FIBROADENOMA JUVENIL GIGANTE EM PACIENTE HEBIÁTRICO: RELATO DE CASO

  • Isabella Figueiredo Dias Universidade do Oeste Paulista
  • Leonado Gomes Baldoino
  • Herbert Hornig
  • Gabriel Ishibashi Tatibana Kazuo
  • Samira Monteiro Martins
  • Rafael Da Silva Sá

Resumo

O fibroadenoma é o tumor de mama mais freqüente em mulheres entre 10 a 20 anos,  sendo uma neoplasia caracteriza-se por uma multiplicação benigna com crescimento rápido e geralmente em forma de nódulo único. Foi realizado um estudo de relato de caso clínico de uma menina de 12 anos e 7 meses de idade, a qual apresentava uma tumoração em mama esquerda, ocupando toda a sua extensão. A apresentação gigante ocorre quando o tumor for maior que 5cm ou 500g ou quando ocupa pelo menos 80% da mama é considerado um fibroadenoma juvenil gigante. A escolha da extirpação cirúrgica tumoral é a melhor opção tanto de diagnóstico quanto de tratamento, devido à necessidade de avaliação patológica. É um quadro que necessita de atenção, pois tem a característica de mimetizar outras patologias, além de ter uma evolução muito rápida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isabella Figueiredo Dias, Universidade do Oeste Paulista

Área Médica

Rafael Da Silva Sá

 

 

Publicado
2020-07-13
Como Citar
Dias, I. F., Baldoino, L. G., Hornig, H., Kazuo, G. I. T., Martins, S. M., & Sá, R. D. S. (2020). FIBROADENOMA JUVENIL GIGANTE EM PACIENTE HEBIÁTRICO: RELATO DE CASO. Colloquium Vitae. ISSN: 1984-6436, 12(2), 42-46. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/cv/article/view/2859