PRESENÇA DE ORTOREXIA NERVOSA EM ESTUDANTES DE EDUCAÇÃO FÍSICA E NUTRIÇÃO

  • MAYARA RODRIGUES DA SILVA
  • Paula Lima Fernandes Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE

Resumo

O objetivo do estudo foi avaliar a presença de ortorexia nervosa em estudantes de graduação de nutrição e educação física e sua relação com o uso de redes sociais. Trata-se de um estudo transversal, o qual incluiu graduandos de nutrição e educação física da Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, de ambos os sexos, maiores de 18 anos, que concordaram com o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Foi utilizado o questionário Orto-15 para avaliação de comportamentos característicos de ortorexia nervosa. Realizou-se também a associação do uso de redes sociais com ortorexia nervosa. Os resultados obtidos mostraram alta prevalência de comportamento ortoréxico (85,1%). A prevalência foi maior no curso de educação física (53,3%), que tem maioria de alunos do sexo masculino. No curso de nutrição, a prevalência foi de 46,7%. Não houve associação da ortorexia com uso de redes sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-02-18
Como Citar
RODRIGUES DA SILVA, M., & Lima Fernandes, P. (2020). PRESENÇA DE ORTOREXIA NERVOSA EM ESTUDANTES DE EDUCAÇÃO FÍSICA E NUTRIÇÃO . Colloquium Vitae. ISSN: 1984-6436, 12(1), 45-51. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/cv/article/view/3313
Seção
Artigos Originais