USE OF SYSTEMIC FUNGICIDES COMBINED WITH MULTISITE TO CONTROL OF ASIAN RUST AND SOYBEAN YIELD

  • Aline Netto Grupo ABC Agrícola, Sapezal, MT, Brasil
  • Deivid Sacon Universidade Federal de Viçosa, UFV, Viçosa, MG, Brasil.
  • Alessandra Gallina Universidade Federal da Fronteira Sul, UFFS, campus Erechim, RS, Brasil.
  • Michele Fochesatto Universidade Federal da Fronteira Sul, UFFS, campus Erechim, RS, Brasil.
  • Francine Spitza Stefanski Universidade Federal da Fronteira Sul, UFFS, campus Erechim, RS, Brasil.
  • Paola Mendes Milanesi Universidade Federal da Fronteira Sul, UFFS, campus Erechim, RS, Brasil.
Palavras-chave: AACPD; controle químico; Glycine max (L.) Merril; peso de mil grãos; Phakopsora pachyrhizi (Sydow & Sydow).

Resumo

A ferrugem asiática da soja é uma doença agressiva e o controle químico deve ser manejado assertivamente, para minimizar danos sobre a produtividade. Objetivou-se avaliar fungicidas sistêmicos e o multissítio mancozeb, combinados ou não, e os efeitos sobre o controle da doença e a produtividade da soja, cv. ‘BMX Lança’. O trabalho foi conduzido à campo nas safras 2016/17 e 2017/18, em delineamento de blocos ao acaso, com quatro repetições. Foram avaliados os tratamentos: T+P) trifloxistrobina + protioconazol; A+B) azoxistrobina + benzovindiflupyr; T+P+MB) trifloxistrobina + protioconazol + mancozeb; A+B+MB) azoxistrobina + benzovindiflupyr + mancozebe; MB) mancozeb; e Testemunha (sem aplicação de fungicidas). Após o surgimento dos primeiros sintomas da doença, a severidade (%) foi avaliada em cinco trifólios por parcela, a cada sete dias, possibilitando o cálculo da área abaixo da curva de progresso da doença (AACPD). Avaliou-se também os componentes de rendimento e a produtividade (kg ha-1). Em ambas as safras, a combinação entre fungicidas sistêmicos e o mancozeb reduziu a severidade (%) e o progresso de ferrugem asiática, atingindo um controle acima de 81%. O tratamento com trifloxistrobina + protioconazol + mancozeb (T+P+MB) obteve os maiores percentuais de controle (94,5% - 2016/17; e 93,7% - 2017/18) da ferrugem asiática, e proporcionou, na safra 2016/17, produtividade superior em 15 sc ha-1, em relação ao fungicida aplicado isoladamente (T+P). A combinação entre fungicidas sistêmicos e mancozeb, conforme proposto nesse trabalho, reduz a severidade e o progresso da ferrugem asiática e assegura a manutenção do potencial produtivo da soja.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aline Netto, Grupo ABC Agrícola, Sapezal, MT, Brasil

Agrônoma, Auxiliar de Pesquisa no Grupo ABC Agrícola

Deivid Sacon, Universidade Federal de Viçosa, UFV, Viçosa, MG, Brasil.

Agrônomo, Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Fitopatologia

Alessandra Gallina, Universidade Federal da Fronteira Sul, UFFS, campus Erechim, RS, Brasil.

Acadêmica do curso de Agronomia, Bolsista PROBITI/FAPERGS

Michele Fochesatto, Universidade Federal da Fronteira Sul, UFFS, campus Erechim, RS, Brasil.

Acadêmica do curso de Agronomia, Bolsista PROBIC/FAPERGS

Francine Spitza Stefanski, Universidade Federal da Fronteira Sul, UFFS, campus Erechim, RS, Brasil.

Acadêmica do curso de Agronomia, Bolsista PRO-ICT/UFFS

Paola Mendes Milanesi, Universidade Federal da Fronteira Sul, UFFS, campus Erechim, RS, Brasil.

