A EFETIVAÇÃO DA DEMOCRACIA REPRESENTATIVA

  • Lucas Ferreira Furlan Universidade do Oeste Paulista –UNOESTE
  • Alessandro Severino Vallér Zenni Centro Universitário de Maringá

Resumo

O artigo inicialmente traçou sucintas considerações quanto à predominância do regime representativo no âmbito dos Estados Modernos. Posteriormente elencou-se a existência do sufrágio universal e dos partidos políticos como principais características delineadoras do modelo representativo. Foram tecidas considerações quanto à forma de exercício do direito de voto, bem como quanto a necessidade do resguardo de mecanismos de participação direta como forma de assegurar-se uma maior qualidade de exercício do voto. Em relação aos partidos políticos foram feitas ponderações pertinentes quanto ao sistema pluripartidarista e sua aplicação na atualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-12-12
Como Citar
Furlan, L. F., & Severino Vallér Zenni, A. (2018). A EFETIVAÇÃO DA DEMOCRACIA REPRESENTATIVA. Colloquium Socialis. ISSN: 2526-7035, 2(1), 01-05. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/cs/article/view/2631