USO DE LODO DE ESGOTO NA PRODUÇÃO DE MUDAS CLONAIS DE EUCALYPTUS

Autores

  • Thomaz Figueiredo Lobo UNESP
  • Fernando Carvalho de Oliveira
  • Magali Ribeiro da Silva Faculdade de ciencias Agronomicas - UNESP - Botucatu

Palavras-chave:

composto orgânico; nutrição de plantas; qualidade das mudas; substrato; viveiro de mudas.

Resumo

O lodo de esgoto é um resíduo proveniente da Estação de Tratamento de Esgoto e na maioria dos casos não são aproveitados adequadamente sendo depositados em aterros sanitários e este resíduo apresenta todos os nutrientes essenciais para a nutrição mineral das plantas além de apresentar teores elevados de matéria orgânico que promove maior retenção de agua e melhorando os fatores físico e biológicos do solo.  O objetivo deste experimento foi avaliar substratos a base de lodo de esgoto compostado e de casca de pinus no desenvolvimento, qualidade, nutrição das mudas do clone H13 (Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla) e os teores de nutrientes no substrato. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com 5 tratamentos e 4 repetições compostas por 372 mudas por parcela. Os tratamentos foram: T1 – substrato de lodo de esgoto compostado enriquecido com K, Ca e Mg denominado PV; T2=PV+SC (substrato comercial a base de casca de pinus) na proporção 3:1, v:v; T3=PV+SC (1:1, v:v); T4=PV+SC (1:3, v:v); T5=  SC. Os melhores tratamentos para o desenvolvimento de mudas de eucalipto do clone H13 foram: T1 (PV) e T2 (PV+SC, 3:1, v:v). As plantas cultivadas com o substrato de composto de lodo de esgoto obtiveram uma maior produtividade, desenvolvimento e maior acúmulo de N, P, K, Ca, S, B, Cu, Fe, Mn e Zn comparada com as plantas que foram utilizadas somente o substrato comercial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thomaz Figueiredo Lobo, UNESP

departamento de recursos naturais/ ciencia do solo

Magali Ribeiro da Silva, Faculdade de ciencias Agronomicas - UNESP - Botucatu

departamento de ciencias florestais

Referências

CALDEIRA, M.V.W; DELARMELINA, W.M.; LÜBE, S.G.; GOMES, D.R., GONÇALVES, E.O., ALVES, A.F. Biossólido na composição de substrato para a produção de mudas de Tectona grandis. Floresta, Curitiba, v. 42, p. 77-84, 2012.

CALDEIRA, M.V.W. SCHUMACHER, M.V.; BARICHELLO, L.R.; VOGEL, H.L.M.; OLIVEIRA, L.S. Crescimento de mudas de Eucalyptus saligna Smith em função de diferentes doses de vermicomposto. Floresta, Curitiba, v. 28, p. 19-30, 2000.

CARVALHO, P.C. I.; BARRAL, M.F. Aplicação de lodo de esgoto com fertilizante. Fertilizantes. Piracicaba, v.3, n.2, p. 1-4, 1981.

CRUZ, C.A.F; PAIVA, H.N.; GUERRERO, C.R.A. Efeito da adubação nitrogenada na produção de sete-caças (Samanea inopinata (Harms) Duke). Revista Árvore, Viçosa v. 30, p. 537-546, 2006.

DELARMELINA, W.M. CALDEIRA, M.V.W., FARIA, J.C.T;, GONÇALVES, E.O. Uso de lodo de esgoto e resíduos orgânicos no crescimento de mudas de Sesbania Virgata (Lav.)Pers Revista Agroambiente, Roraima, v.7, p. 184-192, 2013.

DEL QUIQUI, E. M.; MARTINS, S.S.; PINTRO, J.C.; ANDRADE, P.J.P. de; MUNIZ, A.S. Crescimento e composição mineral de mudas de eucalipto cultivadas sob condições de diferentes fontes de fertilizantes. Acta Scientiarum: Agronomy, Maringa, v. 26, p. 293-299, 2004.

FARIA, J.C.T; CALDEIRA, M.V.W, DELARMELINA, W.M.; LACERDA, L.C.; GONÇALVES, E.O. Substratos a base de lodo de esgoto na produção de mudas de Senna Alata. Comunicata Scientiae. Bom Jesus, n.4; p. 342-351, 2013.

GARCIA, G. de O.; GONÇALVES, I.Z.; MADALÃO, J.C.; NAZARO, A.A.; BRAGANÇA, H.N. Características químicas de um solo degradado após a aplicação de lodo de esgoto doméstico. Revista Verde de Agroecologia e desenvolvimento sustentável grupo verde de agricultura alternativa, v.4, n.2, p.01-12, 2009.

GONÇALVES, F.C.M., ARRUDA, F.P.; SOUZA, F.L.; ARAUJO, J.R. Germinação e desenvolvimento de mudas de pimentão Curbanelle em diferentes substratos. Revista Mirage (UFG), v.9, n.1, p. 35-45, 2016.

