CORRELAÇÃO ENTRE OBESIDADE/SOBREPESO E PRESSÃO ARTERIAL ELEVADA EM ESCOLARES DE UMA CIDADE DO INTERIOR DE SÃO PAULO

  • Marcelo José Alves Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Victor Hugo Santos Zangirolamo Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Carlos Augusto Carvalho Filho Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Everton Alex Carvalho Zanuto Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Diane de Vasconcelos Barrionuevo Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Rômulo de Araújo Fernandes Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE

Resumo

O exercício físico é uma alternativa não farmacológica para agir sobre os indicadores da síndrome metabólica (SM). O treinamento resistido funcional (TRF) recruta maior número de grupos musculares o que pode acarretar maior gasto energético. Portanto, o objetivo desse estudo foi analisar a correlação entre a taxa metabólica basal (TMB) e a variabilidade da frequência cardíaca (VFC) no TRF em indivíduos com SM.  O estudo foi um ensaio clínico não randomizado, composto de 32 indivíduos com SM que foram divididos em grupo treinamento resistido funcional (GTRF) e grupo controle (GC). A VFC foi coletada com um cardiofrequencímetro sendo selecionados os índices vagais e para a análise da TMB foi utilizado a bioimpedância. Foi observado correlação para o índice HF com a TMB somente antes do TRF. Portanto, não existe correlação significativa entre os índices vagais e a TMB em indivíduos com SM após a realização do TRF.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-04-26
Como Citar
José Alves, M., Hugo Santos Zangirolamo, V., Augusto Carvalho Filho, C., Alex Carvalho Zanuto, E., de Vasconcelos Barrionuevo, D., & de Araújo Fernandes, R. (2019). CORRELAÇÃO ENTRE OBESIDADE/SOBREPESO E PRESSÃO ARTERIAL ELEVADA EM ESCOLARES DE UMA CIDADE DO INTERIOR DE SÃO PAULO. Colloquium Vitae. ISSN: 1984-6436, 11(1), 51-56. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/cv/article/view/2839
Seção
Artigos Originais

Outros artigos do(s) mesmo(s) autor(es)