BIOMASSA MICROBIANA E SUA CORRELAÇÃO COM A FERTILIDADE DE SOLOS EM DIFERENTES SISTEMAS DE CULTIVO

  • Franciele Ederli Toda UNOESTE
  • Thais Vasques UNOESTE
  • Fábio Fernando de Araújo UNOESTE
Palavras-chave: Microbiologia, irradiação do solo, atividade microbiana

Resumo

Atualmente com a crescente preocupação ecológica, a função dos microrganismos é mediar processos no solo relacionados com o manejo. Desta forma, podem ser sensíveis indicadores de mudanças na qualidade do solo. Os microorganismos possuem a capacidade dar respostas rápidas a mudanças na qualidade do solo, característica que não é observada nos indicadores químicos ou físicos. Em alguns casos, alterações na população e na atividade microbiana podem preceder mudanças nas propriedades químicas e físicas, refletindo um claro sinal na melhoria ou na degradação do solo. Os trabalhos envolvendo análise da Biomassa microbiana do solo podem fornecer informações extremamente úteis sobre a dinâmica de um reservatório lábil da matéria orgânica do solo. Isso pode ter conseqüências importantes no funcionamento do ecossistema e na “qualidade” do solo, refletindo, à longo prazo, na produtividade. O objetivo deste trabalho foi o de quantificar a biomassa microbiana do solo, em quinze áreas agrícolas com diferentes cultivos como também de correlacionar a biomassa com índices de fertilidade dos solos. As amostras de solos foram analisadas em laboratório com valoração de atributos de fertilidade química e biológico de solos. Foi utilizado o método de irradiação-extração para determinação da biomassa microbiana no solo. Os solos sob manejo de pastagens com presença contínua de bovinos apresentaram os maiores valores de biomassa microbiana no solo. Apenas o parâmetro de matéria orgânica no solo apresentou tendência de correlação positiva com a biomassa microbiana no solo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-06-13
Como Citar
Toda, F. E., Vasques, T., & Araújo, F. F. de. (2011). BIOMASSA MICROBIANA E SUA CORRELAÇÃO COM A FERTILIDADE DE SOLOS EM DIFERENTES SISTEMAS DE CULTIVO. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 6(2), 01-07. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ca/article/view/507

Outros artigos do(s) mesmo(s) autor(es)