A A HISTÓRIA DE VIDA COMO ALICERCE DA IDENTIDADE DOCENTE: TRAJETÓRIA PESSOAL E PROFISSIONAL DE UMA PROFESSORA

  • Vanessa Helena Seribelli
  • Aline de Souza
  • Cinthia Magda Fernandes Ariosi
  • Ariadne de Sousa Evangelista Universidade Estadual Paulista - UNESP
Palavras-chave: Formação de professores, História de vida, Identidade docente, Carreira docente

Resumo

Este trabalho versa sobre a formação de professores, um campo de investigação bastante explorado nos dias atuais mas com posicionamentos por vezes contraditórios. Nesse sentido, o objetivo desta pesquisa é compreender a trajetória de formação e trabalho de uma professora e como esse processo influenciou na sua identidade docente. A metodologia empregada foi um estudo de caso, na abordagem qualitativa. Como procedimento de coleta de dados foi utilizado a entrevista narrativa. O sujeito da pesquisa é uma professora que atua na educação básica com mais de dez anos de carreira. Os resultados apontam que questões financeiras interferem na escolha e na permanência da carreira e que acúmulo de funções atribuídas ao professor é uma das causas do desânimo em relação a profissão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aline de Souza

Pedagoga e Mestranda em Educação na Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT/UNESP). 

Cinthia Magda Fernandes Ariosi

Professora do Departamento de Educação e do Programa de Pós-graduação em Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT/UNESP). 

 

Ariadne de Sousa Evangelista, Universidade Estadual Paulista - UNESP

Doutoranda em Educação e Mestre em Educação e Pedagoga pela Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT/UNESP), professora da Prefeitura Municipal de Presidente Prudente e Tutora do curso de Pedagogia Semi-presencial da Universidade Anhanguera - Pólo de Presidente Prudente.

Publicado
2019-05-13
Como Citar
Seribelli, V., de Souza, A., Ariosi, C., & Evangelista, A. (2019). A A HISTÓRIA DE VIDA COMO ALICERCE DA IDENTIDADE DOCENTE: TRAJETÓRIA PESSOAL E PROFISSIONAL DE UMA PROFESSORA. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 16(1), 173-189. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ch/article/view/2603