EDUCAÇÃO E SOCIEDADE: O ALUNO NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM SEGUNDO A SOCIOLOGIA DA INFÂNCIA

Autores

  • Danieli Cristina Ferreira Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Jaqueline da Cruz Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Nair Correia Salgado de Azevedo UNESP

Palavras-chave:

Educação. Sociologia da infância. Sociedade. Criança

Resumo

Esse artigo se propõe a discutir o processo de formação crítica das crianças pelo contexto escolar. Para isso, realizaremos uma reflexão sobre a história da infância, a partir do século XIX, no Brasil, para entendermos a importância de ouvirmos as opiniões das crianças, tão importante para o processo de formação crítica que deve ser propiciada pela escola. Usaremos como um dos norteadores para essa reflexão, os estudos da Sociologia da Infância, área que vem, atualmente, discutindo com afinco a importância de reconhecermos o papel das crianças como sujeitos nos processos educacionais. Além disso, pretende-se também realizar uma discussão sobre a importância da mediação do professor nesse processo, partindo do pressuposto de que, o professor que buscar introduzir a formação crítica de seus alunos por meio de debates e discussões relacionadas a interesses e perspectivas das crianças, conduz, de forma mais adequada, esse processo de formação crítica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nair Correia Salgado de Azevedo, UNESP

Graudada em Licenciatura Plena em Educação Física pela Unesp de Presidente Prudente. Mestranda em Educação pela Unesp de Presidente Prudente. Estuda sobre práticas lúdicas no Ensino Fundamental de 9 anos e na Escola de Educação Integral.

Publicado

2018-05-23

Como Citar

Ferreira, D. C., Cruz, J. da, & de Azevedo, N. C. S. (2018). EDUCAÇÃO E SOCIEDADE: O ALUNO NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM SEGUNDO A SOCIOLOGIA DA INFÂNCIA. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 15(1), 68-82. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ch/article/view/2321