REFLEXÕES TEÓRICO-CRÍTICAS PARA UMA PRÁXIS CIENTÍFICA EDUCATIVA DE ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA NA ESCOLA

  • Rodrigo Lima Nunes Professor da Faculdade de Presidente Prudente
  • Irineu Aliprando Tuim Viotto Filho Departamento de Educação Física da FCT/UNESP - Presidente Prudente

Resumo

O presente artigo objetiva refletir sobre o fenômeno da violência, sobretudo sua manifestação no interior da escola, identificando suas características, no sentido de reconhecer esse fenômeno nas suas múltiplas e complexas determinações, enfatizando o trabalho educativo do professor numa perspectiva humanizadora como possibilidade de seu enfrentamento e superação. Utilizamos como base para tal reflexão e análise o método materialista histórico e dialético, a partir de pesquisas interventivas-formativas realizadas pelo GEIPEEthc e, também, trabalhos de autores que estudam este fenômeno no contexto escolar. Sabemos o quanto o fenômeno da violência se apresenta de maneira generalizada e preponderante na sociedade atual e que tal situação pode ser entendido como consequência das relações alienadas e alienantes calcadas no bojo do metabolismo capitalista. Tal realidade levam os indivíduos a não desenvolver outra possibilidade de resolver seus conflitos senão a partir de atos violentos, sendo que, na maioria dos casos, estes atos violentos são compreendidos de forma imediata, aparente, simplista e naturalizante, análise esta que precisa ser superada a partir de uma visão histórico-cultural de desenvolvimento humano e por uma práxis científica educativa. Assim, acreditamos que seja possível educar e orientar as novas gerações para encontrarem caminhos racionais e conscientes para sua vida em sociedade, de forma a não optarem pelo uso da violência nas suas relações, pois a violência inviabiliza as relações sociais humanizadoras e compromete sobremaneira o processo de desenvolvimento das potencialidades humanas em direção ao sujeito humano-genérico livre e universal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Lima Nunes, Professor da Faculdade de Presidente Prudente

Formado em Licenciatura em Educação Física pela Faculdade de Ciências e Tecnologia (UNESP-Presidente Prudente-SP) (2010). Mestre em Educação pelo programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT), campus de Presidente Prudente-SP (2013) (financiamento da FAPESP) e Doutorando em Educação pela mesma instituição (ingresso em 2015). Realizou Doutorado Sanduíche (financiamento da CAPES) na Cardiff Metropolitan University - País de Gales/Reino Unido (segundo semestre de 2017). É docente da Faculdade de Presidente Prudente (FAPEPE) e Professor Bolsista no curso de Educação Física da Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT), campus de Presidente Prudente-SP.

Irineu Aliprando Tuim Viotto Filho, Departamento de Educação Física da FCT/UNESP - Presidente Prudente

Possui Pos-doutorado em Psicologia da Educacao e Desenvolvimento Humano pela University of Bath (Inglaterra/2011-2012); Doutorado em Educação (Psicologia da Educação) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2005); Mestrado em Educação (Psicologia da Educação) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2001); Graduação em Psicologia pela UNESP-Bauru (1997) e Graduação em Educação Física pela UNESP-Bauru (1990). Atualmente é docente-pesquisador do Programa de Pós-graduação em Educação e do Departamento de Educação Física da UNESP-Presidente Prudente.

Publicado
2018-12-20
Como Citar
Nunes, R., & Viotto Filho, I. (2018). REFLEXÕES TEÓRICO-CRÍTICAS PARA UMA PRÁXIS CIENTÍFICA EDUCATIVA DE ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA NA ESCOLA. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 15(4), 10-21. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ch/article/view/2535
Seção
DOSSIÊ: EDUCAÇÃO ESCOLAR, VIOLÊNCIA E DESIGUALDADE SOCIAL