ESTUDOS DO PROCESSO DE QUEIMA DA CERÂMICA PRÉ-HISTORICA DO SÍTIO ARQUEOLÓGICO SERRA DO EVARISTO I – BATURITÉ-CE/BRASIL.

Autores

  • Claudia Oliveira UFPE
  • Lucila Ester Prado Borges UFPE
  • Igor Pedroza UFPE
  • Emília A. Arnaldo UFPE
  • Viviane Castro UFPE
  • Neuvânia C. Ghetti UFPE

Palavras-chave:

mineralogia das argilas, cerâmica pré-histórica, queima, grupos agricultores ceramistas, Nordeste de Brasil.

Resumo

Essa pesquisa analisa o processo de queima da cerâmica pré-histórica do sítio arqueológico Serra do Evaristo I, localizado no município de Baturité, no estado do Ceará, na região Nordeste do Brasil. Na análise deste material verificou-se uma variação na coloração da cerâmica que pode indicar diferentes processos de queima. Entretanto, no contexto pré-histórico e etno-histórico dos grupos, no Nordeste do Brasil, as informações apontam para utilização apenas da queima em atmosfera oxidante. Desta forma questiona-se se essa variação estaria relacionada a diferentes processos de produção da cerâmica ou a diferentes tipos de argila. Para este objetivo foram realizadas análises petrográficas e aplicada a técnicas de difratrometria por Raios-X (RXD), que demonstraram através dos resultados que os ceramistas da Serra do Evaristo I utilizavam argilas de dois depósitos distintos e que poderiam misturar os dois tipos de argilominerais de acordo com o tipo de vasilha a ser produzida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2016-05-23

Como Citar

Oliveira, C., Borges, L. E. P., Pedroza, I., Arnaldo, E. A., Castro, V., & Ghetti, N. C. (2016). ESTUDOS DO PROCESSO DE QUEIMA DA CERÂMICA PRÉ-HISTORICA DO SÍTIO ARQUEOLÓGICO SERRA DO EVARISTO I – BATURITÉ-CE/BRASIL. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, 13(1), 116-135. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ch/article/view/1062

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##