AVALIAÇÃO AUDIOLÓGICA EM CAMINHONEIROS

Autores

  • Patrícia Arruda de Souza Alcarás Universidade do Oeste Paulista
  • Nayara Gisele de Aguiar Menezes Universidade do Oeste Paulista
  • Meire Aparecida Judai Universidade do Oeste Paulista

Palavras-chave:

audição, perda auditiva, motoristas

Resumo

O estudo objetivou analisar os achados audiológicos em motoristas de caminhão, bem como analisar os sintomas auditivos e extra-auditivos presentes nesta população. A amostra foi composta por nove motoristas de caminhão do sexo masculino. A coleta dos dados deu-se pela entrevista fonoaudiológica e avaliação audiológica básica. Os resultados revelaram que a presença de zumbido, a dificuldade para entender a conversação e o incômodo a sons intensos foram os sintomas auditivos mais relatados. Já os extra-auditivos, o nervosismo foi o mais relatado. Quanto aos achados audiológicos, 88,88% apresentou média tritonal dentro dos padrões da normalidade. Entretanto, observou-se queda do limiar auditivo nas frequências de 3000, 4000 e 6000 Hz, sugerindo perda auditiva por exposição a ruído. Mediante aos achados, acredita-se ser necessário desenvolver ações de prevenção, visando melhores condições de trabalho nesta classe de trabalhadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patrícia Arruda de Souza Alcarás, Universidade do Oeste Paulista

Faculdade de Ciências da Saúde - Curso de Fonoaudiologia de Presidente Prudente - SP

Nayara Gisele de Aguiar Menezes, Universidade do Oeste Paulista

Faculdade de Ciências da Saúde - Curso de Fonoaudiologia de Presidente Prudente - SP

Meire Aparecida Judai, Universidade do Oeste Paulista

Faculdade de Ciências da Saúde - Curso de Fonoaudiologia de Presidente Prudente - SP

Publicado

2017-01-12

Como Citar

Alcarás, P. A. de S., Menezes, N. G. de A., & Judai, M. A. (2017). AVALIAÇÃO AUDIOLÓGICA EM CAMINHONEIROS. Colloquium Vitae. ISSN: 1984-6436, 8(2), 17-26. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/cv/article/view/1379

Edição

Seção

Artigos Originais