The O FRACASSO ESCOLAR À LUZ DA TEORIA HISTÓRICO-CULTURAL: REFLEXÕES ACERCA DA CULPABILIZAÇÃO DO ALUNO

Autores

  • Tamara de Lima Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo - IFSP
  • Leandro Aparecido de Souza Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo - IFSP

Palavras-chave:

fracasso escolar; culpabilização; aluno; teoria histórico-cultural; materialismo histórico dialético.

Resumo

O fracasso escolar se configura como objeto de debate em diferentes âmbitos educacionais e políticos. Apesar das discussões, trata-se de um problema que está distante de uma resolução e que merece a atenção dos pesquisadores.  Pesquisas na área educacional têm apontado que as explicações para o fenômeno estão centralizadas no aluno e/ou em sua família. Sendo assim, o objetivo deste ensaio teórico é problematizar a concepção de que o fracasso escolar é de responsabilidade única e exclusivamente do aluno, e as visões naturalizantes e positivistas acerca do ser humano, na tentativa de sua superação. O referencial teórico e metodológico ao qual nossa análise buscou aporte é a teoria histórico-cultural e, por conseguinte, o materialismo histórico dialético. Analisamos especificamente as dimensões sociais e psicológicas do fracasso escolar para além da responsabilização do aluno e de sua família, considerando a totalidade do ser social e as condições objetivas da realidade concreta. Lançar um olhar crítico sobre o fenômeno do fracasso escolar implica em revelar nossa dificuldade enquanto sociedade, corporificada em nossos sistemas de ensino, instituições escolares e profissionais da educação em lidar com os desafios advindos da democratização do ensino, ou seja, com o acesso das camadas populares à escola pública. Dessa forma, o fracasso escolar acaba sendo tratado como um problema de cunho individual isentando de responsabilidade os demais envolvidos no processo de escolarização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leandro Aparecido de Souza, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo - IFSP

Doutorando e Mestre em Educação pela Universidade Estadual Paulista, Unesp, Presidente Prudente. Especialista em Design Instrucional pela Universidade Federal de Itajubá-Unifei (2015) e em Educação Empreendedora pela Universidade Federal de São João Del Rei (2012). Possui Graduação em Letras pela Unesp (2005). Servidor Público Federal desde 2010, atua como Técnico em Assuntos Educacionais no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo - IFSP, Campus Birigui. Atuou como professor formador de 2012 a 2014 no curso Técnico em Secretaria Escolar do Profuncionário do IFSP. É membro do Grupo de Pesquisa Profissão docente: formação, identidade e representações sociais (GPDFIRS) na Unesp - Presidente Prudente.

Publicado

2020-07-07

Como Citar

de Lima, T., & Aparecido de Souza, L. (2020). The O FRACASSO ESCOLAR À LUZ DA TEORIA HISTÓRICO-CULTURAL: REFLEXÕES ACERCA DA CULPABILIZAÇÃO DO ALUNO. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 17, 137-150. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ch/article/view/3486