FATORES DESENCADEANTES DE CRANIOSSINOSTOSE: UM ESTUDO DA ARTE SOBRE O CONHECIDO E O NOVO PRESENTE NA LITERATURA

  • Matheus Henrique de Souza UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA
  • Larissa Gasquez Magnesi UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA
  • Janete Caprioli Carrocini UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA
Palavras-chave: etiologia, craniossinostose, crânio, suturas, fisiopatologia

Resumo

Craniossinostose (CS) é um distúrbio na qual uma ou mais suturas da calvaria se fundem prematuramente, o que limita o crescimento do osso local, acarretando em crânios anômalos. Este estudo tem como objetivo expor à população, através de citações e discussões, os fatores causais da CS, visando promover uma autonomia dos indivíduos, através de um maior conhecimento do assunto, pretendendo assim abrir caminhos para a elaboração de ações que objetivam diminuir a incidência desta comorbidade. Foi realizada uma revisão de artigos publicados somente em inglês e foram associados à CS fatores genéticos, teratógenos, tabagismo durante gestação, idade parental avançada, níveis educacionais dos pais, uso de antidepressivos na gestação, estimulação pelos hormônios da tireóide, terapia com metotrexato, condições metabólicas e ingestão de certos nutrientes, expondo os mecanismos para a formação desta patogenia. O conhecimento dos fatores causais se torna fundamentais para a definição de estratégias visando diminuir a incidência de CS.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-06-18
Como Citar
de Souza, M., Magnesi, L., & Carrocini, J. (2018). FATORES DESENCADEANTES DE CRANIOSSINOSTOSE: UM ESTUDO DA ARTE SOBRE O CONHECIDO E O NOVO PRESENTE NA LITERATURA. Colloquium Vitae. ISSN: 1984-6436, 10(2). Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/cv/article/view/1606