O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao Editor".
  • Os arquivos para submissão estão em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF (desde que não ultrapassem 2MB)
  • URLs para as referências foram informadas quando necessário.
  • O texto está em espaço simples; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento, como anexos.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na seção Sobre a Revista.
  • A identificação de autoria do trabalho foi removida do arquivo e da opção Propriedades no Word, garantindo desta forma o critério de sigilo da revista, caso submetido para avaliação por pares (ex.: artigos), conforme instruções disponíveis em Assegurando a Avaliação Cega por Pares.

Diretrizes para Autores

Diretrizes para Autores

Colloquium Vitae

A Colloquium Vitae é um periódico de divulgação científica da Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE), cujo objetivo é atender a comunidade acadêmica das diversas instituições nacionais e internacionais.

A Colloquium Vitae é uma publicação com periodicidade quadrimestral em versão eletrônica (online) completa, para livre acesso disponível na página da UNOESTE (http://journal.unoeste.br/index.php/cv), onde são realizadas também as submissões de artigos.

O título Colloquium Vitae, sem abreviações, deve ser usado em referências, bibliografias, legendas bibliográficas e notas de rodapé. 


Normas para autores

A Colloquium Vitae aceita contribuições das diversas subáreas das Ciências da Saúde e Ciências Biológicas, nas seguintes categorias: (1) Artigo original, (2) Artigo de revisão, (3) Estudo de caso clínico, (4) Perspectiva, (5) Carta ao editor. Todos devem ser concisos e consistentes no estilo.

Os artigos devem ser redigidos em português ou inglês e estar de acordo com as instruções abaixo, as quais estão baseadas nas orientações do Comitê Internacional dos Editores de Revistas Médicas - International Committee of Medical Journal Editors (ICMJE, http://www.icmje.org), também conhecido como Normas de Vancouver.


Submissão dos artigos

A submissão de artigos deverá ser realizada por meio eletrônico (Plataforma SEER – Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas) no endereço http://journal.unoeste.br/index.php/cv.

Ao submeter um artigo para a Colloquium Vitae, deve ser preenchida, assinada e anexada a carta de submissão (download). Os autores automaticamente declaram estar cientes e de acordo com as seguintes condições:
- O artigo é original, não incorre em plágio e não está sendo e nem será submetido para publicação em outros periódicos enquanto estiver sob avaliação da Colloquium Vitae.
- Os autores são responsáveis pela veracidade das informações, pela correção ortográfica e gramatical e pelas adequações às normas da Colloquium Vitae. As ideias e os conceitos emitidos representam unicamente as opiniões do(s) autor(es);
- Todos os autores concordam com a publicação do artigo e declaram que não há conflito de interesses de qualquer natureza;
- Em caso de aprovação, os autores cedem automaticamente os direitos autorais de publicação do artigo para a Colloquium Vitae, a qual segue a política de livre acesso ao conteúdo do Public Knowledge Project, utilizando o Open Journal System (OJS).

O texto e tabelas do artigo devem estar no formato MS Word (.doc ou .docx), os gráficos no formato MS Exel (.xls; .xlsx ou equivalente) e as figuras, fotos e desenhos esquemáticos no formado (.jpg ou .jpeg) com seus títulos e legendas já inseridos em seus respectivos locais no texto. Ver mais detalhes no item Resultados.

Para melhor adequação gramatical, os editores recomendam a procura de um profissional para realizar a revisão ortográfica, gramatical e linguística. O contato e contratação dos serviços devem ser realizados pelos próprios autores antes da submissão do artigo.

Também, para melhor adequação da análise estatística e apresentação dos resultados, os editores recomendam a procura de um profissional para orientações e realização das análises. O contato e contratação dos serviços devem ser realizados pelos próprios autores antes da submissão do artigo.


