ABORDAGEM PARA DISTINGUIR OS EFEITOS DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO NAS CARACTERISTICAS DE BACIAS HIDROGRÁFICAS - UM ESTUDO DE CASO

Autores

  • Roselene Maria Schneider
  • Rosane Freire
  • Wellinton Leandro de Oliveira Boina
  • Adriana Garcia do Amaral
  • Célia Regina Granhen Tavares
  • Paulo Fernando Soares
  • Bruno Tiago Contessoto Rigo

Palavras-chave:

escoamento, processo de erosão, urbano e rural

Resumo

Duas bacias hidrográficas heterogêneas, localizadas na cidade de Maringá-PR, foram avaliadas em relação ao uso e ocupação do solo presente. A bacia do córrego Mandacaru possui área com elevado grau de urbanização (85%); a bacia do córrego Romeira possui uso e ocupação agrícola. Para a avaliação, utilizou o método dos pinos e realizou a medida de vazão dos canais em estudo. Como resultado verificou-se que a presença de urbanização interfere de forma significativa na estrutura do canal, dada pela erosão de suas margens. Durante o período de acompanhamento (21 meses), o canal urbano apresentou erosão na ordem de centímetros, enquanto o canal agrícola, erosão da ordem de milímetros. Os processos erosivos apresentados pelo canal estiveram diretamente relacionados às altas vazões que ocorreram durante as precipitações. A impermeabilização apresentada pela área da vertente foi responsável pela concentração das águas das chuvas e, portanto, pela energia promotora da erosão medida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2015-07-22

Como Citar

Schneider, R. M., Freire, R., de Oliveira Boina, W. L., Garcia do Amaral, A., Granhen Tavares, C. R., Soares, P. F., & Contessoto Rigo, B. T. (2015). ABORDAGEM PARA DISTINGUIR OS EFEITOS DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO NAS CARACTERISTICAS DE BACIAS HIDROGRÁFICAS - UM ESTUDO DE CASO. Colloquium Exactarum. ISSN: 2178-8332, 6(4), 49-58. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ce/article/view/1294

Edição

Seção

Artigos Originais

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##