AS LEIS Nº. 10.639/03 E Nº. 11.645/08: DOS MARCADORES SOCIAIS DA DIFERENÇA À FORMAÇÃO DE PROFESSORES INDÍGENAS E NEGROS

AS LEIS Nº. 10.639/03 E Nº. 11.645/08: DOS MARCADORES SOCIAIS DA DIFERENÇA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES INDÍGENAS E NEGROS

Autores

  • Vilma Aparecida Pinho Universidade Federal do Pará
  • FRANCILENE DE AGUIAR PARENTE, Sra. Universidade Federal do Pará

DOI:

https://doi.org/10.5747/ch.v15i3.2548

Resumo

Resumo: Este artigo aborda a formação de professores no contexto da educação diferenciada no curso de Etnodesenvolvimento da Universidade Federal do Pará (UFPA). Baseado na Pedagogia da Alternância, o curso é voltado para público diferenciado povos indígenas, quilombolas, negros e comunidades tradicionais. O estudo discute a importância desses sujeitos como agentes sociais para a proposição da transformação em suas coletividades e comunidades, nos diferentes espaços que ocupam e por onde circulam. O não lugar do indígena, do negro e do quilombola vivido na educação básica por nossos egressos demarca a força ideológica de uma epistemologia que obscurece a compreensão de sujeitos etnicamente diferenciados e da diversidade como perspectiva e lugar centralizado para pensar as relações sociais e viver em sociedade. Por meio da metodologia qualitativa a pesquisa com foco nas trajetórias de vida indica que na formação de professores, a perspectiva da educação para a diversidade tem sido observada na prática como estratégica desses docentes e das comunidades para o exercício do respeito à diferença. Além disso, esses indivíduos têm sido representados como professores, pesquisadores, articuladores políticos, dentre outras funções e papéis sociais.

 

Palavras-chave: formação de professores, educação diferenciada, sujeitos, diversidade cultural

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vilma Aparecida Pinho, Universidade Federal do Pará

Professora Adjunta da Universidade Federal do Pará (UFPA), Campus Universitário de Altamira da Faculdade de Educação. É coordenadora do Grupo de Estudos Afro-Brasileiro e Indígena (GEABI)/UFPA.

Publicado

2018-12-19

Como Citar

Pinho, V. A., & PARENTE, F. D. A. (2018). AS LEIS Nº. 10.639/03 E Nº. 11.645/08: DOS MARCADORES SOCIAIS DA DIFERENÇA À FORMAÇÃO DE PROFESSORES INDÍGENAS E NEGROS: AS LEIS Nº. 10.639/03 E Nº. 11.645/08: DOS MARCADORES SOCIAIS DA DIFERENÇA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES INDÍGENAS E NEGROS. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 15(3), 123-137. https://doi.org/10.5747/ch.v15i3.2548

Edição

Seção

DOSSIÊ: FORMAÇÃO DOCENTE: POLÍTICAS E PRÁTICAS