HUNT, G. A. 1990. Effect of styroblock design and Cooper treatment on morphology of conifer seedlings. p. 218 In: TARGET SEEDLING SYMPOSIUM, MEETING OF THE WESTERN FOREST NURSERY ASSOCIATIONS, GENERAL TECHNICAL REPORT RM-200, Roseburg. Procedings… Fort Collins: USDA Forest Service.

LANARV, Análise de corretivos, fertilizantes e inoculantes: métodos oficiais. Brasília: Ministério da Agricultura, 1988. 104p.

LOBO, T.F.; OLIVEIRA, F, de,C.; MORGADO, B.T.; SIQUEIRA, M.V.B.M. Diferentes misturas de substratos com lodo de esgoto compostado enriquecido e substrato comercial em quaresmeira. Fronteira: Journal of social, technologicas Science. V. 7, n.1, p. 326-340, 2018.

LOPEZ-REAL, J. M.; FOSTER, M. Plant pathogen surviral during composting of organic agricultural waste. In: GASSER, J.K.R. (Ed.). Composting of agricultural and over wastes. London: Elsevier Applied Science, 1985. p. 291-299.

LUDUVICE, M. Experiência da Companhia de Saneamento do Distrito Federal na reciclagem agrícola de biossoidos. In: BETIOL, W.; CAMARGO, O.A. Impacto ambiental do uso do lodo de esgoto. Jaguariúna, SOP: EMBRAPA, p. 153-162, 2000.

MACHADO, M.F.; FIGUEIREDO, R.F.; FILHO, B.C. Produção brasileira de lodos de esgotos . Sanare, v.22, p. 66-75, 2004.

MAFIA, R.G.; ALFENAS, A.C.; SIQUEIRA, L.; FERREIRA, E.M.; LEITE, H.G.; CAVALLAZZI, J.R.P. Critério técnico para determinação da idade ótima de mudas de eucalipto para plantio. Revista Árvore, Viçosa, v. 29, p. 947-953, 2005.

MALAVOLTA, E.; VITTI G. C.; OLIVEIRA S. A. 1997. Avaliação do estado nutricional das plantas: Princípios, métodos e técnicas de avaliação do estado nutricional. 2ª edição. Piracicaba – SP. Editora Potafos. 319p.

NADAI, F.B.; MENEZES, J.B.C.; CATAO, H.C.R.M.; ADVINCULA,T.; COSTA,C.A. Produção de mudas de tomateiro em função de diferentes formas de produção de substrato. Revista Agroambiente, v.9, n.3, p.261-267, 2015.

NOBREGA, R. S. A.; VILAS BOAS, R.C.; NÓBREGA, J.C.A.; PAULA, A.M.; MOREIRA, F.M.S. Utilização de biossolido no crescimento inicial de mudas de aroeira (Schinus terebynthifolius raddi). Revista Árvore, Viçosa, n.31, p. 239-246. 2007.

ROCHA, J. H. T.; BACKES, C.; DIOGO, F.A.; PASCOTTO, C.B.; BORELI, K. Composto de lodo de esgoto como substrato para mudas de eucalipto. Pesquisa Florestal Brasileira, Colombo, n. 33, p. 27-36. 2013.

ROS, C.O.D.; REX, F. E.; RIBEIRO, I.R.; KAFER, P. S.; RODRIGUES, A.C.; SILVA, R. F. da; SOMAVILLA, L. Uso de substrato compostado na produção de mudas de Eucalyptus dunni e Cordia trichotoma. Floresta Ambiente, 2015, 22(4):549-558.

SCHER, M.B.; CARNEIRO, C.; SANTOS, K.G. Substrato a base de lodo compostado na produção de mudas de Parapiptadenia regida (Bebth) Brenan. Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 38, p. 637-644. 2010

SILVEIRA, R. L. V. de A.; LUCA, E.F.; SILVEIRA, L.V.A.; LUZ, H.F. Matéria seca, concentração e Acúmulo de nutrientes em mudas de Eucaliptus grandis em função da idade. Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 1, p. 136-149. 2003.

TRIGUEIRO, R. de M.; GUERRINI, I. A. 2003. Uso de biossolido como substrato para a produção de mudas de eucalipto. Scienthia Forestalis, 1: 150-162.

VALERI, S.V.; CORRADINI, L. 2000 Fertilização em viveiro para a produção de mudas de Eucaliptus e Pinus. p: 168-190 In: GONÇALVES, J.L.M.; BENEDETTI, V. ed. Nutrição e fertilização florestal. Piracicaba: IPEF.

XAVIER, A.; WENDLING, I.; SILVA, R.L. Silvicultura clonal: princípios e técnicas. Viçosa, Ed. UFV. 30p. 2009.

Publicado

2020-10-08

Como Citar

Lobo, T. F., Carvalho de Oliveira, F., & Ribeiro da Silva, M. (2020). USO DE LODO DE ESGOTO NA PRODUÇÃO DE MUDAS CLONAIS DE EUCALYPTUS. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 16(5), 114-126. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ca/article/view/3363

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##