SAÚDE MENTAL NA UNIVERSIDADE: A PERSPECTIVA DE UNIVERSITÁRIOS DA PERMANÊNCIA ESTUDANTIL

Autores

  • Luciana Marolla Garcia UNESP
  • Vera Lucia Messias Fialho Capellini UNESP
  • Verônica Lima dos Reis

Palavras-chave:

Palavras-chave: saúde mental, universidade, atendimento psicológico, psicossocial, permanência estudantil.

Resumo

A forma como o aluno universitário se relaciona com a sociedade emocionalmente ou psicossocialmente vem ganhando destaque no mundo contemporâneo, o que tem sido ressaltado em pesquisas de universidades, assim como também tem levado as universidades a um olhar para a saúde mental e emocional dos seus alunos. O objetivo deste estudo foi analisar a opinião de alunos universitários da permanência estudantil sobre como a universidade poderia apoiá-los nas suas vivências psicossociais e saúde mental. Para tanto, o método, quali-quantitativo, envolveu a participação de 140 alunos, na faixa etária entre 17 e 24 anos, cadastrados no Núcleo Técnico de Atenção Psicossocial (NTAPS) da Unesp, Campus de Bauru, no ano de 2018, beneficiários de auxílio de permanência estudantil. O tratamento dos dados ocorreu por meio da análise de conteúdo textual das respostas dos alunos sobre como a universidade lhes poderia apoiar em seus aspectos psicossociais.  Esse conteúdo foi submetido ao software de estatística textual, Iramuteq, que por meio de duas técnicas de análise, apresentou uma nuvem de palavras e uma análise de similitude entre as palavras mais evocadas nos discursos dos alunos. A nuvem de palavras demonstrou graficamente que as palavras mais citadas foram “aluno”, “universidade”, “estar”, “oferecer” e “atendimento psicológico” e a análise de similitude demonstrou as inter-relações entre estas palavras.  Como resultado, obteve-se que os discursos dos alunos convergem para destacar a importância do atendimento psicológico durante o período da universidade, como parte do serviço de assistência estudantil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Referências
ABREU, S.; MIRANDA, A. A. V.; MURTA, S. G. Programas Preventivos Brasileiros: Quem faz e como é feita a prevenção de saúde? Psico-USF, Bragança Paulista, v. 21, n.1, p. 163-177, 2016.

AMARGO, B. V.; JUSTO, A. M. Iramuteq: um software gratuito para análise de dados textuais. Temas em Psicologia, v. 21, n. 2, p. 513-518, 2013.

ANDRADE, A. M. J.; TEIXEIRA, M. A. P. Áreas da política de assistência estudantil: relação com desempenho acadêmico, permanência e desenvolvimento psicossocial de universitários. Avaliação (Campinas), Sorocaba, v. 22, n. 2, p. 512 528, ago. 2017. Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-40772017000200512&lng=pt&nrm=iso>. Acesso: 24 abr. 2019. http://dx.doi.org/10.1590/s1414-40772017000200014.

ASSIS, A. D.; OLIVEIRA, A. G. B. Vida universitária e saúde mental: atendimento às demandas de saúde e saúde mental de estudantes de uma universidade brasileira. Cadernos Brasileiros de Saúde Mental, Florianópolis, v. 2, n. 4-5, p. 159-177, 2010.

BARLEM J. G. T.; LUNARDI, V. L.; BORDIGNON, S. S.; BARLEM, E. L. D.; LUNARDI FILHO, W. D.; SILVEIRA, R. S.; ZACARIAS, C. C. Opção e evasão de um curso de graduação em enfermagem: percepção de estudantes evadidos. Rev Gaúcha Enferm., Porto Alegre (RS), v. 33, n.2, p.132-138, 2012.

BRUFFAERTS, R.; MORTIER, P.; KIEKENS, G.; AUERBACH, R. P.; CUIJPERS, P.; DEMYTTENAERE, K. GREENF, J. G.; NOCK, J. G.; KESSLER, R. C. Mental health problems in college freshmen: Prevalence and academic functioning. Journal of Affective Disorders, v. 225, p. 97-103, 2018.

