UMIDADE E ÁGUA DISPONÍVEL NO SOLO EM MONOCULTIVO DE PASTAGEM E SISTEMA SILVIPASTORIL COM FILEIRAS DUPLAS DE EUCALIPTO

  • Erni Limberger Instituto Paranaense de Assistência Técnica Rural
  • Jonez Fidalski Instituto Agronômico do Paraná
  • Wander de Souza Instituto Paranaense de Assistência Técnica Rural
  • Marcio Antonio Baliscei Instituto Paranaense de Assistência Técnica Rural
  • Juliano Carlos Calonego FCA/UNESP
Palavras-chave: água no solo; integração lavoura-pecuária-floresta; reforma de pastagem; textura do solo

Resumo

A expansão de sistema silvipastoril poderia ser realizada por meio da reforma do sistema monocultivo de pastagem em solo com a camada superficial arenosa, mas os agropecuaristas receiam que possa haver competição pela água no solo entre a pastagem e o eucalipto. O objetivo deste trabalho foi avaliar a umidade e a água disponível em sistema silvipastoril e monocultivo de pastagem em diferentes estações do ano, distância dos troncos de eucaliptos ou dos terraços a 1 m de profundidade em um Latossolo Vermelho Distrófico típico. A reforma de pastagem foi realizada em 12 ha com o cultivo de mandioca (2008-2010), tendo sido as mudas de eucalipto plantadas simultaneamente ao plantio das manivas de mandioca em agosto de 2008. Avaliaram-se dois sistemas entre terraços espaçados em 20 m: a) sistema de monocultivo de pastagem grama-estrela roxa (Cynodon nlemfuensis) e b) sistema silvipastoril (2x3)+20 com grama-estrela roxa e eucalipto (Eucalyptus grandis). A umidade gravimétrica no solo (θ) foi determinada nas quatro estações do ano para eucaliptos com 2 a 3 anos de idade, entre julho/2010 a março/2011. Utilizaram-se as seguintes posições de amostragem: 2,5, 5 e 10 m do tronco do eucalipto a jusante dos terraços. Amostras deformadas de solo foram coletadas a 0-0,2 m (horizonte A – areia-franca), 0,2-0,4 (horizonte Bw1 – franco-arenosa), e 0,4-0,6, 0,6-0,8 e 0,8-1,0 m (horizonte Bw2 – franco-argilo-arenosa). Determinaram-se θ na capacidade de campo e ponto de murcha permanente. O sistema silvipastoril comparado ao monocultivo de pastagem diminuiu θ no horizonte Bw2. O θ esteve dentro dos limites da água disponível nos horizontes A e Bw1 para a grama-estrela roxa entre as fileiras duplas de eucalipto no sistema silvipastoril durante as estações do ano. O sistema silvipastoril implantado não compromete θ para a grama-estrela roxa a 0-0,4 m de profundidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-06-03
Como Citar
Limberger, E., Fidalski, J., Souza, W. de, Baliscei, M. A., & Calonego, J. C. (2020). UMIDADE E ÁGUA DISPONÍVEL NO SOLO EM MONOCULTIVO DE PASTAGEM E SISTEMA SILVIPASTORIL COM FILEIRAS DUPLAS DE EUCALIPTO . Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 16(3), 104-114. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ca/article/view/3219