ABORDAGEM ODONTOLÓGICA EM PACIENTE PORTADOR DE LEUCEMIA LINFOIDE AGUDA: REVISÃO DE LITERATURA

  • Pricila Trindade Zocante Universidade do Oeste Paulista
  • Pedro Cardiso Silva
  • Arlete Gomes Santos Parizi

Resumo

O objetivo deste estudo foi analisar informações encontradas na literatura, que dissertem sobre a necessidade de avaliações e assistências odontológicas em pacientes portadores de leucemias, para que a equipe multiprofissional possa proporcionar ao paciente uma realidade menos agressiva da doença, seja na fase de preparação, tratamento ou manutenção. O presente estudo foi desenvolvido por meio da análise documental da produção bibliográfica obtida nas seguintes bases de dados: Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), LILACS, MEDLINE,  PubMed e SciELO. A intervenção odontológica reduz a frequência de problemas, minimizando o risco de infecções bucais e complicações associadas. Portanto, a consulta odontológica de um paciente recém-diagnosticado com leucemia deve ser feita o quanto antes, para que haja tempo suficiente para tomar os devidos cuidados antes do início da terapia do câncer. Embora o cirurgião-dentista não sendo responsável pelo tratamento do câncer é importante no tratamento das complicações bucais das doenças e do seus tratamentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-06-15
Como Citar
Zocante, P. T., Silva, P. C., & Santos Parizi, A. G. (2020). ABORDAGEM ODONTOLÓGICA EM PACIENTE PORTADOR DE LEUCEMIA LINFOIDE AGUDA: REVISÃO DE LITERATURA. Colloquium Vitae. ISSN: 1984-6436, 12(2), 12-18. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/cv/article/view/2927