BUENO, J. M. H; LEMOS, C. G.; TOMÉ, F. A. M. F. Interesses Profissionais de um grupo de estudantes de Psicologia e suas relações com inteligência e personalidade. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 9, n. 2, p. 271-278, mai./ago, 2004. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/pe/v9n2/v9n2a13.pdf> Acesso em: 10 Jan. 2019.

CANOLETTI, B.; SOARES, C. B. Programas de prevenção ao consumo de drogas no Brasil: Uma análise da produção científica de 1991 a 2001. Interface – Comunicação, Saúde e Educação, n.16, p.115-129. 2004. Recuperado de http://www.scielo.br/pdf/icse/ v9n16/v9n16a10

CASTRO, C. A. A pesquisa discente nos cursos de graduação em biblioteconomia e ciência da informação. Transinformação, v.14, n.1, p.49-53, 2002.

CERCHIARI, E. A. N.; CAETANO, D.; FACCENDA, O. Utilização do serviço de saúde mental em uma universidade pública. Psicologia Ciência e Profissão, v. 25, n.2., p. 252-265, 2005.

COSTA, S. G. A permanência na educação superior no brasil: uma análise das políticas de assistência estudantil. In: IX Colóquio Internacional sobre Gestão Universitária na América do Sul, 9., 2009, Florianópolis. Anais... Florianópolis: INPEAU/UFSC, 2009. p. 1-13.

FIGUEIREDO, A. C. Limites para afiliação à vida acadêmica de estudantes de camadas populares no contexto de expansão universitária. Educ. Pesquisa, São Paulo , v. 44, e173462, 2018 . Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-97022018000100312&lng=pt&nrm=iso>. Acesso: 26 abr. 2019. Epub 19-Jul-2018. DOI 10.1590/s1678-4634201844173462

FRAGELLI, T. B. O.; GÜNTHER, I. A. A promoção da saúde na perspectiva social ecológica. Revista Brasileira em Promoção da Saúde, n. 21, v.2, p.151-158, 2008. DOI 10.5020/18061230.2008.p151

FRIEDLANDER, L. J.; REID, G. J., SHUPAK, N.; CRIBBIE, R. Social support, self-esteem, and stress as predictors of adjustment to university among first-year undergraduates. Journal of College Student Development, n. 48, v. 3, p. 259-274, 2007.

GUERRA, L. C. B.; FERNANDES, A. S. A. O processo de Criação do Programa Universidade para Todos (PROUNI), Revista Política Hoje, n. 2, v. 18, p. 281-305, 2009.

HUTS, C. S; BARDAGI, M. P. Indecisão profissional, ansiedade e depressão na adolescência: a influência dos estilos parentais. Psico-USF, Porto Alegre; v. 11, n. 1, p. 65-73, Jan./Jun, 2006. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-82712006000100008> Acesso: 15 Jan. 2019.
LORETO, G. Contribuição do aconselhamento psicológico para a saúde mental dos universitários. Neurobiologia, v. 28, p. 283-296, 1965.

MARQUES, F. Muito além das patentes. Pesquisa FAPESP, n. 197, p. 20-27. 2012. Recuperado de http://revistapesquisa.fapesp.br/2012/07/16/ muito-alem-das-patentes.

O’CONNEL, M. E.; BOAT, T.; WARNER, K. E. Preventing mental, emotional, and behavioral disorders among young people: Progress and possibilities. Washington, DC: The National Academies Press. 2009.

OLIVEIRA, C. T.; DIAS, A. C. C. Dificuldades na trajetória universitária e rede de apoio de calouros e formandos. PSICO, v.45, n.2, p.187-197, abr-jun. 2014.

