PREVALÊNCIA DAS MALOCLUSÕES EM CRIANÇAS PRÉ-ESCOLARES NO MUNICÍPIO DE LAVRINHAS, SP

Autores

  • Eduardo César Werneck Instituto de Ensino e Pesquisa de Cruzeiro
  • Fernanda Silva Mattos Instituto de Ensino e Pesquisa de Cruzeiro
  • Márcio Garcia da Silva Instituto de Ensino e Pesquisa de Cruzeiro
  • Renata Falchete do Prado Escola Superior de Cruzeiro Prefeito Hamilton Vieira Mendes
  • Gustavo Lopes Carvalho Instituto de Ensino e Pesquisa de Cruzeiro
  • Adriano Marotta Araújo Faculdade de Odontologia de São José dos Campos - UNESP

Palavras-chave:

ortodontia preventiva, maloclusão, epidemiologia

Resumo

O objetivo deste trabalho foi verificar a prevalência das maloclusões em crianças pré-escolares, das escolas de Lavrinhas/SP, para se conhecer os problemas ortodônticos mais frequentes, permitindo uma orientação adequada. Exames clínicos de 257 crianças foram realizados através da visualização dos arcos dentários em oclusão, relacionando-os aos critérios adotados para classificar as oclusões normais, os problemas transversais, verticais, sagitais e de espaço. Os dados obtidos foram tabulados e submetidos à análise estatística descritiva (%) e teste de correlação de Pearson (5%). Um alto índice de maloclusão (91,05%) foi encontrado além de correlação negativa (-0,189) e estatisticamente significante (0,002) entre cárie e diastema, e entre ausência de maloclusão e cáries (-0,668/p=0,000); e correlação positiva (0,418) e estatisticamente significante entre Classe II e mordida aberta (0,000), atresia e mordida cruzada (0,425/p=0,000); atresia, mordida cruzada e mordida aberta (0,235/p=0,000) e Classe II, mordida aberta, atresia e cruzamento (0,443/p=0,000). Os resultados demonstraram a necessidade de instituição de tratamento ortodôntico, além de orientações adequadas de higienização, nutrição e da remoção de hábitos parafuncionais. A integralização da ortodontia nos serviços públicos de saúde é importante e, quando iniciada em fase precoce, possui custos mais baixos viabilizando um possível tratamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo César Werneck, Instituto de Ensino e Pesquisa de Cruzeiro

Mestre em Ortodontia - Unicid Coordenador do Instituto de Ensino e Pesquisa de Cruzeiro (IEPC)

Fernanda Silva Mattos, Instituto de Ensino e Pesquisa de Cruzeiro

Especialista em Ortodontia - IEPC Professora do curso de aperfeiçoamento - IEPC

Márcio Garcia da Silva, Instituto de Ensino e Pesquisa de Cruzeiro

Especialista em Ortodontia - CTA Professor do curso de especialização - IEPC

Renata Falchete do Prado, Escola Superior de Cruzeiro Prefeito Hamilton Vieira Mendes

Doutora em patologia FOSJC - UNESP Professora de Patologia do Departamento de Fisioterapia da Escola Superior de Cruzeiro Prefeito Hamilton Vieira Mendes

Gustavo Lopes Carvalho, Instituto de Ensino e Pesquisa de Cruzeiro

Mestre em endodontia - UNITAU Aluno de especialização em ortodontia -IEPC

Adriano Marotta Araújo, Faculdade de Odontologia de São José dos Campos - UNESP

Professor assistente doutor da Faculdade de Odontologia de São José dos Campos – UNESP

Publicado

2012-06-28

Como Citar

Werneck, E. C., Mattos, F. S., da Silva, M. G., do Prado, R. F., Carvalho, G. L., & Araújo, A. M. (2012). PREVALÊNCIA DAS MALOCLUSÕES EM CRIANÇAS PRÉ-ESCOLARES NO MUNICÍPIO DE LAVRINHAS, SP. Colloquium Vitae. ISSN: 1984-6436, 3(2), 27-33. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/cv/article/view/603

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##