OVINOCULTURA LEITEIRA NO BRASIL: ASPECTOS E FATORES RELACIONADOS À COMPOSIÇÃO, AO CONSUMO E À LEGISLAÇÃO

Autores

  • Ivandre Antonio Merlin Junior Unopar Universidade Norte do Paraná
  • Renan Grecco Costa Unopar Universidade Norte do Paraná
  • Ligia Grecco Costa Unopar Universidade Norte do Paraná
  • Agostinho Ludovico Unopar Universidade Norte do Paraná
  • Fabiola Cristiane de Almeida Rego Unopar. Universidade Norte do Paraná
  • Lina Casale Aragon-Alegro Universidade Norte do Paraná
  • Elsa Helena Walter de Santana Unopar Universidade Norte do Paraná

Palavras-chave:

características, físico-químico, leite de ovelha, microbiologia, parâmetros.

Resumo

Ao longo dos últimos anos a ovinocultura leiteira vem ganhando espaço no mercado internacional e nacional brasileiro. Sua exploração mostra-se bastante vantajosa e rentável, visto que, o leite de ovelha carrega consigo características tecnológicas importantes para a indústria de alimentos. Seu elevado potencial de ser transformado em derivados lácteos, que agregam alta qualidade nutricional, atrai investidores e consumidores. As altas concentrações de sólidos totais presentes no leite de ovelha permitem a formulação de queijos, iogurtes e manteigas, de rentabilidade superior a de outras espécies. Fatores como a raça, a alimentação, a estação do ano, o estágio de lactação e o estado sanitário são variáveis que influenciam diretamente na composição do leite de ovelha. No Brasil, ainda não existe legislação específica para controle da qualidade do leite de ovinos, o que demonstra a necessidade de sua criação. São poucos os estudos brasileiros que caracterizam a composição e qualidade do leite de ovelha produzido no Brasil, sendo assim, importante o estudo das suas características e fatores que determinam sua composição. Este trabalho tem como objetivo projetar um delineamento da ovinocultura leiteira brasileira, com enfoque nos aspectos da legislação, da composição e da qualidade do leite.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Ivandre Antonio Merlin Junior, Unopar Universidade Norte do Paraná
    Mestre em Ciência e Tecnologia do Leite e Derivados. Universidade Norte do Paraná
  • Renan Grecco Costa, Unopar Universidade Norte do Paraná
    Discente do curso de Biomedicina. Unopar Universidade Norte do Paraná
  • Ligia Grecco Costa, Unopar Universidade Norte do Paraná
    Discente do curso de Biomedicina. Unopar Universidade Norte do Paraná
  • Agostinho Ludovico, Unopar Universidade Norte do Paraná
    Docente do Mestrado em Ciência e Tecnologia do Leite e Derivados. Universidade Norte do Paraná
  • Fabiola Cristiane de Almeida Rego, Unopar. Universidade Norte do Paraná
    Docente do Mestrado em Saúde e Produção de Ruminantes. Universidade Norte do Paraná
  • Lina Casale Aragon-Alegro, Universidade Norte do Paraná
    Docente do Mestrado em Ciência e Tecnologia do Leite e Derivados. Universidade Norte do Paraná
  • Elsa Helena Walter de Santana, Unopar Universidade Norte do Paraná
    Docente do Mestrado em Ciência e Tecnologia do Leite e Derivados. Universidade Norte do Paraná

Downloads

Publicado

2016-08-31

Edição

Seção

Revisão Bibliográfica

Como Citar

OVINOCULTURA LEITEIRA NO BRASIL: ASPECTOS E FATORES RELACIONADOS À COMPOSIÇÃO, AO CONSUMO E À LEGISLAÇÃO. (2016). Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 11(2), 38-53. https://revistas.unoeste.br/index.php/ca/article/view/1053

Artigos Semelhantes

1-10 de 499

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >>