EFEITO DA CALAGEM E ADUBAÇÃO POTÁSSICA NO CRESCIMENTO E NUTRIÇÃO DA CULTURA DA MAMONA (Ricinus communis L.)

Autores

  • Carlos Sérgio Tiritan UNOESTE
  • Juliano Carlos Calonego UNOESTE
  • Diego Henriques Santos UNESP

Palavras-chave:

calcário, potássio, Ricinus communis.

Resumo

A mamoneira é uma oleaginosa de destacada importância no Brasil e no mundo. Além da vasta aplicação na indústria química, é importante devido à sua tolerância à seca, tornando-se uma cultura viável para a região semi-árida do Brasil, onde há poucas alternativas agrícolas. No entanto, esta cultura não é exclusiva da região semi-árida, sendo também plantada com excelentes resultados em diversas regiões do país. O trabalho teve por objetivo avaliar os efeitos da calagem e da adubação potássica na cultura da mamona. O experimento foi conduzido em casa de vegetação com delineamento experimental em blocos completos ao acaso, no esquema fatorial 3 x 2, onde o primeiro fator constou de doses de potássio (0, 30 e 60 kg ha-1) e o segundo a presença ou ausência de calagem, para elevar a saturação por bases a 60%.Verificou-se que a calagem em combinação com uma dose intermediária de K2O (30 kg ha-1) eleva a produção de massa seca da parte área, no entanto não altera os teores de nutrientes na planta de mamona.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2011-06-15

Como Citar

Tiritan, C. S., Calonego, J. C., & Santos, D. H. (2011). EFEITO DA CALAGEM E ADUBAÇÃO POTÁSSICA NO CRESCIMENTO E NUTRIÇÃO DA CULTURA DA MAMONA (Ricinus communis L.). Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 6(2), 27-32. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ca/article/view/510

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 > >>