O PROCESSO DE ENFERMAGEM APLICADO AO PACIENTE COM FISSURA DE LÁBIO E/OU PALATO: REVISÃO INTEGRATIVA

Autores

  • Argemiro Alves da Silva Junior Unoeste
  • Caroline Brandão Pires de Almeida

Resumo

As fissuras labiopalatinas são malformações ocasionadas a partir da não junção ou
da junção incompleta dos ossos faciais durante a vida embrionária e estão entre as anomalias
congênitas mais comuns e se originam entre a 4ª e a 12ª semana, sendo a fissura labial mais comum
até a 8ª semana e a palatina até a 12ª de gestação. Objetivo: identificar os diagnósticos e
intervenções de enfermagem aplicados a pacientes portadores de fissura labiopalatina, descritos
na literatura. Metodologia: O estudo apresentado consiste em uma revisão da literatura do tipo
Scoping Review de acordo com a metodologia proposta pelo Joanna Briggs Institute (JBI),
exploratório. Estabeleceu-se como critérios de inclusão: artigos escritos em inglês e português;
estudos de caráter quantitativo e qualitativo e estudos que abordassem diagnósticos e intervenções
de enfermagem ao paciente portador de fissura labiopalatina. Resultados: Foram incluídos, na
scoping review, 5 artigos que respondiam aos critérios de inclusão

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2020-09-22

Como Citar

Alves da Silva Junior, A., & Brandão Pires de Almeida, C. (2020). O PROCESSO DE ENFERMAGEM APLICADO AO PACIENTE COM FISSURA DE LÁBIO E/OU PALATO: REVISÃO INTEGRATIVA. Colloquium Vitae. ISSN: 1984-6436, 12(2), 80-86. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/cv/article/view/3234