Elaboração dos Manuscritos

1. Artigo original
É uma contribuição científica destinada a divulgar resultados inéditos de pesquisa que não tenha sido publicada ou submetida em outros meios de divulgação.
O artigo deve ser digitado em coluna simples, usando fonte Calibri 12, espaçamento 1,5 entre linhas, formatado em papel A4 (212 x 297 mm) com 2,0 cm de margens e tabulação de 1,25 cm para marcação do início de cada parágrafo. Deve ter a extensão máxima de 20 páginas (da capa às referências) e conter as seguintes seções separadas entre si por três linhas: Títulos, Resumo e Palavras-chave, Abstract e Keywords, Texto completo, incluindo tabelas e figuras com seus respectivos títulos e legendas, Agradecimentos e Conflito de Interesse, Referências. As páginas devem ser numeradas consecutivamente.

Título
Todos os títulos devem ser escritos em letras minúsculas (exceção a primeira letra), negrito e estar alinhados à esquerda.
Título do artigo em português com até 20 palavras
Título em inglês com até 20 palavras
Título abreviado com até 6 palavras 

Nesta página, e também ao longo do artigo, não devem ser colocados nomes dos autores e afiliação institucional, nem qualquer referência ao endereço ou e-mail dos autores. A identificação dos autores e de suas afiliações institucionais é realizada no momento do cadastramento e submissão do artigo no Sistema (metadados). 

Resumo e Abstract
Em seguida aos títulos deve ser colocado o Resumo não estruturado em parágrafo único, espaçamento 1,0 entre linhas, com até 150 palavras, contendo a síntese do Objetivo, Métodos, Resultados e Conclusões (estes subtítulos não devem ser escritos). Logo abaixo do Resumo devem ser fornecidas cinco Palavras-chave, em letras minúsculas e separadas por vírgula, para a indexação.

Em seguida ao Resumo, colocar o Abstract também não estruturado em parágrafo único, espaçamento 1,0 entre linhas, com até 150 palavras, sendo a tradução fiel do resumo para o idioma inglês. Logo abaixo do Abstract devem ser fornecidas cinco Keywords correspondentes às Palavras-chave do Resumo.

As Palavras-chave e Keywords devem estar de acordo com os padrões do Index Medicus, que podem ser consultados no endereço eletrônico: http://decs.bvs.br/

Texto
Deve ser dividido nas seguintes seções: (A) Introdução (inclua o objetivo no último parágrafo), (B) Métodos, (C) Resultados e (D) Discussão (inclua a conclusão no último parágrafo). Esses subtítulos devem ser escritos em negrito apenas com a primeira letra maiúscula. As letras sequenciais (A, B etc) não devem ser escritas.

A. Introdução e objetivo: deve conter uma revisão sucinta do assunto, que seja suficiente para sua contextualização. Também uma justificativa com a relevância científica do estudo e o objetivo, no último parágrafo. Deve-se evitar a inclusão de resultados ou conclusões do estudo nesta seção. 

B. Métodos: deve conter uma descrição dos sujeitos (pacientes) ou modelo experimental empregado (animais de laboratório) com indicação de que o estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Instituição de Pesquisa ou do Hospital onde o estudo foi realizado, seguindo as orientações do Conselho Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP) baseadas na Declaração de Helsinque e nos Princípios Éticos na Experimentação Animal do Colégio Brasileiro de Experimentação Animal (Cobea) e do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV). Artigos envolvendo utilização de organismos geneticamente modificados devem apresentar o parecer do Comitê de Biossegurança ao qual foi submetido.

Deve conter também a descrição dos métodos empregados, citando os principais aparelhos e equipamentos utilizados (com nome do fabricante e/ou origem do material entre parênteses) com detalhes técnicos suficientes dos procedimentos que possam permitir a reprodução do estudo apresentado. Métodos amplamente estabelecidos podem ser apenas mencionados, desde que estejam acompanhados da citação da referência com sua descrição detalhada. O tipo de análise realizada nos dados, assim como os métodos estatísticos empregados, devem ser descritos com detalhes suficientes para permitir a avaliação da adequação, de acordo com os objetivos e metodologia propostos.

