ESTUDO COMPARATIVO DA APLICAÇÃO DOS PROGRAMAS PYTHON E ORANGE PARA A ANÁLISE APROFUNDADA DE BANCOS DE DADOS

Autores

  • Beatriz Martins Pereira UNOESTE
  • Camila Solange Moreno Maldonado Godoi Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Thayna Barros Viana Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Rafael Medeiros Hespanhol Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE

Palavras-chave:

Ciência de dados, Sistemas de Informação, Funcionalidade

Resumo

O presente estudo possui o objetivo de analisar a usabilidade de programas de DataScience para análise de banco de dados. Para tanto foi utilizado um banco de dados extraído de uma plataforma pública e aplicado em dois programas, sendo Python e Orange, a fim de se obter uma comparação entre ambos. A pesquisa bibliográfica serviu como base para o entendimento dos programas e para embasar os resultados obtidos. O Python exigiu trabalhar o banco de dados, tanto na conversão do arquivo como necessidade de conhecimento e aprendizado de linguagem de programação. No Orange foi utilizado o banco de dados original e sua funcionalidade intuitiva permitiu a obtenção de resultados de forma mais rápida, pois suas ferramentas possuem nomes associados ao que se deseja obter. Com os resultados obtidos foi possível constatar que a utilização do programa Orange se demonstrou mais conveniente para análise do banco de dados manipulado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Beatriz Martins Pereira, UNOESTE

Beatriz, 20 anos, estudante do curso de Engenharia de Produção.

Referências

BORGES, Luiz Eduardo. Python para Desenvolvedores, 1. ed. São Paulo – SP: Editora Novatec, 2014.

BOSCARIOLI, Clodis; VITERBO, José; TEIXEIRA, Mateus Felipe. Avaliação de Aspectos de Usabilidade em Ferramentas para Mineração de Dados. In: ESCOLA REGIONAL DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DO RIO DE JANEIRO (ERSI-RJ), 1. , 2014, Niterói. Anais da I Escola Regional de Sistemas de Informação do Rio de Janeiro. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, nov. 2014 . p. 87-94.

CAMPOS, Aline de; CAZELLA, Sílvio César. Descoberta de Conhecimento em Base de Dados sobre o perfil de estudantes brasileiros de Tecnologia da Informação . In:Congresso Brasileiro de Informática na Educação, 7, 2018, Fortaleza - CE. Anais dos Workshops do VII Congresso Brasileiro de Informática na Educação. 2018. Disponível em: <https://www.semanticscholar.org/paper/Descoberta-de-Conhecimento-em-Base-de-Dados-sobre-o-Campos-Cazella/952d078b668ebd7beaf2cb5ec8ae18e7394bd235>. Acesso em: 28 out. 2019. https://doi.org/10.5753/cbie.wcbie.2018.449

CANELAS, André Luís de Souza. Evolução da importância econômica da indústria de petróleo e gás natural no Brasil: contribuição a variáveis macroeconômicas.2007. Disponível em: <http://www.ppe.ufrj.br/images/publica%C3%A7%C3%B5es/mestrado/Andr%C3%A9_Lu%C3%ADs_de_Souza_Canelas.pdf>. Acessoem: 05nov. 2019.

CRUZ, Leandro César. DataScience: Desenvolvimento de Aplicação para Análise de Dados. 2018 .Disponível em: <https://cepein.femanet.com.br/BDigital/arqTccs/1511420264.pdf>

DEMSAR, Janez; ZUPAN, Blaz.Orange: Data Mining Fruitful and Fun - A Historical Perspective. 2012. 6. University of Ljubljana, Faculty of Computer and Information Science. Ljubljana, Slovenia. 2012.

GARCIA, Diego. Debugging em python. 2015. Disponível em: <http://pythonclub.com.br/debugging-em-python-sem-ide.html> Acesso em: 11 nov. 2019.

GRUPO PET-TELE. Tutorial de Introdução ao Python. Universidade Federal Fluminense, Niterói, Rio de Janeiro, 2011. Disponível em: <http://www.telecom.uff.br/pet/petws/downloads/apostilas/PYTHON.pdf>. Acesso em> 28 out. 2019.

MANNARA, Barbara. Convertio: converta online suas fotos, vídeos e áudios. 2017. Disponível em: <https://www.techtudo.com.br/tudo-sobre/convertio.html>. Acesso em: 28 out. 2019.

MANZANO, José Augusto N. G. Programação de Computadores com C++, 1. ed. 3. Reimpressão. São Paulo – SP: Editora Érica, 2011

MENDES, André Pompeo do Amaral; et. al. Mercado de Refino de Petróleo no Brasil.Petróleo&GásBNDES, Rio de Janeiro, v. 24, n. 48, p. 7-44, set. 2018.

MENEZES, Nilo Ney Coutinho. Introdução à Programação com Python, 2. ed. 3. Reimpressão. São Paulo – SP: Editora Érica, 2014

NETO, João Rodrigues. A petrobrás: Da quebra do monopólio às perspectivas de produção na camada do pré-sal – 1997-2009.2009. Disponível em: <http://www.abphe.org.br/arquivos/joao-rodrigues-neto_1.pdf>. Acesso em 05 nov.2019.

POUBEL, Renata. A Bacia de Campos, os Royalties e os Trabalhadores: Uma análise da pendularidade na Região Norte Fluminense. 2017. Disponível em: <https://seminariodeintegracao.ucam-campos.br/wp-content/uploads/2018/02/A-Bacia-de-Campos.pdf>. Acessoem: 06 nov.2019.

ROSSUM, Guido Van; BOER, Jelke de. Interactively Testing Remote Servers Using the Python Programming Language. EurOpenConference, Tromso. 1991.

SEABRA, Rodrigo; DRUMMOND, Isabela Neves; GOMES, Fernando Coelho. Análise Comparativa de Linguagens de Programação a partir de Problemas Clássicos da Computação.Revista de Sistemas e Computação. Salvador – BA, v. 8, n. 1, p. 56-76, jan./jun. 2018.

SIEGEL, Idaltchion Fabricio. Linguagem python e suas aplicações em ciência de dados. 2018. 57. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Federal Fluminense. Niterói – RJ. 2018.

SILVA, João Gabriel Rocha Silva. Introdução à Linguagem Python. Programa de pós-graduação em modelagem computacional. Universidade Federal de Juiz de Fora. Juiz de Fora, 2016.

Downloads

Publicado

2021-02-23

Como Citar

Pereira, B. M., Godoi, C. S. M. M., Viana, T. B., & Hespanhol, R. M. (2021). ESTUDO COMPARATIVO DA APLICAÇÃO DOS PROGRAMAS PYTHON E ORANGE PARA A ANÁLISE APROFUNDADA DE BANCOS DE DADOS. Colloquium Exactarum. ISSN: 2178-8332, 12(4), 46–53. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ce/article/view/3827