O ENSINO DA ORALIDADE NO CURRÍCULO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Autores

  • GISLENE Aparecida da Silva BARBOSA Universidade do Oeste Paulista, UNOESTE
  • Bianca Prates Santana Universidade do Oeste Paulista, UNOESTE
  • Thaís Matias Lima Universidade do Oeste Paulista, UNOESTE

Palavras-chave:

Oralidade. Língua Portuguesa. Sequência Didática. Ensino. Aprendizagem.

Resumo

Este artigo apresenta resultados de uma pesquisa de iniciação científica realizada em 2017 junto ao curso de Letras da FACLEPP, cujo objetivo foi investigar nos materiais didáticos de Ensino Médio “Caderno do Professor/Caderno do Aluno” de Língua Portuguesa (Secretaria Estadual de Educação de São Paulo) como é apresentado o ensino da oralidade, bem como que gêneros textuais orais secundários são enfatizados no processo de produção textual. Tendo como base o procedimento genebrino da Sequência Didática, foram analisadas: a justificativa social para a oralidade e para o gênero textual; a proposta de uma primeira produção do texto; a ampliação de repertórios de escuta de textos; a oferta de atividades de análise linguística, para sanar as dificuldades - permitindo a revisão; a solicitação de reelaboração do texto oral, garantindo, a circulação social do texto. A análise documental relevou que há escassez de gêneros orais secundários nos materiais e que as propostas de produção existentes, bem como as atividades com a oralidade, estão a serviço da escrita e não atendem às etapas de uma Sequência Didática que seja capaz de ensinar os estudantes a produzirem gêneros textuais orais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

GISLENE Aparecida da Silva BARBOSA, Universidade do Oeste Paulista, UNOESTE

Docente da FACLEPP

Bianca Prates Santana, Universidade do Oeste Paulista, UNOESTE

Aluna do curso de Letras da FACLEPP

Thaís Matias Lima, Universidade do Oeste Paulista, UNOESTE

Aluna do curso de Letras da FACLEPP

Publicado

2018-05-23

Como Citar

BARBOSA, G. A. da S., Santana, B. P., & Lima, T. M. (2018). O ENSINO DA ORALIDADE NO CURRÍCULO DO ESTADO DE SÃO PAULO. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 15(1), 94-104. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ch/article/view/2118

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##