Professora Adjunta, curso de Agronomia

Referências

AGRIOS, G. N. Plant Pathology. 5 ed. Elsevier: Academic Press, 2005.
ALMEIDA, R.; FORCELINI, C. A.; GARCÉS-FIALLOS, F. R. Chemical control of foliar diseases in soybean depends on cultivar and sowing date. Bioscience Journal, v.33, n. 5, p. 1188-1196, 2017. http://doi.org/10.14393/BJ-v33n5a2017-36931
ALVES, S. A. M. et al. Influência das condições climáticas sobre a ferrugem da soja. In: ZAMBOLIM L (Org.). Ferrugem Asiática da Soja. Visconde do Rio Branco: Suprema, 2006. p. 37-59.
AZEVEDO, L. A. S. Misturas de tanque de produtos fitossanitários: teoria e prática. Rio de Janeiro: IMOS, 2015.
BARROS, H. B. SEDIYAMA, T.; REIS, M. S.; CECON, P. R. Efeito do número de aplicação de fungicida no controle da ferrugem da soja. Acta Scientiarum Agronomy, v. 30, n.2, P. 239-245, 2008. http://dx.doi.org/10.4025/actasciagron.v30i2.1741
BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Regras para análise de sementes. Brasília: Mapa/ACS, 2009.
BRASMAX GENÉTICA. Cultivar Brasmax Lança IPRO. Disponível em: http://www.brasmaxgenetica.com.br/cultivar-regiao-sul/?produto=1113. Acesso em: 23 out. 2018.
CAMPBELL, C. L.; MADDEN, L. V. Introduction to plant disease epidemiology. New York: John Wiley & Sons, 1990.
EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. Eficiência de fungicidas para o controle da ferrugem asiática da soja, Phakopsora pachyrhizi, na safra 2012/13: resultados sumarizados dos ensaios cooperativos. Londrina: Embrapa Soja. 8p. (Circular Técnica 93), 2013a.
EMBRAPA. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. Brasília: Embrapa, 2013b.
EMBRAPA. Tecnologias de produção de soja - Região Central do Brasil 2014. Londrina: Embrapa Soja. 2013c. Disponível em: . Acesso em: 16 mai. 2018.
EMBRAPA. Eficiência de fungicidas para o controle da ferrugem-asiática da soja, Phakopsora pachyrhizi, na safra 2013/14: resultados sumarizados dos ensaios cooperativos. Londrina: Embrapa Soja. 7p. (Circular Técnica 103), 2014.
EMBRAPA. Eficiência de fungicidas para o controle da ferrugem-asiática da soja, Phakopsora pachyrhizi, na safra 2015/16: resultados sumarizados dos ensaios cooperativos. Londrina: Embrapa Soja. 6p. (Circular Técnica 119), 2016.
FERREIRA, D. F. Sisvar: a computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, v.35, n. 6, p.1039-1042, 2011. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-70542011000600001
FUNGICIDE RESISTANCE ACTION COMMITTEE - FRAC. SDHI Working Group: informações sobre carboxamidas em ferrugem da soja. 3p. (Informativo, 01/2017), 2017. Disponível em: < http://docs.wixstatic.com/ugd/85b1d3_060a6876562140b693f03708057acff2.pdf>. Acesso em: 16 jul. 2019.
GARCÉS-FIALLOS, F. R.; FORCELINI, C.A. Controle comparativo da ferrugem asiática da soja com fungicida triazol ou mistura de triazol + estrobilurina. Bioscience Journal, v.29, n. 4, p.805-815, 2013. Disponível em: < http://www.seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/15029/12880>. Acesso em: 16 jul. 2019.
GAVA, R.; FRIZZONE, J. A.; SNYDER, R. L.; DE ALMEIDA, B. M.; DE FREITAS, P. S. L.; REZENDE, R. Estratégias de manejo de déficit hídrico na irrigação da cultura da soja. Brazilian Journal of Biosystems Engineering, v.10, n.3, p.305-315, 2016. http://dx.doi.org/10.18011/bioeng2016v10n3p305-315
GODOY, C. V.; CANTERI, M. G. Efeitos protetor, curativo e erradicante de fungicidas no controle da ferrugem da soja causada por Phakopsora pachyrhizi, em casa de vegetação. Fitopatologia Brasileira, v.29, n.1, p.97-101, 2004. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-41582004000100016
