REVISÃO DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA:

A FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFISSIONAIS QUE ESTÃO NA CRECHE

  • FABIANA CRISTINA FRIGIERI VITTA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA
  • Carla Francielly Martini Novaes Pós-Graduação em Educação Escolar da Faculdade de Ciências e Letras da Universidade Estadual Paulista (UNESP - Araraquara)
  • Girlene Albuquerque Cruz Pós-Graduação em Educação Escolar da Faculdade de Ciências e Letras da Universidade Estadual Paulista (UNESP - Araraquara)

Resumo

Esse ensaio objetiva olhar para a problemática da formação continuada dos profissionais da creche. Para endossar a discussão, foram utilizados dados provenientes da base de dados Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD) sobre o tema, no período de 1997 a 2017, ou seja, nos últimos 20 anos após a publicação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Verificamos que as pesquisas desenvolvidas no Brasil versam sobre os temas políticas públicas de formação continuada; práticas e saberes dos profissionais; atuação do coordenador pedagógico na formação continuada; e programas de formação continuada. Os trabalhos evidenciam a importância do aprimoramento das práticas de formação continuada junto aos professores e profissionais na creche permitindo que teoria e prática se identifiquem na constituição de um corpo de conhecimento que beneficie as crianças dessa faixa etária. Embora constatemos certo avanço na compreensão desta etapa da educação básica, verificamos a necessidade de se valorizar a formação dos profissionais para práticas mais embasadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

FABIANA CRISTINA FRIGIERI VITTA, UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA
Possui graduação em Terapia Ocupacional pela Universidade Federal de São Carlos (1992), mestrado em Educação Especial (Educação do Indivíduo Especial) pela Universidade Federal de São Carlos (1997) e doutorado em Educação Especial pela Universidade Federal de São Carlos (2004). Atualmente é professor assistente no Departamento de Educação Especial da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Campus de Marília e do Programa Pós-Graduação em Educação Escolar da Unesp de Araraquara, na linha de pesquisa Formação do professor, trabalho docente e práticas pedagógicas. Tem experiência na área de Educação e Terapia Ocupacional, com ênfase em Desenvolvimento infantil, atuando principalmente nos seguintes temas: atividade e desenvolvimento infantil, educação infantil, formação de professores e práticas docentes. É coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisa em Atividades e Desenvolvimento Infantil - GEPADI, que desenvolve projetos de pesquisa e extensão junto à instituições de Educação Infantil e crianças em risco social.
Carla Francielly Martini Novaes, Pós-Graduação em Educação Escolar da Faculdade de Ciências e Letras da Universidade Estadual Paulista (UNESP - Araraquara)
Mestranda da Pós-Graduação em Educação Escolar da Faculdade de Ciências e Letras da Universidade Estadual Paulista (UNESP - Araraquara)
Girlene Albuquerque Cruz, Pós-Graduação em Educação Escolar da Faculdade de Ciências e Letras da Universidade Estadual Paulista (UNESP - Araraquara)
Mestranda da Pós-Graduação em Educação Escolar da Faculdade de Ciências e Letras da Universidade Estadual Paulista (UNESP - Araraquara)
Publicado
2018-12-19
Como Citar
VITTA, F., Novaes, C., & Cruz, G. (2018). REVISÃO DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA:. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 15(3), 94-105. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ch/article/view/2492
Seção
DOSSIÊ: FORMAÇÃO DOCENTE: POLÍTICAS E PRÁTICAS