C. Resultados: devem ser apresentados em sequência lógica no texto, enfatizando somente as observações importantes e evitando a repetição de dados apresentados em tabelas ou figuras, as quais devem ser numeradas em sequência com algarismos arábicos e inseridas logo após sua menção no texto. 

Tabelas
Devem ser em MS Word (.doc ou .docx), numeradas e conter um título conciso que dê a ideia clara dos dados que estão sendo apresentados. Cada tabela deve ser apresentada digitada em espaçamento 1,5 entre linhas e suas linhas verticais não devem ficar visíveis. Se houver necessidade de legenda para definição de abreviaturas ou indicação de diferenças estatisticamente significantes (valor de p), deve ser colocada logo abaixo da tabela. 

Figuras
Deve ser utilizada sempre a denominação Figura para gráficos, desenhos esquemáticos e fotos. Devem ser numeradas na sequência de seu aparecimento no texto. O título deve ser colocado imediatamente abaixo, bem como a definição de abreviaturas ou indicação de diferenças estatisticamente significantes (valor de p). Os gráficos devem ser elaborados em MS Exel (.xls; .xlsx ou equivalente). As figuras, fotos e desenhos esquemáticos, após sua preparação original, devem ser convertidos no formato para visualização (.jpg ou .jpeg), como boa definição. Gráficos, desenhos esquemáticos e fotos podem ser coloridas.

Todas as figuras devem ser inseridas em seus locais no texto (juntamente com seus títulos/legendas) e os arquivos devem também ser enviados separados (como material suplementar).
As letras, os números e os símbolos inseridos nas figuras devem ser claros e de tamanho suficiente para serem legíveis, mesmo após redução (se necessária, no layout em duas colunas).

Unidades de medidas: as medidas e as respectivas abreviaturas devem obedecer aos padrões do Sistema Internacional (SI, http://physics.nist.gov/cuu/units). As medidas de comprimento, altura, peso e volume devem ser expressas em unidades do sistema métrico (metro, quilograma, litro) ou seus múltiplos decimais; temperaturas em graus Celsius (ºC); pressão arterial em milímetros de mercúrio (mmHg) e os valores hematimétricos e químicos devem ser fornecidos no sistema métrico tradicional.

D. Discussão e conclusão: deve comentar os aspectos novos e importantes obtidos do estudo em relação às informações disponíveis na literatura mais recente. Deve-se evitar a repetição de resultados ou informações já apresentadas em outras seções. Deve-se também ressaltar as implicações dos achados, suas limitações e recomendações para estudos futuros. No final dessa seção deve haver um parágrafo (sem subtítulo) com uma síntese das conclusões dos autores. 

Agradecimentos e Conflito de Interesse
Nesta seção podem ser incluídos: (i) agradecimentos a pessoas que realizaram contribuições no trabalho, porém que não justifiquem autoria, (ii) agradecimentos a auxílio técnico, financeiro e de material, incluindo auxílio governamental, de laboratórios farmacêuticos, empresas ou instituições.

Deve obrigatoriamente ser incluída uma menção sobre Conflito de Interesse descrevendo colaborações financeiras que possam representar potencial conflito de interesse e/ou declarar a inexistência de conflito de interesse (ver exemplo abaixo) que possa interferir na imparcialidade do trabalho científico.
Declaração a ser colocada quando da inexistência de Conflito de Interesse:
Os autores declaram não haver qualquer potencial conflito de interesse que possa interferir na imparcialidade deste trabalho científico. 

Referências (e citações)
Citações texto
As citações devem ser numeradas na sequência (inclusive citações em tabelas e figuras) em que aparecem no texto, em formato sobrescrito. 