OLIVEIRA, R. E. C.; MORAIS, A. Vivências acadêmicas e adaptação de estudantes de uma universidade pública federal do Estado do Paraná. R. Educ. Públ. Cuiabá, v. 24, n. 57, p. 547-568, set./dez, 2015. Disponível em: < http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/educacaopublica/article/view/1796/pdf> Acesso: 16 Jan. 2019.
OSSE, C. M. C.; COSTA, I. I. Saúde mental e qualidade de vida na moradia estudantil da Universidade de Brasília. Estudos de Psicologia, Campinas, v. 28, n. 1, pp. 115-122, janeiro/março, 2011. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/estpsi/v28n1/a12v28n1.pdf> Acesso: 16 Jan. 2019.
PERES, R. S.; SANTOS, M. A.; COELHO, H. M. B. Perfil da clientela de um programa de pronto-atendimento psicológico a estudantes universitários. Psicologia em Estudo. Maringá, v.9, n.1, p.47-54, 2004.

RETINAUD, P.; MARCHAND, P. Application de la méthode ALCESTE aux corpus et stabilité des: analyse du avec IRAMUTEQ. In Actes des 11eme Journées internationales d‘Analyse statistique des Données Textuelles, p. 835-844, 2012. Liège, Belgique.

RULL, M. A. P.; SÁNCHEZ, M. L. S.; CANO, E. V.; MÉNDEZ, M. T. C.; MONTIEL, P. H.; GARCÍA, F. V. Estrés académico en estudiantes universitarios. Psicología y Salud, v. 21, n. 1, p. 31-37, 2011.

SCOPELLTI, M.; TIBERIO, L. Homesickness in university students: the role of multiple place attachment. Environment and behavior, n. 42, v.3, p.335-350, 2010. DOI 10.1177/0013916510361872

SMITH, M. E. Connecting students and families for support during the college transition. In Doctoral Consortium, XVII ACM Conference on Computer Supported Cooperative Work & Social Computing. Baltimore, Maryland: Association for Computing Machinery. 2014. DOI 10.1145/2556420.2556832

SOARES, A. P.; GUISANDE, M. A.; ALMEIDA, L. S. Autonomía y ajuste académico: un estudio con estudiantes portugueses de primer año. International Journal of Clinical and Health Psychology, n.7, v.3, p.753-765, 2007.

SUEHIRO, A. C. B. Autoconceito e desempenho acadêmico em alunos de psicologia. Psicologia Argumento, Curitiba, v. 24, n. 44, p. 55-64, jan./mar. 2006.

TEIXEIRA, M. A. P.; CASTRO, G. D.; PICCOLO, L. R. Adaptação à universidade em estudantes universitários: um estudo correlacional. Interação em Psicologia, n. 11, v.2, p. 211-220, 2007.

VARGAS, J. M.; ZAMPIERI, A. C. B. A expectativas dos estudantes de Psicologia sobre a atuação profissional no mercado de trabalho. Anais, I Mostra de Iniciação Científica Curso de Psicologia da FSG, v.1, n.1, 2014. Disponível em: < http://ojs.fsg.br/index.php/ampsic/article/view/1402> Acesso: 16 Jan. 2019.
VARGAS, M. L. F., Educação superior, serviços de apoio aos estudantes e ao mercado de trabalho: um estudo com egressos da UFMG. Avaliação (Campinas), Sorocaba, v. 16, n. 1, p. 149-163, mar. 2011. Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-40772011000100008&lng=en&nrm=iso>. Acesso: 17 de maio de 2019. http://dx.doi.org/10.1590/S1414-40772011000100008.
XAVIER, F. M. F.; FERRAZ, M. P. T.; MARC, N.; ESCOSTEGUY, N. V.; MORIGUCHI, E. H. Eldery people’s definition of quality of life. Revista Brasileira de Psiquiatria, n. 25, v.1, p. 31-39, 2003. DOI 10.1590/ S1516-4446200300010000

ZOCHIL, M. L.; THORSTEINSSON, E. B. Exploring poor sleep, mental health, and help-seeking intention in university students. Australian Journal of Psychology, v. 70, p. 41-47, 2018.

Publicado

2020-12-18

Como Citar

Marolla Garcia, L., Messias Fialho Capellini, V. L. ., & Lima dos Reis, V. (2020). SAÚDE MENTAL NA UNIVERSIDADE: A PERSPECTIVA DE UNIVERSITÁRIOS DA PERMANÊNCIA ESTUDANTIL. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 17, 167-181. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ch/article/view/3593