AVALIAÇÃO DE CONSERVAÇÃO DA VIABILIDADE DE STAPHYLOCOCCUS AUREUS E ESCHERICHIA COLI SOB INFLUÊNCIA DE FLUÍDOS BIOLÓGICOS EM SUPERFÍCIES SECAS

Autores

  • Deigilam Cestari Esteves Universidade do Oeste Paulista, UNOESTE
  • Heberth Paulo dos Santos Silva Universidade do Oeste Paulista, UNOESTE
  • Kerolin Suelen Vieira Rodrigues Pinto Universidade do Oeste Paulista, UNOESTE
  • Bruno Lima Sonvesso Universidade do Oeste Paulista, UNOESTE
  • Rogéria Keller Universidade do Oeste Paulista, UNOESTE
  • Marcus Vinicius Pimenta Rodrigues Universidade do Oeste Paulista, UNOESTE

Palavras-chave:

bactéria, adaptação, multiresistência, fluído biológico, viabilidade

Resumo

As bactérias podem constituir a microbiota de diversos seres, incluindo o homem. Com o avanço tecnológico, o estresse causado aos seres, levou a necessidade de adaptação dos mesmos. No caso das bactérias, essa adaptação é perceptível em pouco tempo, uma vez que seu ciclo biológico é curto. Um desequilíbrio nas relações entre homens e bactérias, pode levar a problemas na integridade da saúde do hospedeiro, como infecções ambientais e hospitalares causadas por bactérias multiresistentes com índices crescentes nos últimos anos, manifestando-se com alta morbidade e mortalidade. Pesquisas recentes evidenciam que as bactérias demonstram um perfil de sobrevivência, não cultivo, em superfícies secas de modo a manter a sua virulência quando expostas a fluidos biológicos. O objetivo desse estudo foi documentar através de análises laboratoriais a capacidade de sobrevivência das principais bactérias de interesse médico em superfícies abióticas. Tendo o fluído biológico sangue permitido viabilidade por maior tempo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcus Vinicius Pimenta Rodrigues, Universidade do Oeste Paulista, UNOESTE

Faculdade de Ciências da Saúde

Publicado

2015-05-22

Como Citar

Esteves, D. C., Silva, H. P. dos S., Pinto, K. S. V. R., Sonvesso, B. L., Keller, R., & Pimenta Rodrigues, M. V. (2015). AVALIAÇÃO DE CONSERVAÇÃO DA VIABILIDADE DE STAPHYLOCOCCUS AUREUS E ESCHERICHIA COLI SOB INFLUÊNCIA DE FLUÍDOS BIOLÓGICOS EM SUPERFÍCIES SECAS. Colloquium Vitae. ISSN: 1984-6436, 6(2), 31-42. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/cv/article/view/1193

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##