As referências devem ser editadas logo após o final do texto, organizadas de acordo com as orientações do Uniform Requirements for Manuscripts Submitted to Biomedical Journals - Ann Intern Med. 1997;126(1):36-47 (International Committee of Medical Journal Editors - ICMJE, http://www.icmje.org). Também conhecidas como normas de Vancouver. De acordo com a National Library of Medicine (NLM) devem ser relacionados todos os autores se forem em número de até 6. Acima disso, devem ser mencionados os 6 primeiros e usada a expressão latina "et al.". Os títulos dos periódicos devem ser abreviados de acordo com o Index Medicus/Medline (ver List of Journals Indexed in Index Medicus - http://www.nlm.nih.gov/archive/20130415/tsd/serials/lji.html).

Para os artigos que possuem o identificador digital de objetos (DOI - Digital Object Identifier) é obrigatória a inclusão da respectiva identificação no final da referência. Incluir o radical http://dx.doi.org/... seguido pelo número DOI (obtido na página de rosto do artigo), conforme o exemplo abaixo. 
Ex.: DOI http://dx.doi.org/10.1590/S0100-879X2004000700018 (inserir como link ativo).

No link "Como citar este artigo" dos artigos da SciELO já constam os códigos DOI. Seguem abaixo exemplos dos tipos mais comuns de referências.

Artigo de periódico com até seis autores
Silveira LR, Curi R. Regulação do metabolismo de glicose e ácido graxo no músculo esquelético durante o exercício físico. Arq Bras Endocrinol Metab. 2012;56(7):468-469. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302012000700011 

Nici L, ZuWallack RL. Pulmonary rehabilitation: future directions. Clin Chest Med. 2014;35(2):439-444. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/j.ccm.2014.02.015 

Tewari A, Mahendru V, Sinha A, Bilotta F. Antioxidants: The new frontier for translational research in cerebroprotection. J Anaesthesiol Clin Pharmacol. 2014;30(2):160-171. DOI: http://dx.doi.org/10.4103/0970-9185.130001 


Artigo de periódico com mais de seis autores. Citar apenas os seis primeiros, seguidos de et al.
Wright FA, Sullivan PF, Brooks AI, Zou F, Sun W, Xia K et al. Heritability and genomics of gene expression in peripheral blood. Nature Gen. 2014;46(5):430-437. DOI: http://dx.doi.org/10.1038/ng.2951 

Chang Y, Bruni R, Kloss B, Assur Z, Kloppmann E, Rost B et al. Structural basis for a pH-sensitive calcium leak across membranes. Science. 2014;344(6188):1131-1135. DOI: http://dx.doi.org/10.1126/science.1252043 


Livro
Tiidus PM. Skeletal muscle damage and repair. Champaign IL: Human Kinetics; 2008.

DiPiro J, Talbert RL, Yee G, Wells B, Posey LM. Pharmacotherapy: a pathophysiologic approach. 9.ed. New York: McGraw Hill; 2014.


Capítulo de livro
Carpinelli AR. Pâncreas endócrino. In: Curi R, Procópio J. Fisiologia básica. Rio de Janeiro: Guanabara-Koogan, 2009. p.765-777.


Dissertações e teses
Morari J. A fractalkina (CX3CL1) está envolvida nas etapas iniciais de ativação da inflamação no hipotálamo de roedores obesos [tese]. Campinas: Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas, 2014.

Abreu NP. Análise da expressão do fator de transcrição Sf-1 e sua regulação em culturas primárias de adrenal de rato: o papel de Pod-1/TCF21. [dissertação]. São Paulo: Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo, 2013.


Outros exemplos e mais informações em Committee of Medical Journal Editor (http://www.nlm.nih.gov/bsd/uniform_requirements.html)

A exatidão das referências constantes da listagem e a correta citação no texto são de responsabilidade do autor. Todas as páginas de internet (homepages ou endereços URL) citados nas referências devem estar corretos e ativos para permitir o acesso pelos interessados. Trabalhos aceitos, mas ainda não publicados, podem ser incluídos, fornecendo-se o nome do periódico seguido do ano e da informação “no prelo”. Recomendamos a utilização de programas de editoração de referências bibliográfica (por exemplo, EndNote, Reference Manager) selecionando-se a opção de estilo Vancouver.



