EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA SOCIEDADE DE RISCO

Autores

  • Cristiane Angélica de Paiva Paula

Palavras-chave:

Currículo. Educação Ambiental Crítica. Professor. Processos de Ensino-Aprendizagem. Aluno.

Resumo

A modernidade convive com os riscos de ocorrência de catástrofes ambientais amplas que colocam em dúvidas a continuidade da espécie humana. A crise ambiental não se restringe ao meio ambiente natural, mas é social e de valores, que possui cunho eminentemente político.  Por isso, o objetivo deste estudo foi analisar a mudança de paradigmas que envolve a educação ambiental (EA) em meio a sociedade de risco. A metodologia constou de estudo qualitativo, com foco na pesquisa bibliográfica e descritiva. Os resultados mostraram que há uma contraposição entre EA conservadora e crítica. E assim, conclui-se que a EA crítica fornece maiores subsídios para a construção de uma sociedade que seja efetivamente sustentável.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2017-04-17

Como Citar

Angélica de Paiva Paula, C. (2017). EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA SOCIEDADE DE RISCO. Colloquium Socialis. ISSN: 2526-7035, 1(1), 10-14. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/cs/article/view/1791

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##