chácara da Zootecnia do Campus II da Universidade do Oeste Paulista – UNOESTE, situada no município de Presidente Prudente/SP. O experimento foi conduzido, iniciando-se no início de verão (novembro). Para realização do experimento foram utilizados 3.480m2 de área com o capim Mombaça já implantado. O experimento constou de 6 tratamentos (Doses de Nitrogênio) em delineamento em blocos casualizados que foram distribuídas em 4 blocos de 870m2, com seis parcelas de 145m2 (1 repetição por bloco) sendo irrigadas com aspersores tipo canhão com lâmina de água de 21 mm semanal (3 mm por dia). Os tratamentos utilizados no experimento foram: T1 (Testemunha 0 kg por hectare de Nitrogênio (N)), T2 (50 kg de N por hectare na forma de ureia), T3 (100 kg de N por hectare), T4 (200 kg de N por hectare), T5 (300 kg de N por hectare) e T6 (400 kg de N por hectare). A aplicação do N foi realizada a lanço manualmente sendo as doses distribuídas a cada 30 dias (período de descanso do capim utilizado) proporcionalmente aos tratamentos utilizados. Houveram diferenças significativas para a Produtividade de Massa verde (MV), Massa seca (MS) e Proteína Bruta (PB) em função dos cortes utilizados em função da dosagens de N. Para a produção acumulada de MV e MS, foram diferentes os valores em relação a todos as dosagens utilizadas sendo superior a dosagem de 400 kg de N por hectare. Para a produtividade de PB, foram superiores os tratamentos de 300 e 400 kg de N. A utilização da dosagem de 300 kg de nitrogênio por hectare em pastagem de capim Mombaça irrigado proporcionou melhores produtividades de massa verde, bem como melhores teores de proteína bruta da parte aérea e produtividade dos mesmos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marco Aurélio Factori, UNOESTE

Produção, Nutrição e Manejo de Ruminantes - Sistemas de Produção

Downloads

Publicado

2018-02-08

Como Citar

Factori, M. A., Silva, P. C. G., Gonçalves, D. M., Scatulin Neto, A. S. N., Maratti, C. H. Z., & Tiritan, C. S. (2018). PRODUTIVIDADE DE MASSA DE FORRAGEM E PROTEÍNA BRUTA DO CAPIM MOMBAÇA IRRIGADO EM FUNÇÃO DA ADUBAÇÃO NITROGENADA. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 13(3), 49–57. Recuperado de https://revistas.unoeste.br/index.php/ca/article/view/1882

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>