2. Artigo de revisão
Constitui uma descrição sistematizada e atualizada da literatura sobre determinado assunto, incluindo avaliação crítica discursiva e devendo conter os procedimentos adotados, esclarecendo a delimitação e os limites do tema, e finalizando com conclusões do autor. Os artigos desta categoria podem ser solicitados pelos editores a autores com experiência comprovada na área, porém os autores são encorajados à submissão de artigo de revisão não encomendado, desde que julguem que o artigo possa trazer contribuição científica relevante para a área de conhecimento.

Todas as instruções, informações e formatação detalhadas para Artigo Original são também aplicadas ao Artigo de Revisão.

O texto deve ser organizado em partes com subtítulos, seguido pelos Agradecimentos e pelas Referências. Os Artigos de Revisão não devem ultrapassar 25 páginas, incluindo as referências. A inclusão de ilustrações como tabelas, quadros, gráficos, figuras, desenhos esquemáticos, fotos ou uma combinação destes é recomendada. No caso da utilização de figuras previamente publicadas, deve ser mencionada a fonte, ser solicitada e apresentada a autorização para utilização, cedida pelo periódico da publicação original.


3. Estudo de caso clínico
Seção para publicação de casos clínicos interessantes e que apresentem aspectos originais, curiosos ou não convencionais. Deve descrever os aspectos clínicos, laboratoriais e evolutivos de interesse, devendo estar suficientemente documentados. As instruções, informações e formatação detalhadas para a primeira página, Resumo/Abstract, Palavras-chave/Keywords, Texto, Tabelas e Figuras, Agradecimentos e Referências são as mesmas dos Artigos originais.


4. Perspectivas
Seção cujo propósito é abrir a possibilidade de divulgação de novas ideias e conceitos sobre temas das Ciências da Saúde e Ciências Biológicas, tanto na área básica como na clínica e aplicada. Os artigos podem abordar: (a) ensaios interpretativos que utilizem dados próprios de pesquisa do(a) autor(a) para o desenvolvimento de novas ideias, (b) propostas de pesquisa para estudos colaborativos entre diversos centros, (c) ensaios inovadores que tratem da inter-relação entre as subáreas das Ciências da Saúde ou das Ciências Biológicas. As instruções, informações e formatação detalhadas são as mesmas dos Artigos originais.


5. Carta ao editor
Inclui cartas que visam a comentar ou a discutir artigos recentes publicados na Colloquium Vitae ou relatar resumidamente pesquisas originais ou achados científicos significativos. Não devem ultrapassar 10 páginas, incluindo Agradecimentos e Referências.


Autoria

Todas as pessoas designadas como autores devem responder pela autoria do artigo e ter participado suficientemente do trabalho para assumir responsabilidade pública pelo seu conteúdo. O crédito de autoria deve ser baseado apenas por contribuições substanciais durante: (i) concepção, planejamento, execução, análise e interpretação dos resultados, (ii) redação ou revisão do artigo de forma intelectualmente importante, e (iii) aprovação final da versão a ser publicada. A participação limitada à obtenção de fundos, coleta de dados, supervisão geral ou chefia de um grupo de pesquisa não justifica autoria.

Os conceitos e os fundamentos epistemológicos, os dados, as experiências, as fontes de pesquisa e as conclusões emitidos nos trabalhos assinados são da inteira responsabilidade do(s) autor(es). Os trabalhos submetidos à Colloquium Vitae serão passíveis de revisão linguística por revisores e relatores qualificados pelo Conselho Editorial, sem perda do crédito de autoria e do vínculo de responsabilidade do autor em relação à obra de criação intelectual.