GODOY, CLÁUDIA V.; KOGA, LUCIMARA J.; CANTERI, MARCELO G. Diagrammatic scale for assessment of soybean rust severity. Fitopatologia Brasileira, v.31, n.1, p.63-68, 2006. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-41582006000100011
GODOY, C. V.; FLAUSINO, A. M.; SANTOS, L. C.; DEL PONTE, E. M. Eficiência do controle da ferrugem asiática da soja em função do momento de aplicação sob condições de epidemia em Londrina, PR. Tropical Plant Pathology, v.34, n.1, p.56-61, 2009. http://dx.doi.org/10.1590/S1982-56762009000100011
GODOY, C. V.; SEIXAS, C. D. S.; SOARES, R. M.; MARCELINO-GUIMARÃES, F. C.; MEYER, M. C.; COSTAMILAN, L. M. Asian soybean rust in Brazil: past, present, and future. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 51, n.5, p. 407-421, 2016. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2016000500002
JULIATTI, F. C.; POLLONI, L. C.; PRADO, T. M.; ZACARIAS, N. R. S.; SILVA, E. A.; JULIATTI, B. C. M. Sensitivity of Phakopsora pachyrhizi populations to dithiocarbamate, chloronitrile, triazole, strobilurin, and carboxamide fungicides. Bioscience Journal, v.33, n.4, p.933-943, 2017. http://doi.org/10.14393/BJ-v33n4a2017-38357
KLOSOWSKI, A. C.; MAY DE MIO, L. L.; MIESSNER, S.; RODRIGUES, R.; STAMMLER, G. Detection of the F129L mutation in the cytochrome b gene in Phakopsora pachyrhizi. Pest Management Science, v.72, n.6, p.1211- 1215, 2016. http://doi.org/10.1002/ps.4099
LANGENBACH, C.; CAMPE, R.; BEYER, S. F.; MUELLER, A. N.; E CONRATH, U. Fighting Asian soybean rust. Frontiers in Plant Science, v.7, n.1, p.797, 2016. http://doi.org/10.3389/fpls.2016.00797
LEMES, E.; CASTRO, L.; ASSIS, R. Doenças da Soja: Melhoramento Genético e Técnicas de Manejo. Campinas: Millennium, 2015.
MATZENAUER, R.; RADIN, B.; ALMEIDA, I., R. de (Ed.). Atlas Climático: Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Secretaria da Agricultura Pecuária e Agronegócio; Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (FEPAGRO), 2011.
REIS, E. M.; REIS, A. C.; CARMONA, M. A. Manual de fungicidas: Guia para o controle químico racional de doenças de plantas. Passo Fundo: Berthier, 2016.
SCHMITZ, H. K.; MEDEIROS, C. A.; CRAIG, I. R.; STAMMLER, G. Sensitivity of Phakopsora pachyrhizi towards quinone-outside-inhibitors and demethylation-inhibitors, and corresponding resistance mechanisms. Pest Management Science, v.70, n.3, p. 378-388, 2014. http://doi.org/10.1002/ps.3562
SILVA JÚNIOR, J. Efeito de fungicidas aplicados em diferentes estádios no controle da ferrugem asiática e na produtividade da soja [Glycine max (L.) Merrill]. 2006. Dissertação (Mestrado em Agronomia) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2006.
SILVA, L. H. C. P. D.; CAMPOS, H. D.; SILVA, J. R. C.; REIS, E. M. Control of Asian soybean rust with mancozeb, a multi-site fungicide. Summa Phytopathologica, v.41, n.1, p.64-67, 2015. http://dx.doi.org/10.1590/0100-5405/1957
TAIZ, L.; ZEIGER, E. Fisiologia vegetal. 5 ed. Porto Alegre: Artmed, 2013.
YORINORI, J. T.; PAIVA, W. M.; FREDERICK, R. D.; COSTAMILAN, L. M.; BERTAGNOLLI, P. F.; HARTMAN, G. E.; GODOY, C. V.; NUNES JR, J. Epidemics of soybean rust (Phakopsora pachyrhizi) in Brazil and Paraguay from 2001 to 2003. Plant Disease, v.89, n.6, p.675-677, 2005. http://doi.org/10.1094/PD-89-0675
Publicado
2020-01-14
Como Citar
Netto, A., Sacon, D., Gallina, A., Fochesatto, M., Spitza Stefanski, F., & Mendes Milanesi, P. (2020). USE OF SYSTEMIC FUNGICIDES COMBINED WITH MULTISITE TO CONTROL OF ASIAN RUST AND SOYBEAN YIELD. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 16(1), 101-108. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ca/article/view/3218