REFLEXÕES RELACIONADAS AO TRABALHO DO PROFESSOR NAS ESCOLAS PÚBLICAS E O ABSENTEÍSMO

Autores

  • Aline de Souza Faculdade de Ciências e Tecnologia UNESP - Campus de Presidente Prudente
  • Yoshie Ussami Ferrari Leite

Palavras-chave:

Absenteísmo, Trabalho do professor, Precarização docente, Escolas Públicas.

Resumo

O presente artigo tem por objetivo refletir sobre as transformações do trabalho docente e os efeitos no absenteísmo, por meio de um levantamento de teses e dissertações realizado junto aos Programas de Pós-Graduação em Educação de quatro universidades (USP, PUC-SP, UNICAMP e UERJ). Elegemos o período entre 2006 à 2016 e os descritores utilizados foram “absenteísmo”, “precarização”, “mal-estar docente”, “ausência ou falta de professores”. Com a busca foi possível selecionar seis dissertações, sendo que esses estudos foram realizados no âmbito da escola pública e derivam das condições de trabalho do professor, precarização e complexidade de sua função, ocasionando o adoecimento destes profissionais e as justificativas de suas ausências. Concluímos que há a necessidade de garantir ao professor condições dignas de trabalho que superem as dificuldades e favoreçam a valorização e efetivação do profissionalismo docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2018-05-23

Como Citar

Souza, A. de, & Ussami Ferrari Leite, Y. (2018). REFLEXÕES RELACIONADAS AO TRABALHO DO PROFESSOR NAS ESCOLAS PÚBLICAS E O ABSENTEÍSMO. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 15(1), 119-129. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ch/article/view/2127