ANÁLISE HISTOPATOLÓGICA DO EPITÉLIO RENAL EM CAMUNDONGOS EXPOSTOS À INALAÇÃO DO HERBICIDA ÁCIDO 2,4 DICLOROFENOXIACÉTICO

Autores

  • Maria Fernanda Minzoni Malatrasi Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Maria Gabriela Tamanini Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Fabíola de Azevedo Mello Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Gabriela Vidotto Cavalieri Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Débora Tavares de Resende e Silva Universidade Federal Fronteira do Sul – UFFS, Chapecó, SC
  • Ana Karina Marques Salge Universidade Federal de Goiás – UFG, Goiânia, GO
  • Thiago Milani da Costa Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Abel Gomes de Pinheiro Neto Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Bruna Maria Casachi Bernardes de Melo Carapeba Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Renata Calciolari Rossi UNOESTE

Resumo

Um dos herbicidas mais usados no Brasil, Ácido 2,4-diclorofenoxiacético (2,4-D), possui grau III de periculosidade. Sua excreção é principalmente renal, o que pode acarretar danos a esse sistema. O objetivo do presente estudo foi avaliar as possíveis alterações histopatológicas em rins de camundongos da linhagem Swiss causadas pela exposição ao Ácido 2,4-diclorofenoxiacético. Para o experimento foram utilizados 80 camundongos Swiss adultos machos divididos em grupos, sendo esses, então, expostos ao herbicida. Após a eutanásia e autópsia, foram retirados os rins, e analisados histologicamente. O resultado obtido da análise estatística da área tubular e área da luz renal, juntamente com trabalhos já publicados, demonstraram que existe pouca evidência cientifica que mostre potencial inflamatório e/ou mutagênico da exposição aguda ao ácido 2,4-diclorofenoxiacético, porém, alterações podem existir levando-se em conta uma exposição crônica ao herbicida, logo, é necessário o desenvolvimento de mais pesquisas para futuros esclarecimentos e tomadas de decisões.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata Calciolari Rossi, UNOESTE

Doutora em Patologia Geral pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro Mestre em Patologia Geral pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro Especialista em Saúde Coletiva pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro Fisioterapeuta pela Universidade de Uberaba Professora de Patologia Geral e Patologia dos Órgãos e Sistemas no curso de Medicina na UNOESTE Professora de Metodologia da Pesquisa Científica no curso de Fisioterapia na UNOESTE

Publicado

2020-04-23

Como Citar

Fernanda Minzoni Malatrasi, M. ., Gabriela Tamanini, M. ., Mello, F. de A., Cavalieri, G. V., Resende e Silva, D. T. de, Salge, A. K. M., Costa, T. M. da, Pinheiro Neto, A. G. de, Carapeba, B. M. C. B. de M., & Rossi, R. C. (2020). ANÁLISE HISTOPATOLÓGICA DO EPITÉLIO RENAL EM CAMUNDONGOS EXPOSTOS À INALAÇÃO DO HERBICIDA ÁCIDO 2,4 DICLOROFENOXIACÉTICO. Colloquium Vitae. ISSN: 1984-6436, 12(1), 68-76. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/cv/article/view/3314

Edição

Seção

Artigos Originais

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##