TECNOLOGIA ASSISTIVA E INCLUSÃO DE ESTUDANTES COM PARALISIA CEREBRAL: UM ESTUDO PRELIMINAR

Autores

  • Samuel Vinente Universidade Federal de São Carlos
  • Ketlen Júlia Lima da Silva Universidade Federal do Amazonas

Palavras-chave:

Educação Especial, Tecnologia Assistiva, Deficiência, Paralisia Cerebral, Políticas Públicas

Resumo

Este trabalho apresenta um estudo teórico que objetivou analisar o uso da Tecnologia Assistiva (TA) enquanto facilitador no processo de inclusão escolar de crianças com paralisia cerebral (PC). Foi realizado um levantamento bibliográfico no Banco de Teses e Dissertações do Portal Domínio Público da Fundação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), compreendendo o período de 2005 a 2010. Foram utilizados os seguintes descritores: paralisia cerebral; ajudas técnicas; recursos pedagógicos; acessibilidade; Tecnologia Assistiva; comunicação alternativa; comunicação suplementar; comunicação aumentativa; comunicação aumentativa e alternativa; comunicação alternativa e ampliada; estratégias e, estratégias de ensino. Com base nos descritores foram selecionados 195 trabalhos, dos quais 167 foram excluídos por serem repetidos ou não responderem aos objetivos do estudo, restando 28. Os resultados apontaram os anos com maior expressividade na publicação: 2007 (oito trabalhos); seguida respectivamente pelo ano de 2009 (seis trabalhos); 2008 (cinco trabalhos); 2010 (cinco trabalhos); e 2006 (apenas quatro). Pode-se verificar que 86% dos trabalhos foram publicados em instituições da região sudeste, 11% na região nordeste e 3% na região sul. Destes, 71% resultaram de pesquisas de mestrado e 29% de pesquisas de doutorado. Os autores apontam a necessidade de formação especializada para os educadores que atuam com escolares que apresentam PC e adequação da estrutura física das escolas para a promoção da acessibilidade. Espera-se que este estudo contribua na produção e socialização do conhecimento na área da pesquisa em educação especial, proporcionando novos olhares sobre a inclusão escolar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Samuel Vinente, Universidade Federal de São Carlos

Graduado em Pedagogia pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Educação Especial (PPGEEs) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado do Amazonas (FAPEAM). É integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre a Escolarização da Pessoa com Deficiência (GEPEPD) e do Grupo de Estudos e Pesquisas Políticas Públicas e Educação (GPPE). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Políticas Públicas, Educação Inclusiva e Formação de Professores.

Ketlen Júlia Lima da Silva, Universidade Federal do Amazonas

Acadêmica em Letras - Língua e Literatura Portuguesa da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Bolsista de Iniciação Científica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Publicado

2016-09-21

Como Citar

Vinente, S., & Silva, K. J. L. da. (2016). TECNOLOGIA ASSISTIVA E INCLUSÃO DE ESTUDANTES COM PARALISIA CEREBRAL: UM ESTUDO PRELIMINAR. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 13(2), 109-118. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ch/article/view/1149