ANÁLISE DE RESISTÊNCIA À SISTEMA DE INFORMAÇÃO: UMA INVESTIGAÇÃO NO QUADRO FUNCIONAL FEMININO DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA

Autores

  • Michelle Borges Miranda Universidade de São Paulo
  • Carlos André Corrêa de Mattos Universidade Federal do Pará
  • Ruth Helena Cristo de Almeida Universidade Federal Rural da Amazônia
  • Edvar da Luz Oliveira Universidade Federal Rural da Amazônia

Palavras-chave:

Sistemas, Resistência, Informação

Resumo

RESUMO - A Resistência aos Sistemas de Informação (RSI) é um fenômeno estudado para entender o comportamento dos usuários de tecnologias quando são submetidos a mudanças de sistemas nas organizações. Tais ações comportamentais podem contribuir negativa ou positivamente dentro da organização, de acordo como o fenômeno é tratado pelos gestores. Entender quais os fatores que levam a ocorrência desse fenômeno nas organização públicas é importante para o sucesso organizacional. Este trabalho teve por objetivo identificar e analisar os vetores causadores do fenômeno entre as servidoras UFRA. Nesse sentido adotou-se abordagem quantitativa, utilizando técnicas de amostragem probabilística simples para interpretar os resultados do trabalho de campo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Michelle Borges Miranda, Universidade de São Paulo

Mestranda em mudança social e participação política pela USP. Formada em Sistemas de Informação pela Universidade Federal Rural da Amazônia.

Publicado

2017-02-11

Como Citar

Miranda, M. B., de Mattos, C. A. C., de Almeida, R. H. C., & Oliveira, E. da L. (2017). ANÁLISE DE RESISTÊNCIA À SISTEMA DE INFORMAÇÃO: UMA INVESTIGAÇÃO NO QUADRO FUNCIONAL FEMININO DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA. Colloquium Exactarum. ISSN: 2178-8332, 8(2), 114-133. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ce/article/view/1593

Edição

Seção

Artigos Originais

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##