O MODELO GRAVITACIONAL DO TECIDO SOCIAL DO OESTE PAULISTA

  • Alexandre Godinho Bertoncello UNOESTE
  • Iago Santos do Ó Souza Universidade do Oeste Paulista

Resumo

O intuito desse artigo é analisar, preparar e fundamentar a relação de crescimento na região do Oeste Paulista com o conceito do Modelo gravitacional. O contexto do crescimento da região, é fortemente exemplificado nas décadas de 80 e 90, sendo o período utilizado para justificar o enfoque no modelo gravitacional e apresentar suas relações. Modelos gravitacionais são o primeiro passo para definir linhas de trabalhos para o Mechanism design, utilizado para analisar as estruturas. O grupo de pesquisa GDECOR vem trabalhando nesta direção e a meta deste trabalho é compreender qualitativamente como se apresenta o processo da criação de renda e riqueza em regiões do Oeste Paulista e suas relações comerciais internas, exemplificando como os dados são passíveis da aplicação do Modelo. Posteriormente será feito um estudo quantitativo dos principais indicadores da região, o qual deverá ser construído como Modelo gravitacional do Tecido Social do Oeste Paulista, utilizando o software Stata e, contribuindo na elaboração de um modelo de desenvolvimento sócio econômico por meio do Mechanism Design.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-02-04
Como Citar
Bertoncello, A. G., & Santos do Ó Souza, I. (2019). O MODELO GRAVITACIONAL DO TECIDO SOCIAL DO OESTE PAULISTA. Colloquium Socialis. ISSN: 2526-7035, 2(3), 47-52. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/cs/article/view/2621

Outros artigos do(s) mesmo(s) autor(es)