Processo de avaliação

Todos os artigos submetidos à Colloquium Vitae que estiverem de acordo com as “Normas para autores”, com a política editorial da revista e passarem pela análise de plágio são analisados pelo Conselho Editorial quanto ao seu mérito e adequação científica. A partir da aprovação inicial, o artigo é encaminhado aos avaliadores de reconhecida competência no assunto para seu parecer, cujo anonimato é garantido durante todo o processo de julgamento (double blind peer review). As sugestões dos avaliadores são consideradas e a decisão final sobre a aceitação ou rejeição do artigo fica sob responsabilidade dos editores.


Manuscritos aceitos 

Todo o artigo publicado torna-se propriedade da Colloquium Vitae e não poderá ser reproduzido, republicado ou divulgado por meio eletrônico sem autorização. Os autores, após a aceitação do seu artigo para publicação, transferem automaticamente seus direitos autorais (copyright) à Colloquium Vitae. Em virtude deste periódico ser de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.

Por razões editoriais, os editores reservam-se o direito de proceder a pequenas modificações gráficas ou redacionais no texto, sem interferir em seu conteúdo. Os autores ficam cientes das modificações (quando houver) na oportunidade de rever as provas, antes da publicação.



Declaração de privacidade
Os nomes e endereços de e-mail divulgados nesta página devem utilizados exclusivamente para os propósitos da revista, não estando disponíveis para outros fins.


Arquivamento
Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre bibliotecas participantes e permite às bibliotecas criar arquivos permanentes da revista para preservação e restauração. Leia mais...


Itens para verificação de submissão

 Primeira página sem os nomes e nenhuma identificação dos autores;
 Número total de páginas (limite de 20 páginas);
 Número de palavras do título (limite de 20 palavras);
 Número de palavras do título abreviado (limite de 6 palavras);
 Número de palavras do Resumo e Abstract (limite de 150 palavras cada um);
 Listas de cinco Palavras-chave e cinco Keywords logo abaixo do Resumo e Abstract, respectivamente;
 Tabelas e figuras estão inseridas no texto em seus locais corretos;
 Tabelas e Figuras no formato solicitado para envio do(s) arquivo(s) separado(s);
 No item Agradecimentos está colocada a declaração de que não há conflito de interesse;
 Citações no texto estão numeradas (sobrescritas) em ordem de aparecimento;
 Referências estão numeradas e listadas na sequência da citação no texto. Foram incluídos os códigos DOI dos artigos que o possuem.


Política de Acesso Livre
A Colloquium Vitae oferece Acesso Aberto imediato ao seu conteúdo, sem período de embargo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento. Tal acesso está associado a um crescimento da leitura e citação do trabalho de um autor. Para mais informações sobre esta abordagem, visite Public Knowledge Project, projeto que desenvolveu este sistema para melhorar a qualidade acadêmica e pública da pesquisa, distribuindo o Open Journal System (OJS) assim como outros softwares de apoio ao sistema de publicação de acesso público a fontes acadêmicas.


Taxas para submissão e publicação de textos
A Colloquium Vitae, editada pela Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, não cobra nenhuma taxa por textos publicados e tampouco pelos submetidos para avaliação, revisão, publicação, distribuição ou download.
The journal Colloquium Vitae, edited by the Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, does not charge any fee for publishing articles. The editorial board values the policy of free access to information, thus, does not charge any fee for the submission, review, publication, distribution or download of articles.


Declaração de Direito Autoral
Os artigos submetidos à revista Colloquium Vitae estão licenciados conforme CC BY. Para mais informações sobre essa forma de Licenciamento, consulte: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0
A disponibilização é gratuita na Internet, para que os usuários possam ler, fazer download, copiar, distribuir, imprimir, pesquisar ou referenciar o texto integral dos documentos, processá-los para indexação, utilizá-los como dados de entrada de programas para softwares, ou usá-los para qualquer outro propósito legal, sem barreira financeira, legal ou técnica.
1) Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.
2) Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.
3) Autores têm permissão para publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços de e-mail divulgados nesta página devem utilizados exclusivamente para os propósitos da revista, não estando disponíveis para outros fins.